Skip to content

This cache has been archived.

ramiles: Fim! Obrigado ás pessoas que conheci aqui e que me proporcionaram bons momentos! Sejam felizes!

More
<

Barrocal

A cache by ramiles Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 04/26/2008
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Barrocal

Colocar aqui uma cache é o reconhecimento do interesse paisagístico e ecológico do curso do Rio Maçãs e uma homenagem às minhas origens: embora não tenha nascido em Quintanilha, a ligação à aldeia é assegurada pela permanência nela de alguma familia e por ser o local de "criação" do meu avô materno.


QUINTANILHA

Freguesia do Concelho de Bragança. População 192 habitantes em 182 fogos. Dista 31 km da sede de Concelho e está situada na margem da Ribeira de Mação. Há nesta Freguesia três minas de chumbo, denominadas Carreirão do Ferradal, Quintanilha n.º 10 e Quintanilha n.º 14. Já do século XI consta a existência desta freguesia porque a citam as inquirições de D. Afonso III em “Terra” de Bragança (1258), em que se situava.

O seu nome, todavia, era muito diferente do actual, porque nas ditas inquirições se registou com a sua designação da altura: Quintala de Rio Maçãs. Que é a própria freguesia presente de Quintanilha, provam-no a situação junto do Rio Maçãs.

O topónimo primitivo, vindo directamente do lat. quintana (unidade agrária dos Romanos), pelo diminutivo Quintanella, “Quintela”, ou pequena “quinta” modificou-se, porém, fora, em nosso ver, da evolução fonética normal, sofrendo alteração para uma outra espécie de diminutivo, dialectal, pela vizinhança dos falares leoneses – não devendo perder-se de vista que Quintanilha fica situada na região mais vizinha dos falares guadramilês e de Rio de Onor. 

Assim, foi o primitivo topónimo “Quintela”, português arcaico, substituído pelo correlativo, Quintanilha, leonês. A povoação situa-se junta da ponte internacional. Na alta Idade Média, foi domínio dos nobres da grande parte nobiliária dos N”Braganção, desde D. Alano, pelo menos. Herdada do Braganção D. Fernão Mendes deixou-a, com Bragança, à coroa, sua viúva, a Infanta D. Sancha Henriques, irmã do nosso primeiro rei. Já nesta altura devia existir a Freguesia de S. Tomé de Quintela de Rio de Maçãs.

¤

Este lugar situa-se à entrada da aldeia, dele avistam-se o casario, o rio, a imponência do Pedroso, a Senhora da Ribeira e a leonesa Nuez - que séculos de História fizeram tão distante e  hoje se encontra irmanada com Quintanilha no desejo de dar ao património comum o destaque que ele merece.




A imagem do canto inferior direito revela um monte de terra e pedras que,ao que tudo indica, é fruto da actvidade humana- mas ninguém sabe quando, por quem, ou porque foi feito. O que esconde? Para que serviu? Restos de uma fortificação ou posto de vigia? Túmulo?
Se souberam respondam, se não sabem e têm curiosidade, visitem o local.

O acesso faz-se pelo caminho que fica junto ao campo de futebol e vos leva a passar por este castanheiro.


Additional Hints (Decrypt)

Rapbagenf-zr, an zvaun zhenyun, dhnaqb qboenerf n rfdhvan.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.