Skip to content

<

F.C.C. - Unhais da Serra

A cache by herminios Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/16/2011
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:








                                            



História  

A existência da população no território desta Vila é muito anterior ao século XII, julgando-se que nos limites de Unhais da Serra viviam populações pré-históricas, embora não existam vestígios que atestem, apenas as alcantiladas penedias que envolvem uma determinada área da Vila e que certamente serviram de defesa a antigas populações, até porque, a conservação apreciável ou rara da população, pode explicar a sua persistência toponímica.

No seu fértil vale, as mais antigas populações aqui terão construído um primitivo castro, o qual certamente terá sido romanizado. O próprio topónimo Unhais significa povoação velha por excelência. E o acondicionamento espacial da freguesia poderá mesmo estar na origem da persistência toponímica. Escondida entre as grandes dobras da Serra da Estrela, seria natural que aqui se conservasse sempre população. Um vale fértil, onde se encontram variadas nascentes de águas termais, favorecendo a comodidade fixacional, viria a ser explorado aquando da chegada da civilização romana à Península Ibérica.

Unhais da Serra foi criada ou aforada por D. Sancho I em 1186 e incluída no território da Covilhã. Pensa-se que no século XV era um pequeno lugar pertencente à Freguesia do Paúl. Em 1758 era já Sede de Freguesia. No eclesiástico, Unhais é de instituição recente, como transmite o seu Orago, Santo Aleixo, que não foi das mais antigas devoções hispânicas. Ainda no final dos padroados, o Prior do Paúl representava o cura de Unhais da Serra, sendo fundada a paróquia de Santo Aleixo em 1699.

As suas gentes que outrora viveram essencialmente da pastorícia e da agricultura, vivem actualmente da Indústria de Lanifícios e do Turismo.
Cedo se implantaram unidades industriais no Vale de Unhais, devido à força motriz, que dos seus cursos de água se explorava com engenhos hidráulicos.

No dia 11 de Julho de 1985 Unhais foi elevada a Vila.

   



Actualidade

Vila do concelho da Covilhã  com 32,11 km² de área e 1.385 habitantes (2001). Densidade: 43,1 hab/km². A Vila de Unhais da Serra, localizada a uma altitude de 750 metros, situa-se na base da vertente Sudoeste da Serra da Estrela, num vale cavado de origem glaciar, onde corre a ribeira de Unhais que resulta da confluência das ribeiras da Estrela e da Alforfa.

As condições climatéricas da vila, condicionam, fortemente o tipo de actividade agrícola e pastoril, têm um clima muito suave que permite o desenvolvimento de uma vegetação arbórea e arbustiva de grande porte, que torna este local ainda mais ameno. É característico em plena época estival, diariamente, soprar uma aragem vinda da montanha, tornando o clima extremamente ameno.

Unhais da Serra oferece a todos os que o visitam uma excelente hospitalidade, um termalismo de qualidade, uma paisagem deslumbrante com uma montanha que apresenta diferentes encantos durante as várias épocas do ano.

Unhais da Serra, situa-se a 23 Km da sua sede de concelho. A freguesia inicia-se no planalto da Torre aos 1991 metros de altitude, vendo o seu desfecho a uma altitude de 500 metros no lugar das Taliscas.
A freguesia de Unhais da Serra é composta ainda pelos seguintes lugares: Terça, Terra da Senhora e Várzea.

Orago: Santo Aleixo
População: 1385 habitantes
Actividades económicas: Termalismo, lanifícios, serração de madeiras e construção civil
Feiras: Mensal (2ª Sexta-feira de cada mês)
Festas e Romarias: Nossa Senhora de Fátima (3º Domingo de Maio), Dia da Vila (11 de Julho), Semanas Culturais (Julho),                            Nossa Senhora da Saúde (1º Domingo de Agosto), Santo Aleixo (3º Domingo de Setembro) e Festival de                        Folclore
Património cultural e edificado: Edifício do Núcleo de Paramiloidose
Outros locais de interesse turístico: Miradouro do Cruzeiro, Termas de Unhais da Serra e Ribeira de Alforfa
Gastronomia: Trutas, cabrito assado, chanfana, frango corado, arroz-doce, farófias, papas de carolo, leite-creme, filhós,                   bolos de leite e esquecidos
Artesanato: Pintura de cerâmica e azulejos, trabalhos em madeira e tecelagem
Colectividades: Filarmónica Estrela, Grupo Folclórico Etnográfico da Casa do Povo, Rancho Infantil e Juvenil, Zabumba                         Típico, Futebol Clube Estrela, Associação                          de Reformados, Associação Portuguesa de                   Paramiloidose - Núcleo de Unhais da Serra, Associação Cultural e Sociedade de Santo Aleixo, Associação                     Cultural Estrela de Unhais da Serra - Jornal Correio de Unhais e
                  Corpo Nacional de Escutas-Agrupamento 607.

