Skip to Content

This cache has been archived.

MightyREV: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das caches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.


MightyREV
Community Volunteer Reviewer
Centro de Ajuda|Trabalhar com o Revisor|Revisões mais rápidas|Linhas Orientação|Políticas Regionais - Portugal

More
<

Cardielos e o D.Sapo

A cache by jotapesantos Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/06/2011
Difficulty:
4 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Cardielos e o D.Sapo



Translation


Esta cache está colocada numa ínsua, no meio do rio Lima. Para lá chegar aconselho o uso de um pequeno barco ou canoa. O local da cache tambem pode ser alcançado a pé durante as marés baixas, partindo da margem sul. Daí, há um trajecto em que a água não ultrapassa o joelho,mas devem estudar bem a tabela das marés. Levem um repelente de mosquitos, se a visita for feita ao fim da tarde. Aconselho alguma prudência e a ter em conta as correntes das marés, que podem tornar um pouco mais difícil a travessia.

A lenda- Era uma vez um fidalgo chamado D. Florentim Barreto, a quem o povo alcunhara de D. Sapo, senhor de um solar torreado e de vastas terras de lavoura, situadas na freguesia de Cardielos, cerca de Viana e das águas do Lima. Todos os seus servidores o odiavam, pois exercia sobre eles um poder injusto e cruel. Mas, sobretudo, o que mais lhes alimentava o ódio era o direito a que D. Sapo se arrogava de passar, com as noivas dos seus criados, a primeira noite de núpcias. Obrigado a submeter-se a costume tão infame, qualquer novo casal constituído sofria, todavia, em silêncio, a luxúria de D. Florentim Barreto, sem ter coragem de se revoltar contra ela, temeroso da miséria e mesmo da morte. Uma ocasião, um jovem empregado seu, vendo próximo o casamento e não podendo suportar que a sua amada fosse submetida à violência do amo, reuniu os seus companheiros e convenceu-os, sobretudo aos mais velhos e respeitáveis, a demandar a Corte, denunciando a El-Rei a vilania do fidalgo e pedindo, para ele, um castigo severo. Eles sabiam que D. Florentim tinha grandes amigos influentes na Corte, capazes de defender, perante o soberano, a sua vida e os seus hábitos, jurando-o inocente. Por isso usaram de manha. Aos pés do rei, rogaram-lhe a mercê de se libertarem, pela morte, de um sapo que, em suas terras, roubava a donzelia às raparigas e tiranizava todo o povo da região. Espantou-se o rei com pedido tão singular e, sorrindo da ingenuidade das gentes de Cardielos, concordou que matassem, à sacholada, sapo tão daninho. Regressaram os enviados deveras contentes com a decisão real e logo convocaram os braços válidos da freguesia para, munidos de sacholas, assaltarem o solar e darem morte rápida a D. Sapo. D. Florentim foi apanhado de surpresa nos seus prazeres favoritos e, com um grito, tombou, inerte e crivado de golpes, no chão do quarto onde praticara tanto crime horrendo. Pôde, assim, o jovem noivo, esperto e ousado, libertar a pureza da sua noiva dos desejos repugnantes de D. Sapo. E libertar, igualmente, e de vez, todo o povo de Cardielos das garras do fidalgo. Mas os amigos de D. Florentim Barreto, ao saberem do atrevimento da justiça popular, logo correram à Corte, a reclamar, de El-Rei, a condenação dos prevaricadores. Zangou-se grandemente o soberano com esta rebelião sangrenta e ordenou que viesse à sua presença quem cometera tão grave desacato. Então, os considerados culpados replicaram, perante ele, que haviam recebido, da boca do próprio rei, a ordem de morte de D. Sapo, pois só por este nome conheciam D. Florentim. E que os motivos das suas queixas eram verdadeiros. Ouviu El-Rei, ponderadamente, os argumentos das gentes de Cardielos. E disse-lhes: - Ide em paz para as vossas terras. O dito é dito. Palavra de Rei não volta atrás. Feliz com o desenlace, o povo tratou de destruir a torre e o solar de D. Florentim Barreto, para que não restasse memória, nem do fidalgo, nem dos seus actos condenáveis. Restou, porém, para os vindouros, a curiosidade da história aqui narrada.


Bibliografia/Fontes VIANA, António Manuel Couto, Lendas do Vale do Lima, Ponte de Lima, Valima, Associação de Municípios do Vale do Lima, 2002

Por favor tire e publique aqui as suas fotos .


A Cache - A cache contém o habitual log book, lápis, afia e pequenos objectos para troca.

GeoPT.org - Geocaching Portugal


free counters
Free counters>



Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

109 Logged Visits

Found it 95     Didn't find it 3     Write note 5     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 37 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.