Skip to Content

<

Picão - Capela de S. Mamede

A cache by Quintas&Ricardo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/25/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:









CAPELA DE S. MAMEDE




A capela de São Mamede encontra-se na Ermida com o mesmo nome, uma ermida rectangular sem quaisquer marcas de estilo e data que informem da sua construção no tempo. Ela alberga dentro de si a imagem de S. Mamede, um santo que foi muito popular na Igreja Bizantina, ao qual, no século IV, se ergueu, sobre o seu túmulo, um Santuário onde ocorriam multidões por ter adquirido a fama de taumaturgo. As suas relíquias foram transladadas de Cesareia para Constantinopla e dali passaram para a Catedral de Langres, na França. A sua fama, se não mesmo alguma relíquia sua, terá passado os Pirineus e chegado à Peninsula Ibérica, onde se terá desenvolvido o seu culto, uma vez que tal era referido nos calendários moçárabes. Martirizado em vida foi condenado à morte por afogamento mas conseguiu salvar-se por milagre. Salvo, foi refugiar-se num monte perto de Cesareia onde sobreviveu alimentando-se do leite das feras.

Sobrevivendo com o leite das feras é em torno do leite que se relaciona a lenda ligada a este Santo, morador na pequena Ermida do Bugalhão.

Com efeito, reza a lenda que as mulheres das redondezas, com filhos recém-nascidos, desprovidas de leite para amamentá-los, acorriam à Ermida de S. Mamede, no Bugalhão, na fé de que comendo um pedacinho do Santo, logo ficavam com os seios atestados, capazes de satisfazerem a mais faminta e glutona criança.

O Santo, orador eloquente que foi em vida, transformado em estátua inanimada, viu-se sistematicamente a ser mutilado dia a dia, com facas e canivetes, sem poder apresentar protesto. Acabara-se-lhe o verbo. Por ironia, alguém menos dotado para a oratória, mas suficientemente inteligente, encarregado que estava a zelar pelo pequeno templo, livrou-o de tanta navalhada. Esse alguém, não se sabe quem nem quando, preocupado com os tratos que via infligir no Santo, vendo-o perder o peso e as características físicas originais, desfeiteado a golpes de arma branca de todo o tamanho e feitio, teve a feliz ideia de convencer as mães e amas secas de que a cal que branqueava o templo produzia os mesmos efeitos, o mesmo milagre. E foi assim que mantendo-se a crença e a prática, o Santo nunca mais foi mordido apesar de nunca mais também desaparecerem as marcas dos golpes sofridos, a testemunhar a fé e a superstição que sempre têm caminhado a par e passo. Alguém, sem ser santo, cometera o milagre de salvar o Santo, preservando a imagem para que os vindouros a pudessem observar e adorar ali, naquela capelinha, levantada entre carvalhos e castanheiros.


A Cache:


Deixar de tudo exactamente como encontrou!


É uma pequena caixa com Logbook, stashnote, lápis e brinquedos e uma Tb.


Obrigado pela visita e aproveitem bem o sítio, tirem fotos e publiquem!


Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

40 Logged Visits

Found it 38     Write note 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 12 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.