Skip to content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

btreviewer
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer
Work with the reviewer, not against him

More
<

Quintas do Carregado- Passado e Presente

A cache by suraf Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 01/31/2013
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
Quintas do Carregado - Passado e Presente

Passado...

As raízes das Quintas do Carregado remontam a 4 grandes quintas - Quinta do Campo, Quinta da Condessa, Quinta dos Cónegos e Quinta de Vale de Flores.

A Quinta do Campo...(N 39º 01.916' W 008º 56.770')

Esta quinta terá sido em tempos talvez a maior Quinta do concelho de Alenquer, fazendo parte do vínculo de Castelo Melhor e aonde estavam anexados os terrenos do Paúl da Ota. Exemplo perfeito de uma quinta de borda de água, vocacionada para a cultura de cereais e criação de gado, as suas instalações, têm as caracteristicas arquitectónicas das construções dos finais do século XIX. Os edificios deste complexo agrícola definem um enorme quadrilátero onde se distinguem, para além das dependências agrícolas, o grande edifício residêncial, a pequena estufa e, no topo oriental, o tentadero e suas dependências. A meio do grande pátio interior destaca-se um monumental chafariz redondo.

Quinta dos Cónegos...(N 39º 02.160' W 008º 58.551')

A Sul da vila de Alenquer, já na planicie que se estende até à margem direita do Tejo, situa-se a antiga Quinta dos Cónegos, que foi cabeça de um morgadio. Em Janeiro de 1745, o arcediago de Lisboa, Estevão de Barros Pereira instituiu, na Quinta de Nª Sª da Conceição, no termo de Alenquer, um vínculo que se manteve até aos meados do século XIX. Ao facto de o instituidor deste morgadio ser um clérigo e irmão de dois outros dignatários da Igreja, D. Francisco de Barros (Cónego da Sé de Lisboa) e Martinho de Barros (da Congregação do Oratório e confessador de D. João V), se deve, com certeza, a designação popular desta propriedade, hoje conhecida como Quinta dos Cónegos.

De entre os edifícios da Quinta a casa senhorial e as dependências agrícolas, destacava-se pela sua dimensão a grande adega e o lagar de quatro varas.


Onde o Pasado e o Presente se cruzam...

Quinta de Vale de Flores...(N 39° 00.897 W 008° 58.990)

Pertenceu esta Quinta a um velho morgadio instituido no segundo quartel do século XVIII. Foi criado este vínculo por Martinho Velho da Rocha Oldenderg, primeiro barão livre de Oldenderg e seu  sogro Manuel Lopes Lobo. A actual Quinta, que se localiza a pequena distância do Carregado, avista-se facilmente à direita da estrada que segue desta localidade para Arruda dos Vinhos. Entramos no grande pátio da Quinta passando pelo portal que se abre na parede virada a nascente. Alargada à alguns anos, este pórtico de arquitectura bem característica, ostenta a pedra de armas da família do antigo morgadio.

A Quinta da Condessa (N 39° 01.242 W 008° 58.417 )

O edifício residencial da primeira, apesar de algumas alterações, preserva as marcas arquitetónicas dos finais do século XVII. Uma Quinta de características ribeirinhas, virada ao Tejo, e com forte vocação agro-pecuária. Um velho caminho, hoje pouco pisado, que saindo do pátio e num traço quase rectilineo se desenha para Sul, até atingir o carril e borda de água, assinala a antiga trilha de acesso e escoamento da produção agrícola da quinta pela via fluvial até Lisboa ou Santarém, antes da construção da Estrada Real e da inauguração do Caminho de Ferro.

Chamou-se outrora Prazo do Mestre e também Quinta do Carregado. O atual nome deriva do facto de ter sido propriedade da primeira Condessa da Lousã, D. Mariana Joaquina de Basto Barém, filha de Luís António de Basto Barém, alcaide-mor da vila de Linhares, que aqui instituíra um morgadio, em 1715. A capela, dedicada a São Sebastião, data de 1669. Foi mandada fazer por Manuel Correia de Meneses Barém e sua mulher, D. Joana de Távora.

Adquirida em 1877 pela família Pinto Barreiros, foi esta quinta sede de uma prestigiada ganadaria, cuja estreia ocorreu em 1931.

Quinta de Santo António

À beira da velha estrada nacional encontra-se a Quinta de Santo António, construído em finais do século XIX, pela família Vaz Monteiro, detentora, também, de uma ganadaria, bastante mais antiga e igualmente prestigiada, estreada em 1848. 

O majestoso edificio desta velha quinta, ainda hoje é, talvez, a construção mais significativa da localidade. A sua fachada actual tem a marca arquitectónica de duas épocas bem distintas: o século XVII, de linhas mais sóbrias e de menor altura, e o século XIX de concepção mais imponente e monumental. Para Sul, estendia-se o antigo jardim do Palácio, concebido dentro dos moldes românticos da época.


O Presente...

Actualmente a Vila do Carregado encontra-se fortemente urbanizada, tendo as grandes Quintas dado lugar a um conjunto de novas e mais pequenas Quintas e pequenos e singelos monumentos representativos da história do Carregado.

A realização desta cache, permitir-vos-á passar não só pelos grandes campos das grandes Quintas como também pelas Quintas actualmente existentes (Barrada, Barrão, Colónia, Lains) e por dois monumentos.

A Praça dos Homens - Neste local onde existiu em tempos uma praça de homens, este era um  espaço onde os patrões estabeleciam a jorna a pagar aos trabalhadores rurais e os contratavam para o amanho das suas terras.

A cache

 

A cache não se encontra nas coordenadas dadas e, não é necessário seguirem a ordem dos waypoints, façam-na como acharem que é mais eficaz :)

Pedimos que sejam discretos na sua busca especialmente durante a semana e tenham cuidado a manusearem a cache, não puxem ou partam o fio que a prende e deixem-na exactamente como encontraram.
 
Obrigada,
Suraf
(Susana & Rafael)
 

 



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Aãb rfgá abf zhebf!

CF: Aãb choyvdhrz sbgbf qn pnpur qr sbezn n cerfreine n fhecerfn :)

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.