Skip to content

This cache has been archived.

Gato Maltês: Por muito nobre que seja a tentativa de homenagear quem enfrenta o mar, há quem não a saiba respeitar.
Agradeço a quem a visitou de forma saudável.
Com este log se foram as sete supostas vidas de um gato.
Game over.

More
<

Os bravos do Salsinha

A cache by Gato Maltês Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/03/2010
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


A história





O naufrágio de um dos barcos da companha de Manuel da Silva Sapateiro, na manhã de sexta-feira de 15 de Novembro de 1907, foi o maior desastre com perda de vidas de que há registo nos anais da praia, e constituirá para sempre um marco histórico na memória coletiva dos pescadores da Praia da Vieira.

Os nomes dos pescadores mortos, ou feridos no naufrágio são o triste epitáfio de uma época marcada pela mais extrema miséria, aceite com fatal resignação pela simplicidade e humildade das gentes da praia, vergadas ao seu amargo destino, obrigadas a pagar ao mar com o oneroso tributo das suas vidas, o amargo pão de cada dia.

O luto pelos mortos, veio ensombrar ainda mais a já negra e miserável existência daquelas pobres gentes, "os párias do mar", como Aquilino Ribeiro os apelidou, no seu romance "A Batalha Sem Fim".

Especialistas e eruditos locais como Hermínio de Freitas Nunes, mais do que como discentes, são sobretudo necessários, como docentes ou investigadores, em quaisquer escolas que de facto queiram sair de si próprias e ser capazes de estudar algo mais do que o seu próprio umbigo.
Que pode haver, de resto, mais interessante do que a história de homens verdadeiros - homens corajosos - que é a história dos pescadores...?

A descrição do acidente marítimo é relatada por Francisco Oneto Nunes, na obra “Vieira deLeiria-A História, O Trabalho, A Cultura”, que lembra as palavras do escritor vieirenseAntónio Vitorino sobre o assunto. É referida a tensão “quando os homens dentro do barco seapercebem de que estão à beira do desastre, sempre seguidos na sua angústia por aqueles outros que estão em terra sem lhes poderem acudir”.
Enquanto uns caíram ao mar com o impulso da onda e nadaram, outros ficaram presos no barco
abalroado e morreram, fazendo com que este trágico acidente fosse perpetuado, pelos pioresmotivos, na memória da população de Vieira de Leiria.
Um século depois, em 15 de Novembro de 2007, a Câmara Municipal da Marinha Grande homenageou os bravos homens que perderam a vida nesse naufrágio, erigindo junto do "Monumento ao Pescador", uma escultura em honra dos 13 bravos que constituíam a tripulação do “Salsinha”.


A cache

O propósito desta cache é recordar os pescadores que pereceram nesse naufrágio e lembrar aqueles que diariamente continuam a enfrentar o mar, para que nunca nos falte à mesa o saboroso peixe da nossa costa.
Para a visitarem devem dirigir-se às coordenadas iniciais e aí efetuarem os seguintes cálculos:
 

A = J. B. + M. R.

B = A.L.N. + R. L.

C= J.P. - 5

D=(M.R. x 10)+J.B.

 O contentor estará em: N A° B.C9   W 008° 58.D

Quando efetuarem a busca, por favor sejam cuidadosos de forma a garantir a longevidade desta cache.
O contentor está colocado de forma a não ser necessário desmontar qualquer dos objetos que o abrigam.
Podem publicar fotos, desde que estas não mostrem indícios que revelem o local final.
Desde o ponto inicial até ao final distam aproximadamente 230 metros.
Boa sorte na caçada. Divirtam-se e aproveitem o ar desta bela praia.

Additional Hints (Decrypt)

Cnhy Tneqare Nyyra r bhgeb svmrenz nythznf. Rfgn é rpbyótvpn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)