Skip to Content

This cache has been archived.

luisconstantino: Arquivada.

More
<

Base Naval de Ponta Delgada

A cache by luisconstantino Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 1/25/2013
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Base Naval de Ponta Delgada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
 
 

Base Naval de Ponta Delgada (Naval Base 13 – Mid-Atlantic Naval Base Ponta Delgada) foi criada em meados de 1917 pelos Estados Unidos da América, no contexto do esforço da Grande Guerra, como ponto de reabastecimento de combustível e víveres e como local de reparação de emergência para os navios americanos que cruzavam o Atlântico. Com o crescer da guerra submarina, a base também assumiu um importante papel de protecção aos navios que navegavam na zona.

A Base consistia num conjunto de instalações no porto de Ponta Delgada, que incluíam o recentemente demolido Hangar da Marinha, algumas batarias de defesa costeira instaladas na Mãe de Deus e em Santa Clara, e o comando naval instalado na residência dos Hickling (hoje o Hotel São Pedro). Na fase inicial o pessoal militar americano ficou alojado em tendas instaladas na antiga Mata da Doca, em Santa Clara.

Aquando da sua instalação a Base foi visitada pelo Sub-Secretário da Marinha dos Estados Unidos, Franklin Delano Roosevelt, depois Presidente dos Estados Unidos.

A base teve como primeiro e único comandante o contra-almirante Herbert Owar Dunn que justamente se celebrizou no apoio à população civil durante a epidemia de gripe que grassou na ilha de São Miguel no inverno de 1918 (matou mais de 2000 pessoas, na maioria jovens).

Na manhã de 4 de Julho de 1917 a Base foi bombardeada por um submarino alemão que se havia aproximado do molhe do porto. O ataque foi repelido pelo fogo do navio auxiliar americano U.S.S. Orion que se encontrava surto no porto para reparações. Do ataque resultou a morte de uma jovem na Fajã de Baixo e danos ligeiros em algumas habitações.

Para além de uma companhia de fuzileiros navais (Marines) com cerca de 200 homens (11 oficiais e 188 sargentos e praças), a Base Naval de Ponta Delgada alojou um destacamento de submarinos americanos e uma esquadrilha de hidroaviões, os primeiros a ser enviado para fora dos Estados Unidos (Outubro de 1917) para participar na Grande Guerra.

Reconhecendo a importância geo-estratégica dos Açores para a segurança da travessia do Atlântico entre a América e o Mediterrâneo, foram enviados para Ponta Delgada quatro submarinos da classe K (USS K-1 (SS-32), USS K-2 (SS-33), USS K-5 (SS-36) e USS K-6 (SS-37)), apoiados pelo navio de suporte a submarinos USS Bushnell (AS-2) com o objectivo de criar uma zona de exclusão de navio inimigos com 300 milhas náuticas de raio, centrada em Ponta Delgada. A força deixou a United States Naval Submarine Base em New London/Groton, Connecticut, a 12 de Outubro de 1917, escalou Provincetown, Cape Cod, Massachussets, e Halifax, Nova Escócia, chegando a Ponta Delgada duas semanas depois. Permaneceu em Ponta Delgada cerca de um ano sem nunca entrar em combate.

A esquadrilha de hidroaviões fazia parte da First Marine Aeronautic Company, tendo sido também a primeira unidade completa de aviação a prestar serviço fora dos Estados Unidos no contexto da Grande Guerra. Comandada pelo capitão Francis T. Evans, a unidade, consistindo de 12 oficiais e 133 sargentos e praças, saiu dos Estados Unidos a 7 de Dezembro de 1917, tendo chegado a Ponta Delgada a 21 de Janeiro de 1918, com a missão de patrulhar as águas em torno dos Açores e colaborar com a força de submarinos na manutenção da zona de exclusão. A esquadrilha operava 10 hidroaviões R-6, 2 hidroaviões N-9, e, mais tarde, 6 hidroaviões pesados HS-2-L. A esquadrilha foi comandada entre 9 de Janeiro e 18 de Julho de 1918 pelo capitão (depois major) Francis T. Evans, e entre 19 de Julho de 1918 e 20 de Janeiro de 1919 pelo major David L. S. Brewster.

Após o termo da guerra, a 10 de Dezembro de 1918, o navio que transportava o Presidente Woodrow Wilson para as conversações de paz na Europa passou frente ao molhe da cidade, sendo saudado pelas tropas da Base.

A Base Naval de Ponta Delgada foi desmantelada em Janeiro de 1919, passando o Hangar da Marinha e parte dos hidroaviões para a posse da Armada portuguesa. A esquadrilha de hidroaviões foi a última a abandonar a Base, recebendo ordem de partida a 24 de Janeiro de 1919. Foram os primeiros aviões a operar regularmente nos Açores.

Enquanto unidade militar de reabastecimento, a Base Naval de Ponta Delgada foi o antecessor directo do actual depósito POL-NATO de Ponta Delgada, sendo a primeira presença militar norte-americana nos Açores (a que se seguiu a criação da Base de Santa Maria (1944-1946) e das Lajes (1946 à actualidade).


Additional Hints (Decrypt)

Zntaégvpn nmhy

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

251 Logged Visits

Found it 219     Didn't find it 21     Write note 4     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Update Coordinates 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 22 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.