Traditional Geocache

Mafra Gare - Projecto GeoGare

A cache by vsergios Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 9/17/2008
In Lisboa, Portugal
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Mafra Gare

Gare
Projecto GeoGare

English description available below

Em 1888 foi concluído e aberto à exploração pública aquele que se supunha vir a ser um dos grandes eixos ferroviários nacionais. A construção da Linha do Oeste foi atribuída a Henry Burnay & Cª, porém, por contrato de 9 de Maio de 1883 foi a mesma transferida para a Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses que acabou por iniciar a sua exploração em 1887, então até Leiria.


A Linha do Oeste, via única não electrificada, constitui uma oportunidade de encontrar, perto de Lisboa, uma linha ferroviária cujas características de exploração e manutenção contrastam vivamente com a modularidade plástico-insípida que se tornou regra no nosso panorama ferroviário. Aqui, a tracção ainda é a diesel (assegurada por automotoras Allan e das séries 450 remodeladas) e as estações, de traço oitocentista, são um deleite para os olhos, com os seus jardins ainda imaculadamente tratados, os alpendres em ferro a proteger os cais, o tipo de escrita dos painéis com os nomes das gares, o reino do azulejo ferroviário (aqui em Mafra decorada a rigor por Carlos Mourinho, Gomes e Salvador, 1934) e mobiliário centenário. Por entre as Linhas de Torres

A viagem até Torres Vedras é um trajecto sinuoso mas pelo meio de paisagens bonitas. O comboio vai atravessar pelo caminho mais plano possível o labirinto de colinas que, em 1810, estando fortificado, travou a III Invasão Francesa.

Não que a Linha do Oeste não tenha vindo a beneficiar de obras de modernização que a colocaram de acordo com os modernos parâmetros de segurança, designadamente, a total renovação da via, no entanto, merece parabéns a REFER, por ter mantido intacto o carácter gracioso da maioria dos edifícios e outras construções de apoio de uma linha que, só por ele, merece ser visitada.

==//==

Entretanto, o modelo de exploração da linha do Oeste mudou, e a CP repartiu-a em dois troços. É preciso mudar de comboio, e sendo que as circulações no segundo troço rareiam e que o ponto de início da linha é a estação de Meleças/Mira-Sintra, perto do Cacém, torna-se complicado fazer deste fantástico meio de transporte que é o Comboio o seu transporte de dia a dia para a capital.

A estação de Mafra, para além das condicionantes já apresentadas da Linha do Oeste, tem outra agravante: dista sensivelmente oito kilómetros de Mafra. Mas foi este aspecto que a ajudou também a caracterizar-se. Durante anos muitos foram os mancebos da Escola Pratica de Infantaria de Mafra (EPI, também conhecida por Entrada Para o Inferno - o quartel de Mafra tinha fama de ser duro, uma recruta aqui valia por dez noutro sítio qualquer) cuja primeira praxe enquanto militares foi esta, uma dura caminhada até ao inferno.

Enfim, apesar de tudo, a linha do Oeste e a estação de Mafra, mais do que centenárias, ainda oferecem a oportunidade de desfrutar de bons momentos melancólicos e fotográficos interessantes, e para tanto aqui fica esta cache que espero que vos delicie, tal como sempre me deliciou a mim, nas inúmeras viagens que efectuava em miúdo entre Torres Vedras e Mafra.

Texto adaptado daqui.
Horário dos comboios aqui, em pdf.

A Cache

largoA cache encontra-se nas imediações da estação e requer que o geocacher seja bastante discreto na sua busca, uma vez que a estação costuma estar aberta nos períodos da manhã até meio da tarde, sendo portanto constantemente vigiada pelos rigorosos funcionários. Também no largo nota-se ainda alguma vida, o que pode ser estranho para uma aldeia que já pouco ou nada retira da riqueza que outrora a estação e os comboios lhes traziam. Ou seja, qualquer estranho que ali apareça será certamente vigiado. 

Das vezes que a tenho visitado, ao fim da tarde (altura aconselhada para a visita), tenho verificado que muitos são os miúdos da aldeia que por ali se divertem. Divertem-se com as bicicletas, com vários jogos em conjunto, com as escondidas... e a minha filha costuma juntar-se a eles. As crianças são as que deram luz a um engraçado site, o site da escola primária da aldeia de Mafra Gare que tem apenas dez alunos... e que para o ano já não vai abrir: http://www.eb1-paco-mfr.rcts.pt/terra.htm 

==//==

Esta cache está enquadrada no “Projecto GeoGare - A ver passar os comboios”. Para além de encontrar o contentor, assinar o Log Book e ter contacto com o fantástico ambiente rural da Linha do Oeste, sugiro que tirem uma foto da Estação de Mafra e coloquem no log.


==//==


Mafra Gare is a railway station in the country side where you can enjoy the melancholy of older times, when the train was the most important mean of transportation.

Please use your best stealth technique, as the train station is open during the morning and therefore is under severe watch by their employees. It is advised to visit the cache at late afternoon.

Check train timetable here.

Additional Hints (Decrypt)

Ab Prqeb n prepn qr frgragn pzf qr nyghen bh nffvz.
Va prqne gerr nobhg friragl pzf uvtu

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

391 Logged Visits

Found it 368     Didn't find it 6     Write note 13     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Owner Maintenance 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 178 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 5/14/2017 2:32:51 PM Pacific Daylight Time (9:32 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum