Skip to content

A Lenda do Espada a Rasto Traditional Cache

This cache has been archived.

MightyREV: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas.
Relembro a secção das Guidelines sobre a manutenção http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

A região onde um geocacher é considerado capaz de manter geocaches responsavelmente irá variar de pessoa para pessoa. Um geocacher que anteriormente fez registo de geocaches numa área alargada a partir da sua residência pode ser considerado habilitado a manter uma geocache a 200 milhas (322 Km) de distância. Contudo, alguém cujas actividades de geocaches têm sobretudo estado dentro da distância de 25 milhas (40km) de sua casa não deverá estar preparado para manter uma geocache tão distante de casa. O critério usado nesta situação fica a cargo do revisor da geocache ou pela Groundspeak.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. Alternativamente poderá treinar uma pessoa local para fazer manutenção à geocache. Documente o seu plano de manutenção numa Nota ao Revisor ou na sua página de geocache. Isto deverá incluir a informação contacto da pessoa que irá efectuar a manutenção. A nota irá ser apagada automaticamente aquando da publicação.[/quote]

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me através do mail indicado no meu perfil e refira o GC Code da cache.
Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se de uma nova cache se tratasse, com todas as implicações das Guidelines actuais.

Obrigado

[b] MightyREV [/b]
Geocaching.com Volunteer Geocache Reviewer
Revisor Voluntário em Geocaching.com

[url=http://support.groundspeak.com/index.php]Centro de Ajuda Groundspeak[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=340]Trabalhar com o Revisor[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77]Como ter uma cache publicada (mais) rapidamente[/url]
[url=http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx]As Guidelines são regras[/url]

More
Hidden : 08/04/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

 


 

 A Lenda do Espada a Rastos

 

No ano de 1834 estava-se em pleno período das lutas liberais, guerra que opunha partidários de D. Pedro (os liberais) às forças de D. Miguel, que viriam a ser derrotados em 1846 com a revolução da Maria da Fonte.
È neste cenário de escaramuças um pouco por todo o país, que surge um Alferes de Cavalaria das tropas leais a D. Pedro, que depois de encerrar o Convento Beneditino de Santo Tirso, instala o seu quartel general na Quinta de Gião, o que motivou a fuga dos seus legítimos proprietários.
Os anos foram passando, a guerra acabou e o alferes decide apoderar-se da Quinta, propriedade que para além da casa solarenga com pedra de armas (brasão) da família Lopes Ribeiro, executado em granito, datado de 1577, situava-se na padieira da porta em frente ao eirado, possuía olivais, bosque, campos de cultivo com sistema de regadio próprio e produção de azeite.
Já com idade avançada o Alferes morreu sem deixar descendentes, ficando como herdeiras umas sobrinhas afastadas a quem o povo apelidou das “senhoras de Gião”.
Quem o conheceu em vida caracteriza-o como um homem de baixa estatura, inspirador de respeito, mas afável, apesar de rumores de um romance amoroso que manteve com uma criada e a morte obscura do filho de ambos, seja menos abonatório para esta personagem envolta em mistério, sendo o seu maior pecado ter tomado posse indevida de terras, o que o condenou a penar pela eternidade.
Estava, assim, criada a lenda do espada a rastos, com relatos fantasmagóricos alimentados pelo imaginário popular.
Contavam os mais velhos que logo após as trindades quem atravessasse a Quinta ou passasse no Corvilho (actual Rua D. Maria do Carmo Azevedo), ouvia passos acompanhados do arrastar de uma espada, chegando aqueles mais fracos de espírito a ver uma miragem ténue e esbranquiçada de um oficial de cavalaria montado no seu cavalo branco.
Muitos relatos existem sobre a quinta e o alferes, no entanto em contactos que estabeleci com pessoas de muita idade residentes na margem esquerda do rio Sanguinhedo, junto á extinta quinta, ainda subsistem algumas reticências em abordar o assunto.
Com a morte das “senhoras de Gião” e a crise de sucessão de herdeiros, a casa foi vandalizada, sofreu um incêndio que a destruíu por completo, libertando o alferes do quarto onde estava aferrolhado, segundo diz o povo, sendo certo, que no referido quarto se registava um facto curioso, não havia mobiliário e no centro e sobre o soalho apenas existia uma casaca de alferes, umas botas e a famosa espada.
Ainda hoje há quem afirme que nas noites escuras de Inverno, e quando o vento sopra com mais intensidade, se ouve os passos com o rastejar de uma espada.
 

 

Conteúdo da cache:

  • Log
  • Lápis
  • 2 Palhetas guitarra

Por favor voltem a colocar tudo bem escondido como estava. 

Sejam discretos! 

Não é necessário entrar em propriedade privada...

Additional Hints (Decrypt)

Ab svz qb pnzvaub...

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)