Skip to content

Bifurcação (Az160/063) Mystery Cache

This cache has been archived.

GeoDuplaP&F: O Philleas Fogg já regressou a casa há muitos anos. Obrigado pelas vossas visitas.

More
Hidden : 05/17/2014
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


#63/160 - Bifurcação


Esta cache faz parte de uma série de 160 caches que percorrem todo o limite do concelho de Azambuja e onde se pretende representar a fantástica viagem de Phileas Fogg e seu criado Passepartout descrita no famoso livro de Júlio Verne, "A Volta ao Mundo em 80 Dias".

Veja na cache nº 1 informações genéricas sobre a série.

This cache is one of the 160 caches all around Azambuja county representing the fantastic journey of Phileas Fogg and his servant Passepartout described in the famous Jules Verne book, "Around the World in 80 Days".

In cache n. 1 listing you'll find generic informations about this series.

Boa sorte!!!! / Good luck!!!


«« Anterior (62) Dificuldade do enigma / Difficulty of the puzzle:
Dificuldade a encontrar / Difficulty to find it:
Seguinte (64) »»


Fórum geopt.org, o local para as suas dúvidas ou sugestões sobre os enigmas, para obter ou dar ajuda.
Fórum geopt.org, the place for your doubts, suggestions or hints about the puzzles, to get or give help.




Dia 36 - Procurar o parente

Como o Carnatic só partia no dia seguinte às cinco horas da manhã, Mr. Fogg tinha pela frente dezasseis horas para tratar do que dizia respeito a Mrs. Aouda. Ao desembarcar do navio conduziu a jovem para um palanquim. Pediu aos carregadores que lhe indicassem um hotel, e eles sugeriram o Hotel do Club. Vinte minutos depois chegava ao seu destino.

Um apartamento foi reservado para a jovem e Phileas Fogg disse a Mrs. Aouda que ia imediatamente à procura do parente aos cuidados do qual devia deixá-la entregue em Hong Kong. Ao mesmo tempo deu ordem a Passepartout para permanecer no hotel até voltar, para que a jovem não ficasse só.

O gentleman fez-se conduzir à Bolsa. Ali deveriam decerto conhecer um personagem como o respeitável Jejeeh, que figurava entre os mais ricos comerciantes da cidade. O corretor a quem Mr. Fogg se dirigiu conhecia efetivamente o negociante parsi. Mas já há dois anos que não residia na China. Depois de fazer fortuna tinha-se establecido na Europa - na Holanda, supunha - o que se explicava pelas muitas relações que tivera com este país durante a sua existência comercial.



Hong Kong, 1870 / Actual


Day 36 - Searching the relative

Since the Carnatic was not due to leave until 5.00 the following morning, Mr Fogg had sixteen hours ahead of him to deal with Mrs Aouda business. Getting off the ship, he led her to a palanquin. He asked the porters to recommend a hotel, and they indicated the hotel of the Club. Twenty minutes later they reached the hotel.

A suite was reserved for the young woman, and Phileas Fogg told Mrs Aouda that he was going to set off straightaway in search of the relative to whose care he was planning to entrust her in Hong Kong. He also directed Passepartout to remain in the hotel until he got back, so that the young woman wasn’t left alone.

The gentleman drove to the Stock Exchange. There they would certainly know a personality like the Hon. Jejeeh, who was one of the richest businessmen in town. The broker Mr Fogg introduced himself to did indeed know the Parsee merchant, but he had not been living in China for the last two years. Having made his fortune, he had settled in Europe - Holland, it was thought: he had many contacts with that country during his business career.


Leia o livro completo "A Volta ao Mundo em 80 Dias", esta parte no capítulo XVIII.
Read the complete book at "Around the World in 80 Days", this part in chapter XVIII.



A primeira imagem e as coordenadas em cada cidade representam o local da Bolsa de Valores. A segunda imagem é nas proximidades da Bolsa e foi obtida do Google Street View. Terá que descobrir onde está essa imagem e identificar a parte que foi pintada de branco, para responder à pergunta.

The first image and the coordinates in each city represent the location of their Stock Exchange. The second image is nearby and was obtained from Google Street View. You will have to find out where that image is and identify the part that was painted on white, to answer the question.
Hong Kong Paris New York


N 22° 17' 2"
E 114° 09' 28"

A=O que é?
2=Igreja, 4=Prédio,
6=Céu e núvens

A=What is it?
2=Church, 4=Building, 6=Open sky


N 48° 52' 08"
E 2° 20' 26"

B=Quantos relógios?

B=How many watches?


N 40° 42' 23"
W 74° 0' 40"

C=Torres no topo do prédio
4=Quadradas, 5=Redondas

Towers at top of building
4=Square, 5=Round
Toronto Madrid London


N 43° 38' 54"
W 79° 23' 00"

1=Núvens, 2=Árvores, 3=Prédio

1=Clouds, 2=Trees, 3=Building


N 40° 25' 01"
W 3° 41' 33"

E=Quantas portas redondas?

E=How many round doors?


N 51° 30' 53"
W 0° 5' 58"

F=Janelas
8=Abertas, 9=Fechadas

F=Windows
8=Opened, 9=Closed
Finalmente as coordenadas finais / At last the cache coordinates

N 39° 09.(A)(B)(C)' W 008° 57.(D)(E)(F)'

GeoCheck.org


NOTA: As caches desde a 60 até à 69 formam um percurso em terra batida com cerca de 6 km na sua maior parte em estado suficientemente bom, sendo transitável em veículos TT, a pé, de mota ou de bicicleta. Com exceção da parte entre os pontos 62 e 64, pode também ser percorrido em veículos ligeiros.

The road between caches nr. 60 and 69 (approx. 6 km) can be travelled by any 4WD, bycicle or foot. Except for the part between caches 62 and 64, can also be travelled by any car.

Escrever bons logs: Os autores habitualmente têm muito trabalho a planear e a criar as caches, por isso eles gostariam de saber o que pensa quem as visita, do que gostou ou não gostou, de algum pormenor melhor ou pior, bem como se há algum problema com a cache e necessita de manutenção. Fazer um log apenas com um sorriso (emoticon) ou uma simples palavra ou frase curta é claro que é muito fácil quando temos muitos logs para fazer, mas nada diz nem ao autor nem aos outros geocachers sobre a vossa aventura, seja ela positiva ou negativa, a procurar a cache quer a tenham ou não encontrado.
Nos logs genéricos descreve-se toda a aventura de um dia, dando informações que em nada interessam para a cache a que se referem. É uma perda de tempo sempre que se lê um desses logs genéricos à procura de alguma informação importante, que habitualmente não existe.
Nunca vos aconteceu irem procurar nos logs anteriores alguma dica de quem já encontrou a cache? Os outros procuram exatamente o mesmo. Nas caches de que são autores não gostam de ler as opiniões de quem lá foi? Os outros autores também gostam.
Por favor tenham isto em conta ao escrever os vossos logs.



Additional Hints (No hints available.)