         



Vila termal

Terra de grandes potencialidades turísticas e termais, as Termas de Unhais da Serra, englobadas agora na unidade hoteleira da zona, com águas de natureza sulfúrica sódica, cujas águas correm a uma temperatura de 37º, sendo terapeuticamente indicadas para doenças dos aparelhos circulatório e respiratório, para reumatismo, doenças da pele e síndroma hemorroidário. Estas águas têm como principais propriedades serem moderadamente mineralizadas.

Unhais da Serra viveu a sua grande época turístico termal nos finais do século XIX e princípios do século XX, sendo na altura conhecida como “Pérola da Beira” ou “Sintra da Covilhã”. A conversão da residência do Conde da Covilhã, pelo próprio, no Grande Hotel de Unhais da Serra tendo anexo o “Casino”, com espaçosos salões de dança, bilhares, jogos de vaza e buffets. Contribuiu para o fortalecimento do turismo local, vocacionado na altura para a classe relativamente numerosa de proprietários e industriais têxteis da região.

Actualmente, Unhais da Serra continua a ser considerada uma excelente Vila termal trazendo todos os anos a Unhais da Serra centenas de turistas. Para além das termas existem outros locais, que pela sua beleza natural despertam o interesse dos turistas, como a Ribeira da Alforfa e o Miradouro do Cruzeiro.



Beneméritos

A visão futurista do Padre Alfredo Marques dos Santos marcou decisivamente a história de Unhais da Serra. Foi ele que fez o aproveitamento hidroeléctrico de várias ribeiras, construção de barragens e iniciativas industriais.

O projecto do teleférico que ligaria a Vila de Unhais à Torre, infelizmente não passou do papel.

Neste contexto, a 25 de Abril de 1930 foi fundada pelo mesmo "A Penteadora", uma unidade fabril completa e moderna, a laborar com cerca de 500 trabalhadores.

Esta fábrica nasceu da vontade do Padre Alfredo em melhorar as condições económicas e sociais da paróquia de Unhais da Serra, através da criação de uma empresa destinada a lavar e pentear as lãs dos inúmeros rebanhos existentes na região e que constituíam a sua principal fonte de riqueza.

Dr. Amândio Martins Leitão nasceu a 15 de Janeiro de 1906 em Aldeia do Bispo - Penamacor exerceu a sua actividade nesta freguesia de 1935 a 1994 como médico de clinica geral, oftalmologista e director das Termas de Unhais da Serra.

A cache

Esta é uma cache da série F.C.C. (Freguesias do Concelho da Covilhã) que irei publicar para que assim possais conhecer um pouco melhor as povoações do concelho.

Ter em conta que em cada uma delas irá aparecer um algarismo no interior da cache que vos permitará chegar a uma bónus cache no final da série.

Para encontrarem a coordenada final desta cache teram que realizar algumas tarefas que vos irão ser pedidas:

1 - Depois de estacionarem no ponto sugerido cheguem junto do monumento com o busto dum grande benemérito da Vila de Unhais da Serra, o Pe. Alfredo Marques dos Santos, e aí apontem o ano da homenagem da freguesia.
Isto será o valor "A".

2- Tomem agora a direcção da Igreja Matriz em honra Santo Aleixo e sigam subindo pela Rua da Levada até à Casa Museu do Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Unhais da Serra que foi fundado em 1976, depois de chegar aqui devem anotar o nº. da porta que está por baixo da placa de madeira que identifica a Associação.
Será o valor "B".
Terão percorrido  190m aprox..

3- Continuem subindo a Rua da Levada e no fim virem à direita pela Rua Dr. Amândio Martins Leitão, em frente ao Mercado existe a Fonte dos Burros, aí devem apontar o ano gravado na sua fachada. 
Será o valor "C".
Acumularam mais 60m ao percurso.

4- Prossigam pela mesma Rua e no fim desçam à direita pela Rua Conde da Covilhã até à fonte mais antiga de Unhais da Serra, a fonte do Castelo, depois de estarem no local devem contar o número de bicas da fonte.
Isto será o valor "D".
Andaram mais 190m.


Agora na posse de todos os elementos necessários procedam ao seu cálculo.

F = 2009-A

G = 64-B

H = 1961-C

I = 4-D

 

Soma de controle:  (F+G+H+I) x 3 = 66

COORDENADA PARA A CACHE FINAL SERÁ :   N 40º 15, 8 (F) (G)

                                                   W 007º 37, 4 (H) (I)

Divirtam-se e bom passeio.

Parabéns à prima.

Saudações

nota: levem material de escrita


. . . . free counters
Free counters

Additional Hints (Decrypt)

Whagb nb cbegãb gvene n gnzcn qb cehzb ireqr qn irqnçãb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.