Skip to content

Praia de Belinho Traditional Geocache

Hidden : 03/08/2012
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Praia de Belinho

História

Palavra Belinho vem do genitivo Belini, do nome próprio Belinus. Tudo isto nos leva a supor que os romanos do Lácio tenham povoado estes sítios.

A Igreja Paroquial foi construída em 1897, mas em 1922 e 1925 sofreu diversas obras.

Da antiguidade de Belinho falam documentos a partir de 1135, data em que D. Afonso Henriques doou, ao arcebispo de Braga, D. Paio Mendes, a Igrepa de S. Félix de Belínio, com todos os direitos que lhe pertenciam.

As inquirições de 1220 mencionam Belinho como “freguesia de Sanfins de Belio”; as de 1320, como “Ecclesia Sancti Felicis de Belin” no território do arcediagado de Neiva. Em 1400 aparece como “San Fizz de Belinho”, e em 1528 como “S. Finz de Velinho anexa ao Cabido de Braga”. Em 1749 aparece já com o orago e a designação actuais: S. Pedro Fins de Belinho.

Eis porque o primitivo orago da freguesia parece ter sido S. Félix, nome que mais tarde, por corrupção, passou a denominar-se S. Fins e depois S. Pedro Fins.

O vigário era da apresentação da Sé de Braga e tinha de côngrua 1800 réis o que, com os restantes rendimentos paroquiais, perfazia anualmente o total de 150 000 réis.

Em Belinho temos as capelas de: Nossa Senhora da Guia, Santo Amaro e Capelas da Via Sacra. No conhecido monte Castro, vêem-se interessantes penedos com perfurações, cavidades, nichos e grutas, o que permite supor que aqui habitaram antigos povos. Este monte inóspito parece ter sido o miradoiro de uma obscura povoação pré-histórica. Do alto desse picoto ou cerro, de acesso áspero, revela-se uma encantadora panorâmica sobre a amplidão do Oceano. Aí se encontravam ruínas das moradias circulares e vagos vestígios da cerca defensiva da povoação castreja.

Neste monte também existem muitos vestígios da exploração de granitos e trabalhos de cantaria dos anos 50 e 60.

Nas suas veigas férteis, eram produzidos todos os tipos de horticultura, de uma maneira muito especial a célebre “pranta” de Belinho, que era comercializada nas feiras de Ponte de Lima, Viana do Castelo, Barcelos, Braga, Vila do Conde e Famalicão.

Actualmente ainda existem alguns terrenos onde se mantêm o cultivo dessa espécie, principalmente na zona da Malhada, localizada a Norte da freguesia.
Fonte: Junta de Freguesia de Belinho

A Cache

A cache é um container entre o nano e micro.

Não contem material de escrita.

Não é necessário sair do passadiço.

Aproveitem para disfrutar da paisagem e tirar umas fotos para mais tarde recordar.Se possível publiquem aqui as fotos. xD

Não publiquem fotos da Cache.

Obrigado. Boas cachadas.

Flag Counter


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Craqhenqn, qronvkb qb cnffnqvçb, qb ynqb abegr. qbf geêf cbfgrf ab qb zrvb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)