Skip to content

This cache has been archived.

Bitaro: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

Obrigado pela compreensão,
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Linhas Orientação

More
<

Miradouro da Quinta do Outeiro

A cache by Cer Maior Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/23/2011
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Miradouro com vistas fantásticas para os campos, próximo do antigo Solar da Quinta do Outeiro e da recente urbanização.
Avista-se a antiga Lagoa da Pederneira, que se reflecte ainda na paisagem atual através dos seus férteis campos agrícolas. Das obras de drenagem efetuadas pelos monges de Alcobaça nestes terrenos resultantes do recuo das águas, surgiram os férteis campos aluviais da Maiorga e do Valado dos Frades.

História
A história da Maiorga é longa e rica em fatos, desde vestígios do fim do Neolítico, passando pelas "marcas" cistercienses, até aos nossos dias. Ao que se sabe é de origem romana, tendo sido uma das vilas mais importantes dos coutos de Alcobaça, provavelmente a maior que marginava a antiga Lagoa da Pederneira, daí o nome, primeiro Maiorca (em latim, a maior ) e mais tarde MAIORGA.
Esta povoação fazia parte da antiga Lagoa da Pederneira, que se reflecte ainda na paisagem actual através dos seus férteis campos agrícolas. Das obras de drenagem efectuadas pelos monges de Alcobaça nestes terrenos resultantes do recuo das águas, surgiram os férteis campos aluviais da Maiorga e do Valado dos Frades.
Só nos fins do séc. XVIII, por iniciativa do Abade Frei Manuel de Mendonça, primo do Marquês de Pombal, cujo espírito estava fortemente ligado à política “pombalina” se fez o enxugo e drenagem dos campos da Maiorga, que se tornaram extremamente férteis e trouxeram riqueza às populações, desenvolvendo em muito a agricultura. Esta extraordinária política fez esquecer os extensos pântanos cobertos de junco e postos a descoberto quando o recuo das águas da Lagoa da Pederneira. Este enxugo foi feito através da abertura de canais (abertas), um sistema ainda hoje digno de ser estudado e apreciado.

Quinta e Solar do Outeiro

A Quinta do Outeiro, hoje transformada numa nova zona urbana, inclui o Solar do Outeiro, que nos dias de hoje se encontra em estado avançado de degradação. A sua construção é do séc. XVI, possuindo janelas de colunelos e portal nobre, uma escadaria exterior, varanda alpendrada e colunas, com brasão de armas, sobre a porta ao lado da escada e terá tido belos frescos pintados nas salas.

Informação baseada em: "Por Terras dos Antigos Coutos de Alcobaça", Maria Zulmira Albuquerque Furtado Marques, Alcobaça, 1994.

A CACHE
É uma caixa de tamanho pequeno, contendo de início: stashnote, logbook, lápis e prendas para troca.
Desfrutem das vistas.

Additional Hints (Decrypt)

Bofrein nf ivfgnf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.