Skip to content

<

Alviobeira - Tomar

A cache by nanorato Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/02/2013
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Freguesia de Alviobeira



Alviobeira ou Albiobeira é uma freguesia portuguesa do concelho de Tomar, com 8,57 km² de área e 623 habitantes (2011). Densidade: 72,7 hab/km².



Foi integrada no município de Tomar a partir de 1855, pelo Decreto-Lei de 24 de Outubro. Até essa data pertencia ao concelho de Ferreira do Zêzere e do mesmo ano, passou definitivamente a pertencer a Tomar.

Esta freguesia situa-se no extremo norte do município de Tomar, fazendo fronteira com a extensa freguesia de Casais e as freguesias de Igreja Nova, Pias e Chãos, do município de Ferreira do Zêzere.

Constituída pelos seguintes lugares

Alviobeira, Benfica, Casal Velho, Ceras, Chão de Eiras, Freixo, Manobra, Nexebra, Portela de Nexebra, Quinta do Paço, Ribeira de Ceras, Toco, Valada, Vale Carneiro e Ventoso.

Dos monumentos assinalados como património cultural e edificado, destacam -se com maior ênfase, três:
  • Igreja Matriz da freguesia é um templo arquitectonicamente comum à região, possui uma só nave, de tecto de madeira de três planos, coro sobre as colunas, uma capela-mor coberta. Os retábulos de talha têm um valor relativo, muito menor do que os azulejos azuis e amarelos (oitocentistas), tem um púlpito de cálice, renascentista, com varanda de balaustres. É riquíssima em imagens sagradas: S. Brás, Santo António, Santíssima Trindade, S. Francisco, Santo Antão, S. Pedro - orago da freguesia, S. Gregório, entre outros. A igreja foi alvo de profundas obras de restauro nos últimos dez anos, dinamizadas pelo pároco Padre Mário, que a modernizaram e deram um ambiente mais acolhedor, tanto interior como exteriormente.
  • A ermida de Nossa Senhora da Ajuda situa-se em Ceras. É um templo modesto, com duas galilés laterais, no interior existe um altar-mor e dois laterais e junto ao da Epístola está uma lápide que indica António Medeiros Leitão como fundador da capela em 1755. No trono do altar-mor, existe uma imagem de Nossa Senhora da Ajuda, pintada e estofada. É um templo interessante do ponto de vista arquitectónico.
  • A ermida de Santa Luzia, que se situa numa pequena localidade chamada Ventoso. Este templo aldeão é pequeno e é marcado pela imagem do seu orago, uma escultura de pedra do século XVII, que mede aproximadamente 0,705 metros.
Foi objecto de obras de restauro no ano de 2005.

O seu orago é S. Pedro.

Actividades económicas

 Indústrias, serralharia civil, oficinas automóveis de pintura e bate chapas no lugar do Freixo, o lugar mais industrial da freguesia; transformação de madeira, agricultura, pequeno comércio, construção civil e pecuária.

O antigo lagar de azeite, à entrada da aldeia está em estado excelente de conservação mas mantém-se fechado.

Feiras

 Mercado semanal (Domingo).

Festas e Romarias

Círio de Nossa Senhora do Pranto em Dornes (7ª Segunda-feira após a Páscoa), Festa do Padroeiro (15 de Agosto), Nossa Sra. da Ajuda (8 de Agosto),  S. João no Chão das Eiras (fim-de-semana antes de 24 de Junho) e a festa do Vinho (11 de Novembro). Festa de Santa Luzia, em Ventoso, em Maio.

Património Religioso:

Esta freguesia com uma Igreja matriz cujo padroeiro é S. Pedro pode ser denominada de Alviobeira ou de S. Pedro de Alviobeira.

A paróquia de Alviobeira todos os anos organiza o Círio a Nossa Senhora do Pranto, que se venera em Dornes.

Capela de Nossa Senhora da Ajuda. Este templo localiza-se em Ceras, é antigo e possui um importante recheio artístico.

Capela de Santa Luzia, no lugar do Ventoso.

Capela de S. João Baptista. Este templo localizado no lugar das Eiras, foi construído pela população local, tendo sido inaugurado no ano de 1989.

Património Cultural e Edificado
  • Ponte romana em Ceras.
  • Um solar designado Casa da Eira, em Ceras.
  • Azenhas em Ceras e Pego (Pias).
  • Zona das ruínas do Castelo dos Templários, que existiu até 1158 em Ceras e que foi doado depois por D. Afonso Henriques aos templários que se mudaram depois (1160) para Tomar.
  • Vasta rede de rega do tempo romano que a partir dos açudes regava todo o vale da ribeira de Ceras
Outros locais de interesse turístico
  • Museu Rural e Etnográfico a funcionar no edifício sede da Junta e organizado e mantido pelo rancho local. Possui um acervo muito rico de materiais doados pela população ao longo dos anos Conjunto arquitectónico e paisagístico da freguesia.
  • praia fluvial com açude no Pego, em Lameirinha, Ceras/Pias.
Gastronomia
  • Enchidos, queijo e vinho
Artesanato
  • Tecelagem (com tear a funcionar no museu), tanoaria, cestaria e transformação de pedra (fogões de sala).
Colectividades
  • Centro Recreativo e Cultural de Alviobeira
  • Rancho Folclórico e Etnográfico de Alviobeira (com centenas de actuações a nível nacional e federado)
  • Associação Estaminé em Ceras.
in Wikipédia

Additional Hints (Decrypt)

Snçnz orz n 'znaboen'.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.