Skip to Content

This cache has been archived.

Ipnotaizig: Voltei hoje ao local da cache para re-avaliar a situação - e o facto de só ter voltado hoje foi em si uma avaliação: ando com pouco tempo para dedicar a este belo passatempo, o que se nota também no tempo que lá vai desde que fiz uma busca de caches. Assim, e tendo também em conta que me parece que o sítio onde a cache estava escondida deixou de ser seguro, decidi tomar a atitude difícil de arquivar esta cache. Isto, porque sei que, em verdade, neste momento da minha vida não disponho do tempo para cuidar adequadamente dela, e se a cache ficar só para dar problemas, bem... mais vale não ficar de todo.

Quero agradecer a todos os que a visitaram, e especialmente aos que tomaram o tempo e encontraram o estado de espírito para desfrutar do poema e sentir a nostalgia do que aquele espaço já foi. Fiquei profundamente tocado por alguns comentários que recebi, e só desejava poder retribuir. A todos, obrigado.

More
<

Campo do Ribeiro

A cache by Ipnotaizig Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/30/2009
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Campo do Ribeiro

Por mero acaso, quase fortuitamente,
Conduzi-me sem querer, enquanto corria
Pela mata fora, perto do fim do dia
A um lugar há tanto tempo dormente
Na minha memória, que eu juraria
Ser só um sonho o que tinha à frente.

Estaquei, espantado, por um breve instante;
Transpus o portão que, aberto, me dizia
«Entra, criança, revive essa nostalgia»
E lá dentro, passo a passo, hesitante
Fui-me sentar num muro, e o que eu via,
Eu revivi, recordando o tempo distante.

Neste velho campo de futebol em saibro está
Um pedaço abandonado da minha infância,
Quando, rio-me, o meu pior problema – Ah!
Era o Pila nunca passar a bola, tanta ganância!

Era uma coisa simples, nesse tempo, a vida,
Quando eu corria pelo prazer da corrida
Para apanhar um passe, ou coisa parecida.
Fazia-o lá pela saúde! Corria por ser divertida…

Era como se a vida fosse um jogo da bola
Entre bons amigos, e os golos não contavam.
Interessava tão somente transpirar a camisola
E no fim a vitória era de todos os que jogavam

Mas não é só da infância, o pedaço abandonado
Crescem-lhe ervas daninhas livres, viçosas
São hoje a única coisa entre as balizas saudosas
Que morreram de pé, deixando o hino desolado
Ao tempo ido das crianças jogando gananciosas
Que, como a minha infância, sumiram no passado

Bem sei que não voltarão esses dias de agrado
Supremo, farto fruto da transpiração copiosa
Mas apesar de tudo, a sorte foi-me generosa
Tive um acidente, no fundo, bem-afortunado
Já que esta memória me foi tão carinhosa
Que reentro na mata, na vida, com alento renovado

Pedro Silva

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

102 Logged Visits

Found it 92     Didn't find it 1     Write note 3     Archive 1     Temporarily Disable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Owner Maintenance 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 7 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.