Skip to Content

This cache has been archived.

Fernando Rei: Bye!

More
<

Festival de Jardins

A cache by Fernando Rei Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/12/2009
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Festival de Jardins

O Festival Internacional de Jadins está situado nos Campos de S. Gonçalo entre a Ponte Medieval e a Ponte de Nossa Senhora da Guia na margem direita do Rio Lima. Conta em 2009 com a 5ª edição que decorre entre 29 de Maio e 31 de Outubro de 2009. Este ano, o Município recebeu 67 candidaturas provenientes de dezanove  países, de quatro continentes, que vem mais uma vez confirmar não só o êxito crescente que o Festival tem alcançado, mas principalmente que consagrou uma imagem internacional de qualidade. Preservar, sensibilizar, oferecer exemplos em termos de recuperação ambiental e paisagística é o objectivo do Município de Ponte de Lima que tem apostado numa política ambiental sustentável. São objectivos do Festival “contribuir a nível local, nacional e internacional para uma maior sensibilidade para a Arte dos Jardins e para o aumento da importância dos mesmos e dos espaços verdes, contribuindo assim para o incremento da qualidade de vida dos cidadãos, criando um movimento que aproxime as flores, as plantas e a arte ao espaço urbano e simultaneamente represente uma força de conservação e enaltecimento dos valores paisagísticos”.

O Festival

Numa breve definição, pode dizer-se que um jardim é a expressão máxima do equilíbrio poético entre o Homem e a Natureza. De facto, é um espectáculo artístico em permanente mudança, onde a tela é pintada pelas cores cheias de vida das plantas e flores que brotam em cadências cíclicas. Com criatividade e paixão insaciável pela arte da Terra, os artistas encontram no jardim um veículo privilegiado para expressar mensagens e emoções, nas obras que cuidadosamente concebem com peculiar sentido estético. Três vitórias no Concurso Nacional de Vilas e Cidades Floridas com três medalhas de prata e bronze no Concurso de Vilas e Cidades Mais Floridas da Europa, Ponte de Lima é sem sombra de dúvidas a Capital Nacional dos Jardins. Tendo como base este cenário colorido, o Município de Ponte de Lima procurou dar um contributo ímpar com a criação do Festival Internacional de Jardins.

O aproveitamento e fruição dos espaços públicos ao serviço das populações, aliado a novas abordagens e tendências artísticas, são os ingredientes mágicos que trazem um sabor especial ao Concelho. Com o Festival Internacional de Jardins, iniciativa sem precedentes a nível nacional, a Autarquia relança o gosto e culto pela preservação do património e defesa do ambiente. Acessível a todos aqueles que queiram apresentar propostas, o Festival abre portas aos interessados e promove assim a interactividade com a comunidade envolvente, outra importante faceta do Festival, que o torna ainda mais multifacetado.

Ficam, desta forma, criadas as condições para alcançar os objectivos do Festival. Se por um lado pretende levar além fronteiras o nome de Ponte de Lima, por outro, promove a região e dinamiza campanhas pedagógicas e de sensibilização relacionadas com questões ambientais e as temáticas dos jardins. Com periodicidade anual, este acontecimento único na Península Ibérica inspira-se no Festival de Chaumont, em França, albergando cada vez mais actividades culturais complementares, como o teatro, a pintura e a fotografia, entre outras.

Percurso             

Desde o seu início em 2005, este evento tem registado uma acentuada evolução a todos os níveis. Além da crescente vaga de público visitante, de ano para ano aumentam significativamente o número de projectos e participação de candidatos internacionais, que esperam ver em Ponte de Lima a concretização das suas ideias inovadoras e vanguardistas.

O Festival Internacional de Jardins tornou-se uma realidade graças aos paisagistas autores da globalidade do projecto, Francisco Manuel Caldeira Cabral e Elsa Maria Matos Severino, que optaram por um festival diversificado no ano de arranque do projecto. Nesse ano, os jardins expostos foram na totalidade da sua autoria, sendo visitados por 60 000 pessoas que elegeram o jardim “Jardim do Arco Íris”, como o preferido da edição experimental do Festival. No ano seguinte, ainda sem temática obrigatória, o Festival Internacional de Jardins fez jus ao seu nome, recebendo no total dezanove propostas, procedentes do território nacional, bem como de França e Áustria. Os 70 mil visitantes que desfrutaram do Festival votaram o jardim “Sonho meu, Sonho meu” como o grande vencedor de 2006.  

Sob o tema “O Lixo na Arte dos Jardins”, o Festival superou todas as expectativas em 2007. Fruto de um intenso trabalho promocional a nível nacional e internacional, o evento recebeu trinta candidaturas oriundas de diversos países. A fantástica adesão do público, com mais de 70 mil visitantes durante os cinco meses do certame, foi também sinónimo do enorme êxito alcançado. A presença da comunicação social projectou o Festival e o nome de Ponte de Lima foi publicitado em muitos jornais e revistas, com destaque para aqueles que se dedicam ao sector da jardinagem, do paisagismo e da arquitectura. O jardim mais votado desse ano foi “O jardim das Avestruzes”.

A última edição do Festival Internacional de Jardins veio consolidar a maturidade que o evento tem vindo a alcançar. Basta, para isso, analisar os dados estatísticos para verificar que o Festival é um caso de sucesso. Foram recepcionadas quarenta e três propostas candidatas, oriundas de doze nacionalidades, o que trouxe dificuldades acrescidas aos membros do júri para efectivar a escolha. Os projectos seleccionados, provenientes de países como a Áustria, Canadá, Espanha, França, Inglaterra, Itália, Japão e Polónia, demonstram a internacionalização do evento e ilustram bem a política de divulgação que o Município tem levado a cabo. “As Energias no Jardim”, tema escolhido para a quarta edição do Festival, sensibilizou as cerca de 90 mil pessoas que passaram por Ponte de Lima durante os cinco meses, tendo eleito o jardim “Energias Reflectidas” como o preferido de 2008, garantindo assim a sua permanência durante este ano. O tema de 2009 é a Arte no Jardim. Para 2010 também já está definida a temática que será: O Caos no Jardim.

Ponte de Lima no Mundo

A cedência de jardins para outras localidades interessadas constitui uma peça fundamental da campanha de marketing promocional que o Município tem promovido nos últimos anos. Ponte de Lima é já considerada uma verdadeira imagem de marca, democratizando o Festival Internacional de Jardins através de jardins instalados em locais onde os recebam com carinho. O jardim exportado para a Áustria e os jardins recentemente instalados em Vigo, Orense - Espanha, Lisboa, Porto, Braga, Vila Nova de Foz Côa, Serpa e outros em Ponte de Lima, são exemplos da inovadora receita da divulgação territorial.

Rio Lima

Powertrail do Rio Lima

Esta cache está inserida no Powertrail do Rio Lima: um percurso pela Ecovia do Rio Lima (Troço dos Açudes) que se estende ao longo da margem esquerda do rio, unindo as duas Vilas Minhotas de Ponte de Lima a Ponte da Barca, numa extensão de cerca de 16 km. O percurso caracteriza-se pelos vários açudes e moinhos ao longo do rio, onde pode encontrar igualmente vários tipos de containers em locais totalmente diferentes. Desfrute plenamente deste passeio, em BTT ou a Pé, uma vez que a circulação automóvel e motorizada é interdita.

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

101 Logged Visits

Found it 90     Didn't find it 5     Write note 4     Archive 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 57 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.