Skip to Content

This cache has been archived.

K!nder: Local vedado e de acesso limitado. Fica o local para quem quiser aproveitar à volta.

More
<

"Dam" You!!!

A cache by K!nder Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/06/2010
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
4.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



Parabéns ao Pbrandão pelo FTF!



"A indústria olhou para a colina, feriu-a com a picareta e pôs-se a sorrir, ela disse ao vulcão extinto sem lava, nem fumo: a tua obra acabou, a minha começa: A cada um a sua época!"

Barragem de Guilhofrei!




A Barragem de Guilhofrei, localizada no concelho de Vieira do Minho é a mais importante obra de engenharia hidráulica da bacia hidrográfica do Ave, e constitui a albufeira principal do sistema hidroeléctrico em cascata do rio Ave, pertencente ao grupo EDP.
É uma barragem do tipo gravidade de construção mista em alvenaria e betão, com uma altura de 49 metros, e um comprimento de 190 metros no coroamento. Cria uma albufeira com uma capacidade total de 21,2 milhões de metros cúbicos, com o nível de pleno armazenamento de 333,35 metros acima do nível do mar. Este sistema de produção hidroeléctrica, iniciou a sua actividade por iniciativa da empresa concessionária Companhia Electro - Hidráulica de Portugal em 1939.


Os aproveitamentos deste sistema, dispõem-se de montante para jusante pela seguinte ordem:

* Barragem e central "pé-de-barragem" de Guilhofrei (1939).
* Central do Ermal (1937).
* Central de Ponte de Esperança (1942).
* Barragem das Andorinhas e central da Senhora do Porto (1945).

A potência total instalada após a entrada em funcionamento de todos estes aproveitamentos era de 13,20 MW, com um desnível máximo de 195,15 metros, entre o nível da albufeira de Guilhofrei e a restituição da central da Senhora do Porto.
No entanto, e após várias obras de reforço de potência e de modernização, que incluiu a instalação faseada de novos grupos geradores, foi atingida em 1995 uma potência total de 26,84 MW, e uma produtibilidade média de 67 GWh/ano.
É de salientar a importância paisagística do local, observando-se a montante a albufeira e a Serra da Cabreira, e a jusante a paisagem criada por esta obra de engenharia que se abre para o vale, pelo que sugerimos a sua observação atenta e um passeio ao longo do canal até à central do Ermal.
É notável a integração paisagística à qual não é alheio o caracter representativo das construções associadas à produção de electricidade. A albufeira do Ermal vai permitir também a exploração de um novo entendimento da paisagem transformada por estas grandes estruturas: o Pavilhão Náutico construído nos anos 50, é sinal disso mesmo.


Informações:

A barragem de Guilhofrei está permanentemente disponível para visita pública.

O percurso pedonal até à central do Ermal é de cerca de 2,5 km.


Cache

A cache não se encontra acessível ao braço humano. Para poder alcançar a cache tem duas alternativas:

1) Uso de cordas de escalada.
2) Uso de engenho.

Devido a um percalço a cache encontra-se actualmente a uma cota mais baixa do que o previsto para a cache final! Mas dentro de possível será reposta à cota pensada e idealizada!


Additional Hints (Decrypt)

3-3,5 zrgebf qr nyghen!
3-3,5 zrgref uvtu!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

51 Logged Visits

Found it 43     Didn't find it 2     Write note 2     Archive 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 20 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.