Skip to content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx#cachemaintenance :

[quote]
Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. [/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77][i][b]Work with the reviewer, not against him.[/b][/i][/url]

More
<

#11 Power Trail do Lima - Carvalhal

A cache by cagaNAcunca team & cagaNAcriba Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/06/2012
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

#11 Power Trail do Lima - Carvalhal

Powertrail do Rio Lima

Esta cache está inserida no Powertrail do Rio Lima: um percurso pela Ecovia do Rio Lima (Troço dos Açudes) que se estende ao longo da margem esquerda do rio, unindo as duas Vilas Minhotas de Ponte de Lima a Ponte da Barca, numa extensão de cerca de 16 km.

O percurso caracteriza-se pelos vários açudes e moinhos ao longo do rio, onde pode encontrar igualmente vários tipos de containers em locais totalmente diferentes. Desfrute plenamente deste passeio, em BTT ou a Pé, uma vez que é interdita a circulação a automóveis e motociclos.

Um agradecimento muito especial ao Fernando Rei por me ceder todo o trabalho por ele antes feito!:D

Carvalhal

Carvalho:árvore de grande estatura, porte erecto e longevidade. Forma extensas florestas – carvalhais – e é das espécies florestais mais importantes.

Também chamada de glande, a bolota é um fruto seco. Contém uma semente no seu interior. Esta é formada por pericarpo – tegumento castanho envolvendo o embrião – formado por cotilédones, radícula e caulículo finalizado por uma gémula.

Cotilédones, carregados de amido, são nutritivas e usadas pela planta como reservas, para desenvolver a radícula e a gémula, especialmente se a glande estiver em solo húmido e num ambiente iluminado. A radícula sai da extremidade da glande, enterrando-se no solo. O caulículo dirige-se para cima e a gémula origina um novo caule. Como os cotilédones ficam no chão, esta germinação é hipógea. A planta pode ainda continuar agarrada à glande durante dois anos, esgotando as reservas. A raiz ramifica-se, formando um gavião (raiz principal) que originará as raízes secundárias, assegurando uma boa fixação e absorção de nutrientes. Esta é ampliada pela simbiose entre o carvalho e filamentos (hifas) de fungos – formando micorrizas. O caule desenvolve-se no ar, alonga-se, ramifica-se (devido ao abrolhamento dos gomos terminais e axilares) e engrossa, formando um vigoroso tronco (de vinte a vinte e cinco metros de altura) com uma poderosa copa no topo. O diâmetro do tronco (que pode atingir até sete metros) é consequência da junção de dois meristemas laterais: câmbio (entre a parte lenhosa e a parte liberina, que contribui para o crescimento interno, formando lenho; para o lado externo forma líber secundário) e câmbio suberoso (casca ou zona cortical). Daí o aparecimento de círculos concênctricos.

A armadura lenhosa e sólida constitui a madeira secundária que suporta a árvore. Nalguns climas o desenvolvimento interrompe-se no Inverno; explode na Primavera e diminui no Verão e Outono. O câmbio suberoso é responsável pelas formações secundárias, como a cortiça. As camadas periféricas (líber e cortiça, por exemplo) são a casca, que se divide, distende e fendilham devido às pressões interiores, à medida que envelhece.

O seu crescimento é lento, prolongando-se por algumas centenas de anos.

É uma árvore de folha caduca e passa por repouso durante o Inverno. Com o regresso da Primavera vêm novas folhas e desenvolvimento (contudo, outras espécies da família do carvalho têm as folhas persistentes, como os sobreiros). Aos quarenta anos inicia a sua floração, repetindo todos os anos. Tem muitas flores masculinas e femininas, todas diminutas e esverdeadas. Cada flor feminina pode originar uma glande.

Contudo, ao fim de longos anos, deixa de crescer e prossegue com pequenas florações e frutificações de sementes. Aproxima-se o seu fim. As raízes deixam de absorver o necessário ao seu crescimento e manutenção; a copa não expõe grande parte das folhas ao sol e o tronco não pode suportar cargas cada vez maiores. Pior alimentada, é alvo de fungos e outras infestações que a debilitam, perfurando-lhe o tronco, transformando-o em celulose sem resistência. Acaba por tombar, vencido pelos anos



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

An fbyn qb Fncngb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.