Skip to content

A Poça da Moura Traditional Cache

Hidden : 07/31/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

A Poça da Moura

Em Penela da Beira, existe um enorme aglomerado rochoso a que, de forma singela, os habitantes dão o nome de “Castelo”. 

Na parte mais alta daquele aglomerado granitico é possivel encontrar uma grande cova, habitualmente designada por “Poça da Moura” e à qual está associada a lenda de uma moura encantada que por aqui terá vivido.

 'Segundo reza a lenda, se alguém atirar pedras para essa poça, pode ouvir uns estranhos sons que se crê serem da moura a chorar pois ela não quer ser maltratada e quer continuar a viver unicamente para o seu 'principe' encantado.'

 

'A origem de Penela da Beira remonta a épocas antiquíssimas, o que se pode verificar pela presença de numerosos dólmens, nomeadamente pela maior necrópole megalítica do concelho e pelos diversos vestígios romanos, espalhados um pouco por toda a freguesia (pedaços de Cerâmica, lagaretas, mós).

No século X estas terras integravam a Estremadura e devem de ter sido possessão da célebre D. Flâmula ou chama que, em 960, as concedeu ao Mosteiro vimaranense. Uma das “penelas” (diminutivo medieval de “pena”, pequeno castelo roqueiro) cedidas deve ter sido este que, na época, não possuía nome especial, designando-se, pois, por este apelativo comum.

 Fernando I, o Magno, rei leonês, em meados do século XI, libertou este território, em poder dos mouros desde finais do século anterior. Assim, este monarca, estre 1055 e 1065, concedeu foral a Penela da Beira, que é um documento valiosíssimo, quer pelo seu conteúdo, quer pelo facto de ter sido o primeiro foral concedido a terras portuguesas. O município que daí adveio é, a par de Paredes e Pesqueira, o mais antigo de Portugal.'

Serafim de Jesus Pinto (Extraído do Boletim Municipal, nº16, Abril de 1988)

A cache é um pequeno container com logbook e material de escrita.

No local, devem usar de toda a precaução na procura desta cache, pois nada justifica riscos desnecessários.



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Purtnaqb nb nygb, qrfpr á pnirean (IRE FCBVYRE) r ab grpgb zr invf rapbagene!!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)