Skip to Content

<

Diaclase das Salemas

A cache by jose ribeiro Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/28/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


     Diaclase das Salemas.





A Gruta das Salemas.



O percurso irá conduzir-nos até à entrado da Gruta das Salemas. Esta abre-se numa bancada de calcários apinhoados do Cenomaniano superior formando cornija no flanco esquerdo do Vale da Ribeira de Lousa.
A Gruta das Salemas, descoberta na década de 50, é um corredor sinuoso, com cerca de 30 metros de comprimento e um metro de largura média, que termina numa exígua câmara, sob o chão rochoso apresenta, junto da entrada da cavidade, diversas marmitas e fracturas que se encontravam preenchidas por terra rossa (com pedras calcárias e basálticas), indústrias pré-históricas (do Paleolítico superior) e ossos de fauna quaternária: ursos (Ursus arctos e Ursus spelaeus), felinos (Felis pardus e Felis pardina), Hiena (Hyaena croata spelaea), Lobo (Covis lúpus). Cavalo (Equus caballus), etc. A pobreza de utensí¬lios encontrados indicará que a Gruta das Salemas nunca deve ter servido de habitação permanente: inicialmente (no Paleolitíco) constituiria um obrigo temporário e, mais tarde (no Neolítico), uma necrópole.




Junto da Gruta das Salemas, num algar posto a descoberto pela laboração da pedreira que aí foi instalada, surgiu uma bolsada contendo industria mustierense, restos humanos possivelmente do paleolítico médio e fauna idêntica à da Gruta dos Suemos, acrescida de ossos de elefante (Elephas sp.). Os ossos de rieanoertaler6es(possivelmente do Paleolítico médio), descobertos no povoado de Salemas, são uma raridade. O CVL assenta em discordância, sobre o curso talhado nos “Calcários com rudistas”. Este contado pode-se depreender se se caminhar em direcção do Alto da Toupeira, no entanto, iremos tomar um rumo diferente Regressando peto caminho que nos conduziu à Gruta das Salemas, junto ao cruzamento, vira-se para oeste até à Ponte da Levada. Durante a descida dessa estrada alcatroada poder-se-á observar os “Calcários e Margas” que aí afloram coroados pelos “Calcários com rudistas”. Junto da estrada que liga Lousa a Ponte de Lousa, no cru¬zamento da Ponte da Levada, encontra-se o contacto entre os “Calcários e Margas” e os “Grés de Almargem”. Aí, podem observar-se laminações entrecruzadas e uma inclusão de carvão no se/b dos arenitos. Chegado a este ponto do percurso, o cami¬nhante poderá subir a Encosta da Saúde, passar por Carcavelos, Alto do Penedo Mouro e Ponteias até Ponte de Lousa, revendo as diversas unidades geológicas já conhecidas. No entanto, caso o cansaço o aconselhe, deve regressar a Montachique pela estrada que conduz a Lousa ou, melhor ainda, descer até Ponte de Lousa. Apesar de caminhar junto a uma estrada bastante transitada, a observação geológi¬ca da área continuará a ser possível: verás que é um exercício estimulante! Não só físico, mas também mental…

Para chegar a Salemas poderá optar pela estrada Loures Montachique virando junto à rotunda do Pingo Doce e seguindo como se fosse para o Parque de Montachique, no final da subida virar à esquerda, ou então pela auto-estrada para Torres Vedras sair na primeira saída para Lousa/Montachique e voltar para trás pela estrada Montachique Loures e virar à direita quando começa a descer.Quando pensámos publicar esta "cache" tivemos muitas dúvidas se com esta atitude não estaríamos a contribuir para a possível degradação dos vestigios aí existentes. Acreditamos que os eventuais interessados em visitar esta "cache" são pessoas responsáveis e conscientes da importância da preservação do meio ambiente. Por favor respeite a natureza e faço com que outros sigam as suas instruções. Não lhe dizemos que não deixe lixo nos locais de passagem, mas apelamos sim para um importante desafio: Apanhe e o lixo que outros deixaram no local e traga-o consigo para depositar num ecoponto. Por favor não saia dos trilhos. A Natureza agradece, e nós também! O futuro desta "cache" depende de si. Muito OBRIGADO As coordenadas publicadas são as da cache, mas para a obter é necessário entrar na Gruta





Additional Hints (Decrypt)

Ab vagrevbe.Vaqvfcrafáiry yrine ynagrean.è arprffáevb ragene an tehgn qb ynqb qvervgb n 1,50z qr nyghen nprepn qr 10 cnffbf qn ragenqn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

259 Logged Visits

Found it 235     Didn't find it 5     Write note 9     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 3     Owner Maintenance 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 91 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.