Traditional Geocache

Água Fria...

A cache by jorgeorge (adopted by André&Paulo) Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 2/10/2013
In Lisboa, Portugal
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A porta está aberta, sejam bem vindos!

15/05/2001 - Em vez de rodar uma torneira, o primeiro-ministro vai hoje carregar no botão que, simbolicamente, fará entrar água nas tubagens do Adutor da Circunvalação, em Castanheira do Ribatejo. No entanto, o gesto de António Guterres vai ser mesmo só para a fotografia. A chamada "CREL da água", a nova conduta de abastecimento à Grande Lisboa, já está a funcionar em pleno há três semanas, distribuindo cerca de 240 mil metros cúbicos de água por dia pelos concelhos de Loures, Sintra, Amadora, Oeiras e Cascais.
 

 
O investimento da EPAL (Empresa Portuguesa de Águas Livres) rondou os 25 milhões de contos e deverá acabar com os Verões "secos" a que estes cinco concelhos já se habituaram. "As situações de falta de água prolongadas são para esquecer", garante o porta-voz da empresa, Joaquim Fitas. O novo adutor, classificado pela EPAL como "a primeira grande obra do século XXI, que dará continuidade às quatro grandes obras do passado" - aquedutos das Águas Livres, do Alviela e do Tejo, e Adutor de Castelo de Bode -, tem uma extensão de 48 quilómetros e vai proporcionar "melhorias significativas" no abastecimento de água aos concelhos da Grande Lisboa, num total próximo dos dois milhões de habitantes. Esta "CREL" - pegando na designação rodoviária da Circular Regional Exterior de Lisboa - tem início no chamado Recinto de Vila Franca (na freguesia de Castanheira do Ribatejo), onde foi construída uma nova estação elevatória orçada em cerca de 1,4 milhões de contos. Estende-se depois pelos concelhos de Vila Franca, Loures, Lisboa e Amadora até chegar ao reservatório final, instalado junto à povoação de Vila Fria, em Porto Salvo, concelho de Oeiras. Nas palavras de Joaquim Fitas, o Adutor da Circunvalação permitirá "reforçar a segurança e a fiabilidade dos actuais sistemas de abastecimento", bem como "aumentar a capacidade de transporte de água, passando a entregar directamente a água aos concelhos limítrofes, sem que esse caudal passe pela rede de distribuição da cidade de Lisboa". Eliminam-se assim as incontornáveis perdas nas condutas - que em alguns concelhos atingem os 30 por cento, mas cuja média na região rondou, em 2000, diz a EPAL, os 17 por cento. Sempre que haja uma ruptura, o abastecimento às zonas ocidentais da região já não é afectado. Até aqui, a água era conduzida para o reservatório de Telheiras, seguindo daí depois para os outros concelhos por duas condutas, uma na direcção de Loures e outra, que só se ramificava alguns quilómetros mais à frente, para Amadora, Sintra, Oeiras e Cascais.  
 

 
A nova conduta poderá transportar até cerca de 410 mil metros cúbicos de água por dia, em regime misto (elevatório e gravítico), capacidade que só deverá ser utilizada em pleno Verão, quando o consumo na Grande Lisboa dispara. "Em 2000, houve dias em que a EPAL distribuiu 820 mil metros cúbicos, utilizando a última parte do adutor que já estava concluída [Santo António dos Cavaleiros-conduta da Costa do Sol] e levando ao limite os adutores do Tejo e de Vila Franca de Xira-Telheiras", explica o porta-voz da empresa. A abertura do Adutor da Circunvalação permitirá também estabelecer programas regulares de manutenção e reabilitação nestes dois adutores e no do Alviela, sem que essas intervenções condicionem o abastecimento à região. A "CREL da água" foi sempre apresentada pela EPAL como a solução para os problemas de abastecimento. Garante a empresa que está projectada para responder às necessidades do aumento populacional, estimado em 15,6 por cento nos próximos 20 anos. Para ajudar a fornecer ao adutor os 410 milhões de litros de água por dia, foram reforçadas as captações do Tejo e da estação de tratamento de Vale da Pedra, e será construída uma nova conduta a partir da albufeira de Castelo de Bode Agora que a "CREL" está terminada parecem acabar as justificações para as faltas de água constantes no Verão. No entanto, o cenário pode não ser bem assim. Os reservatórios são poucos, as redes municipais de distribuição estão velhas e a manutenção nem sempre é suficientemente cuidada. Segundo Joaquim Fitas, os municípios "têm respondido ao esforço da EPAL melhorando a sua capacidade de recepção e armazenamento", mas as redes internas, incluindo as ligações entre os vários reservatórios, são por vezes deficientes. Apesar do investimento de 25 milhões de contos na nova infra-estrutura - a que se somarão, até 2005, mais 40 milhões em outras obras -, a EPAL garante que não irá reflectir os seus gastos nas facturas dos consumidores. "Comparativamente a 1993, os preços de hoje estão sete por cento mais baratos, pelo que irá haver uma tendência para a actualização, mas nunca em função do investimento. Até porque o aumento do consumo irá, com certeza, compensar os gastos", afirma Joaquim Fitas. in http://www.publico.pt/local/noticia/crel-da-agua-ja-abastece-grande-lisboa-23061

Additional Hints (Decrypt)

CG- Whagb à cbegn, qb ynqb qvervgb
RA- Arne gur qbbe, evtug fvqr

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)

 

Find...

122 Logged Visits

Found it 106     Didn't find it 5     Write note 4     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Owner Maintenance 2     Update Coordinates 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 33 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 3/11/2017 7:17:16 AM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (3:17 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum