Skip to Content

This cache has been archived.

DannySSA: Infelizmente e na impossibilidade de fazer a sua devida manutenção... Chega ao fim o ciclo desta bela cache. Parabéns a todos os que conseguiram e tiveram o prazer de a encontrar.
Boas cachadas!

More
<

Nicho de Serra de Santo António

A cache by DannySSA Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/15/2012
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


- Não é necessário levantar/pegar ou mexer em qualquer pedra que se encontra junto ao Nicho!
- Não está no alecrim!
- Não entrem na propriedade privada!!
- Tenham especial cuidado com e no manuseamento desta cache e deixem-na exactamente como e onde a encontraram!!

Nicho

RESENHA HISTÓRICA
A Freguesia da Serra de Santo António está localizada a noroeste do concelho de Alcanena, inserida no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, com uma paisagem singular no concelho face à utilização da pedra na divisão das propriedades rústicas e bem assim na construção/reconstrução da habitação. Oferece, todavia, àqueles que a visitam locais de lazer apetecíveis!! Destaca-se ainda, claramente, pelas particularidades da sua paisagem, situada num planalto que o homem compartimentou com muros de pedra solta, consequência da atividade de despedrega, indispensável à tentativa de conseguir solos agricultáveis, e que lhe dão, atualmente, um aspeto tão característico. Mantém como factores de subsistência a olivicultura (azeite produzido na área, considerado do melhor do país) e a criação de gado bovino, existindo ainda indústria têxtil, designadamente malhas e uma indústria de lacticínios, estabelecimentos comerciais vários, oficinas, agências bancárias e de seguros, artesanato e outros. Face à proximidade das Grutas de Santo António está servida de vários estabelecimentos de hotelaria e similares. A grande riqueza geomorfológica da Serra de Santo António inclui as “pias”, como são designadas localmente os reservatórios de águas pluviais, resultantes da progressiva dissolução do calcário, de que o “barreiro” é um excelente exemplo dada a sua dimensão, muito superior às que geralmente se encontram no Maciço Calcário Estremenho. Por oposição a esta riqueza geológica está a extrema escassez da vegetação da Serra apenas algumas oliveiras e espécies rasteiras. As origens do povoamento nesta área são antiquíssimas como atestam os achados da estação paleolítica do Casal do Estácio, situado à entrada da povoação de Santo António, nos contrafortes da Serra, junto às ruínas de uma casa que a população local atribui aos “mouros”, foram encontrados, na década de 40 peças em sílex que os estudiosos que se dedicaram ao seu estudo designam, com algum cuidado devido ao estado e ao reduzido número dos materiais encontrados, do taiacense e mustieróide. A esta origem tão antiga da presença do Homem na Serra não é estranha a existência de numerosas grutas e abrigos naturais. Quanto à documentação escrita, a mais antiga referência conhecida sobre esta freguesia da serra de Santo António, é o documento que refere que em 1560 habitavam a Pia Carneira Lopo João e sua mulher Águeda Maria, que aí mandaram construir uma capela em honra do Divino Mártir S. Sebastião, para agradecerem o refúgio ali encontrado quando andavam fugidos à justiça régia. A designação de Serra de Santo António não surge senão muito recentemente, anteriormente o local era designado por Penedos Altos, a Corografia Portuguesa do Pe. António Carvalho da Costa designa-o como Santo António dos Casais da Serra. A atual designação surge pela primeira vez na resposta do pároco de Minde aos Inquéritos de 1758, que refere o lugar, a sua ermida e uma população de cerca de 295 pessoas e 73 fogos. No ano de 1903, a Serra de Santo António contava já com 600 habitantes e 150 fogos. O reconhecimento deste crescimento e desenvolvimento deste lugar da freguesia de Minde é feito com a desanexação e criação de freguesia civil própria, em 26 de Abril de 1918, a sua paróquia foi criada em 19 de Agosto de 1922. Dos anais da freguesia consta ainda a presença de duas figuras fundamentais na história da freguesia, mas cuja importância lhe ultrapassa os limites, os frades franciscanos Frei José e Frei Manuel da Conceição. Frei José da Conceição, filho da Serra de Santo António, que seus pais haviam destinado à pastorícia, cedo se lhe declarou a vocação para a vida religiosa que inicialmente a família contrariou, atitude que o obrigou a sair de casa e entrar no convento do Varatojo, onde professou e se instruiu. Quando se deu a extinção das ordens religiosas, Frei José com um seu companheiro, Frei Manuel da Conceição, juntam as pratas do convento e escondem-nas à espera de ver como evoluía a situação permanecendo no convento até à Portaria de 2 de Novembro de 1833 que os priva do direito de permanecer no convento, restituindo-as então perdidas que estavam todas as ilusões de alteração da situação e se refugiaram na Serra. Após a morte do companheiro em 1875 regressa ao Varatojo onde, desde 1861, alguns companheiros se haviam voltado a reunir, tendo aí vivido até ao dia do seu falecimento em 1886 com 84 anos de idade. Por sua vez Frei Manuel da Conceição nasceu no Cartaxo e levou nos seus primeiros anos uma vida despreocupada e um tanto leviana, sem qualquer inclinação religiosa, até que um dia estando em Santarém, acompanhou o Sagrado Vinhático a um moribundo, apresentando-se no dia seguinte no convento do Varatojo, dedicando-se a partir desse dia de alma e coração aos estudos e à penitência para alcançar o perdão dos seus desvarios. Quando se deu a extinção das ordens, vestiu-se de criado e foi para Évora conduzir uma carroça, até que, aborrecido dessa vida, se resolveu a procurar o seu amigo Frei José, na Serra. Assim reunidos na serra de Santo António vão levando as suas vidas nesses difíceis tempos. A dada altura Frei Manuel resolve pôr os seus conhecimentos à disposição de quem quisesse aprender. O número de alunos cresceu de tal forma que em pouco tempo já não podia cumprir a tarefa sozinho, pelo que Frei José se lhe junta nessa obra. A sua escola alcançou grande celebridade e numerosos alunos, indo muitos deles dali para a Universidade e outros para a vida religiosa, espalhando-se pelas dioceses da região. Permanece ainda hoje na Serra de Santo António o edifício da escola. Atualmente a economia da freguesia baseia-se na criação de gado bovino, na olivicultura, na produção de figos e forragens e na indústria têxtil (confeção de malhas). Das atividades artesanais tradicionais na freguesia destaca-se o fabrico de queijo, de mantas de retalhos e tapetes, que merecem cada vez maior interesse por parte da população local. A antiga capela que existia na serra de Santo António foi demolida, tendo sido erguida em 1907 a atual igreja.

Additional Hints (Decrypt)

CG:
Zhvgn pnyzn r nythz phvqnqb! (Qrintne fr inv nb Ybatr)
NGRAÇÃB: Cnen rapbagene n pnpur aãb é arprffáevb yrinagne/zhqne bh zrkre rz dhnydhre crqen dhr fr rapbagen whagb nb Avpub! Gnzoéz aãb rfgá ab zrvb qbf neohfgbf (Nyrpevz)!!
NTENQRÇB DHR ERFCRVGRZ RFGR CRQVQB RZ CEBY QN VAGRTEVQNQR QB AVPUB!
-
Rz pnfb qr qúivqn/arprffvqnqr qr UQ, yvthrz:
914674322 (Qnaal)
-

VAT:
Or pnyz naq unir fbzr pnhgvba! (Fybjyl tbrf Sne)
ABGR: Gb svaq gur pnpur vf abg arprffnel gb yvsg / zbir be fgve nal fgbar gung vf arkg gb Avpub! Arvgure vf va gur ohfurf (Ebfrznel)! CYRNFR ERFCRPG GUVF BEQRE VA SNIBHE BS GUR VAGRTEVGL BS GUR AVPUB!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

284 Logged Visits

Found it 259     Didn't find it 1     Write note 6     Archive 1     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 5     Publish Listing 1     Owner Maintenance 5     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 20 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.