Skip to content

IRMÂNIA Traditional Cache

This cache has been archived.

Bitaro: Olá hrcsimoes,
Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

More
Hidden : 04/27/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

O Santuário da Senhora do Carmo é um lugar ermo, mas pleno de vida silvestre, e com um belo enquadramento na natureza, que remete para o recolhimento e a contemplação.
Estas são as ruinas de um mosteiro que o pároco da Marmeleira o P. Sebastião do Monte Calvário, quis fundar, no fim do Séc. XVI. na sede da sua freguesia, consagrado a Nossa Senhora do Carmo e destinado a albergar religiosas carmelitas.

Ainda hoje persistem a noroeste do povoado, as casas que edificou e onde gastou toda a sua fortuna.
A freguesia da Marmeleira pertencia ao pleno domínio dos donatários dos direitos reais na vila de Mortágua, onde detinham a plena posse definitiva e hereditária, das terras cultas e incultas e soberania plena sobre os moradores.
Sendo donatário da vila, D. Sancho de Noronha, detentor do padroado da igreja, não permitiu que o padre aplicasse as rendas da igreja matriz, para sustento do mosteiro.
Assim, o padre instituiu irmandade que em pouco tempo reuniu grande número de irmãos.
Poderá ter sido a partir da irmandade criada pelo padre Sebastião, cujos objetivos eram da caridade e serviços piedosos que poderá explicar-se o nome dado à povoação da Marmeleira, Vila da Irmânia.
O local é visível da estrada municipal 591, cuja berma pode albergar 1 a 2 veículos. O trajeto pode ter erva alta, mas não tem piso irregular. O local apresenta ruínas, pelo que se deve ter cautela e não ferir a estrutura do edifício. Em tardes solarengas pode surgir fauna diversa!

Additional Hints (Decrypt)

Nb pvzb qnf rfpnqnf, à rfdhreqn, ab puãb. Crqen dhr qbezr.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)