Skip to content

This cache has been archived.

Bitaro: Caro brandao1965,
Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

More
<

Quinta da Estribeira

A cache by brandao1965 Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/17/2012
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

Quinta da Estribeira

A Quinta da Estribeira data do fim do Sec XVII princípios do Sec XVIII. Nos registos vem referido, Dom Frei João Souto Maior, como um dos seus primeiros proprietários.

Resistiu ao terramoto de 1775, e vem referida no livro “A morte do Rei” da autoria da Drª Margarida Palma.

A parte urbana teria sido edificada por um Contador Mor da Índia, o qual privilegiou a utilização de madeiras nobres, nomeadamente, Casquinhas, Picospain, e Sucupiras.

Mais tarde, veio a pertencer a um Estribeiro Mor do Reino, que à época era o responsável pelas carruagens e cavalos do Rei. A sua estratégica localização, junto ao Cacem, permitia-lhe estar à meia distância, entre o Palácio de Queluz – Residência Oficial do Rei, e o Palácio da Vila em Sintra – Residência de férias e veraneio do Rei. Pensa-se, que o nome de Estribeira, tem origem no Estribeiro Mor tendo ocorrido uma perversão linguística, uma vez que sendo Estribeiro do género masculino, Estribeira assimilou o género feminino, por associação a Quinta, que é naturalmente feminino.

Em 1946 foi a propriedade adquirida pelo avô do actual proprietário, o qual em 1996 assumiu a sua posse. Foi ainda neste ano, que se iniciaram ciclópicas obras de recuperação e restauro, com total e integral respeito pela arquitectura base, e materiais aplicados. Evitando-se assim a perca total deste histórico edifício, o qual se encontrava em adiantado estado de degradação.

Aquando da realização das obras, e atendendo à inata paixão do seu proprietário por cavalos, foi a parte rural orientada para uma vertente de cariz desportiva, tendo como base o cavalo.

Assim, para alem da transformação das velhas vacarias e pocilgas em modernos estábulos com música ambiente 24 horas por dia, para solípedes, construiu-se de raiz um picadeiro coberto 60 x 20 por 10m de altura, com zona de trabalho 40 x 20, e para não o descaretrizar, com o conjunto edificado existente, foi o mesmo coberto com telha de barro vermelho. 


A cache é de tamanho Micro e só contêm o Logbook.


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Aãb é hz cáffneb, arz é hz avaub, znf rfgá ab "Prqehf".

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.