Traditional Geocache

Rainha Dona Amélia

A cache by getholdof Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 2/16/2013
In Bragança, Portugal
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Cache Rainha Dona Amélia

na citadela do Castelo de Bragança!

Recomenda-se passeio na Muralha do Castelo, vista à Domus Municipalis, à Torre de Menagem, à Igreja de Sta. Maria, ao Museu Ibérico do Traje e da Máscara e fazer as caches circundantes ao castelo.
Boa visita e Boas Cachadas!

getholdof



Rainha Dona Amélia

Dona Maria Amélia Luísa Helena de Orleães (28/09/1865 — 25/10/1951) foi a última Rainha de Portugal.
Durante a vida, D. Amélia perdeu todos os familiares diretos: defrontou-se com o assassinato do marido, o Rei Carlos I, e do filho mais velho, D. Luís Filipe (Regicídio de 1908); vinte e quatro anos mais tarde, recebeu a notícia da morte do segundo e último filho, o futuro Rei Manuel II; e também ficou de luto com a morte de sua filha, a Infanta D. Maria Ana de Bragança, nascida em um parto prematuro.
Foi o único membro da família real portuguesa exilada após a implantação da república - facto ocorrido a 5 de outubro de 1910 - que visitou Portugal em vida, bem como o último membro a morrer, aos oitenta e seis anos. Viveu sofridas décadas de exílio, entre Inglaterra e França, onde aguentou a II Guerra Mundial (1939-1945).

Esta frase estava entre as suas últimas palavras:

"Quero bem a todos os portugueses, mesmo àqueles que me fizeram mal."

informação retirada de wikipedia.pt


Castelo de Bragança

Arquitetura militar, medieval. Castelo gótico com barbacã, e cerca da vila, no interior da qual se desenvolvem os primeiros, construídos em alvenaria de xisto, com elementos estruturais da torre de menagem e vãos em cantaria de granito, parcialmente reconstruídos no séc. 20, segundo vestígios e elementos existentes. O castelo tem planta trapezoidal, composta por quatro alas desenvolvidas à volta de pátio central, uma delas já desaparecida, com torres nos ângulos e com a torre de menagem na face exterior da ala virada à vila, envolvido por barbacã com possantes cubelos semicirculares, formando quase tambores. A barbacã possui largo adarve protegido por parapeito ameado, com ameias de corpo largo, acedido por escadas estruturadas na espessura dos muros e é rasgada por troneiras, algumas cruzetadas, formando amplos nichos para o interior, onde os cubelos são cobertos por abobadilhas de tijolo. Do castelo, destaca-se a torre de menagem, larga e alta, por conciliar zona residencial, rematada em parapeito ameado, com ameias de corpo largo, integrando troneiras cruzetadas e balcão com mata-cães para bater a porta de entrada. Esta situa-se em plano elevado, em arco apontado biselado, abrindo-se nesta e nas outras fachadas seteiras e vãos apontados biselados, sendo dois do último piso maiores e mainelados. No interior, possui espaço retangular à volta da qual se desenvolvem as escadas de cantaria de ligação às salas, com tetos de madeira, e vãos em arcos apontados biselados, possuindo abaixo do piso da entrada cisterna quadrangular e sala em L., coberta por abóbada. Do castelo e respetivo paço do alcaide, subsistem dois cubelos, um quadrangular e outro já ultra-semicircular, interligados por muralha com janela em arco; uma torre quadrangular, com seteiras, janelas retilíneas e várias portas, que eram acedidas diretamente pela demolida ala E. do paço, a qual tinha arcada, desenhada por Duarte de Armas e cujo arranque ainda é visível; e um postigo. A cerca da vila tem planta circular irregular, adaptada à morfologia do terreno, composta por muralhas reforçadas por 15 torres ou cubelos, de diferentes formas e normalmente mais altas que as muralhas, de paramentos aprumados, rematados em parapeito ameado, com ameias prismáticas de remate piramidal, de corpo largo. Interiormente a muralha é circundada por adarve largo acedido por escadas estruturadas na espessura da muralha. Possui duas portas, em arco de volta perfeita, entre cubelos prismáticos, interligadas pela via estruturante da urbe, sendo a porta principal flanqueada por dois cubelos prismáticos e reforçada por barbacã, ambos representados nos desenhos de Duarte de Armas. A cerca integra ainda a SO. uma couraça para proteger uma fonte de abastecimento de água, o poço do rei, e, quase a O., uma alta torre com faces exteriores de secção semicircular ao centro.

informação retirada de monumentos.pt


A cache

A cache está situda  no percurso pela muralha do castelo, o qual aconselho a todos!
É actualmente a única Cache do interior das muralhas do Castelo de Bragança.
Recomenda-se a todos, pedindo apenas que respeitem o espaço e ajudem a preservar o Património.

NOTA: A cache tem abertura fácil no topo, pf não descolem a fita isoladora!

Boas cachadas!
getholdof



Additional Hints (Decrypt)

Rz seragr n "B Anirtnqbe".
Ncebirvgn r snm P.V.G.B.
*B pbagnvare grz noreghen sápvy, cs aãb qrfpbyrz n svgn vfbynqben*

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

740 Logged Visits

Found it 713     Didn't find it 6     Write note 5     Publish Listing 1     Needs Maintenance 9     Owner Maintenance 5     Update Coordinates 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 148 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 5/27/2017 6:33:40 AM Pacific Daylight Time (1:33 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum