Skip to Content

<

Carnaxide Antigua

A cache by Kelux Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/23/2008
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Esta cache leva-o a visitar o núcleo antigo de Carnaxide, com o chafariz, a sua imponente igreja, e por trás desta o início do aqueduto que conduz à Mãe de Água da Serra (GC1DTRV)


Carnaxide - nome invulgar com possível origem no árabe «carna-axide» (monte de terra vermelha) ou do celta «carn-achad» (terra de pedras soltas), aparece referida em documentação oficial apenas no século XIV. Carnaxide fazia parte do Reguengo de Algés que se estendia da Ribeira de Alcântara ao Reguengo de Oeiras. Foi a primeira freguesia dos subúrbios da capital a ser criada e a terceira a nível nacional.

Local de passeio de nobres e poetas, de entre os quais se destacam o rei D. Pedro V (visita frequente), Almeida Garrett, Tomás Ribeiro, Camilo Castelo Branco entre outros, era descrita como "aprazível e de bons ares e muito abundante de excelentes águas".

No reinado de D. José I após o terramoto de 1755 e incluído no plano de reconstrução e melhoramentos do Marquês de Pombal, foram construídos o Aqueduto e o Chafariz no centro da vila. Foi elevada a vila em 16 de Agosto de 1991.

Após a reorganização administrativa de 1993 a antiga freguesia de Carnaxide foi desdobrada em cinco: Carnaxide, Algés, Queijas, Cruz-Quebrada/Dafundo e Linda-a-Velha. Antes desta reorganização a sua população ascendia a mais de 80.000 habitantes espalhados por 16 kilómetros quadrados, o que a tornava uma das maiores freguesias de Portugal.

Carnaxide é hoje a maior freguesia do concelho de Oeiras, com uma área de 6,5 km² e 22 000 habitantes (2001), constituída pelos aglomerados urbanos de Carnaxide e Outurela/Portela.

Para a verdade encontrar, o verso has-de procurar para romanos e mouros juntar.

Soma depois esse valor (X) às seguintes latitude e longitude e terás as coordenadas finais.

Latitude Final: 38º 39.837 + X - Longitude Final: 009º 11.250 + X

To find the truth you must reach for the versus and add romans to moors.

Add that value (X) to the next latitude and longitude and you will obtain the final coordinates.

Final Latitude: 38º 39.837 + X - Final Longitude: 009º 11.250 + X

Gostámos deste log:

January 31 by vsergios (1291 found)

É sempre delicioso conhecer o antigamente destas terras. A maioria de nós é capaz de pensar que estas terras são só mesmo aqueles prédios que começaram a ser construídos desde as décadas de 60 e 70 e que mais acima existe a zona industrial e pronto. Eu, ou pouco me engano, ou nunca por aqui tinha andado. Mas hoje andei. E andei à chuva. Fosse isto uma cache tradicional não me teria molhado muito. Mas não. Têm a mania das gaitinhas… e como se não bastasse, juntam chalaças misteriosas lá pelo meio. O que me safou, foi mesmo o bom senso da Isabel e do João que me fizeram abrir os olhos e relacionar uma coisas e outras, e o mistério foi rapidamente ultrapassado. Gostei bastante da zona e voltarei para continuar para a Mãe d’Água da Serra, a qual a noite e principio de temporal não me deixaram fazer. Muito obrigado, Vítor Sérgio na companhia dos JJJHome.

Additional Hints (Decrypt)

Erserfpn n ghn vqrvn qr irefb. / Erserfu lbhe irefhf vqrn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

379 Logged Visits

Found it 327     Didn't find it 35     Write note 12     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Owner Maintenance 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 89 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.