Skip to content

This cache has been archived.

dmelo: Para já fica arquivada.

More
<

PRAIA FLUVIAL E ZONA DE LAZER * TOURO

A cache by dmelo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/17/2011
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:








PRAIA FLUVIAL E ZONA DE LAZER * TOURO











 Uma aposta da Câmara Municipal de Vila Nova de Paiva, não só na criação de uma área de lazer mas também na reabilitação de toda a zona central da povoação do Touro. Criou-se uma zona de banhos e na área envolvente surgiram espaços de lazer, adequados ao repouso, à confraternização e à prática desportiva.social.A freguesia de Touro, uma das maiores do concelho de Vila Nova de Paiva, está situada no seu extremo nordeste, no limite com os vizinhos concelhos de Tarouca e de Moimenta da Beira. É constituída pelos lugares de Touro, Adomingueiros, Avesseira, Cerdeira, Laje Gorda, Póvoa e Viduinho. São vários os vestígios arqueológicos na área da freguesia. Comprovam à saciedade o povoamento remoto desta área. É o caso do povoado de Canedotes, ou Alto do Couto, que foi habitado nos finais da Idade do Bronze, provavelmente entre os séculos X a VIII a.C. De formato cónico, este povoado tinha duas plataformas superiores, unidas numa só na vertente noroeste. No topo, os afloramentos graníticos de grandes dimensões abundam. O domínio visual sobre a área envolvente é muito grande – as necessidades de defesa assim o obrigavam. Foram postos a descoberto algumas estruturas que poderão corresponder a buracos de poste. O monumento megalítico da Antela do Vidoinho, datável do período Neolítico ou Calcolítico. O tumulus tem cerca de dez metros de diâmetro e, apesar de parcialmente destruído, ainda conserva uma câmara de pequenas dimensões fechada, constituída por cinco esteios. Do Neo-Calcolítico é o monumento megalítico de Casa da Moura, ou Orca do Gato. O tumulus, muito destruído, mede cerca de dez metros de diâmetro e está implantado sobre uma pequena ondulação do terreno. O dólmen de Cartaixo terá sido construído durante o período Neolítico. Trata-se de um tumulus baixo (menos de meio metro de altura), construído com enormes lajes de granito. Na parte central, conserva-se ao alto um dos esteios originais. O Habitat de Cerdeira parece datar do período romano. Ali foi encontrada alguma tijoleira e fragmentos cerâmicos, actualmente desaparecidos devido as obras efectuadas no local. Terá sido um antigo povoado. A Necrópole medieval de S. Martinho de Almoneixe, segundo os dados conhecidos, é composta por dez sepulturas de adulto escavadas na rocha – são sarcófagos talhados em monólitos graníticos. A sepultura do Alto do Coxo, da Alta Idade Média e os achados arqueológicos dispersos da Carvalha, de época indeterminada, comprovam o povoamento da freguesia ao longo dos séculos, antes e depois da fundação da Nacionalidade. O nome da freguesia, apesar de não ser único no nosso país, é pouco usual. Está associado ao nome latino “Taurus”, em português “Touro”. Segundo alguns autores, algures no passado teria habitado nesta localidade um cidadão de nome “Taurus” (esse nome era corrente no passado), o qual teria dado o seu nome à povoação. Em termos de património edificado, e para além dos vestígios arqueológicos já referidos, uma palavra para a Igreja Paroquial de S. Sebastião. Foi construída no ano de 1955 sob ordens do cónego Alfredo Ferreira de Morais Martins. Cinco capelas, para além de uma capela e um cruzeiro, fazem, parte integrante da freguesia.



TIREM FOTOS DO LOCAL E PUBLIQUEM

É UMA PEQUENA CAIXA COM LIVRO DE VISITAS E INFO.GEOCACHING



Additional Hints (Decrypt)

GEÁF PNVKBGR YVKB

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.