Skip to content

This cache has been archived.

Bitaro: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

Obrigado pela compreensão,
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Trabalhar com o Revisor/Revisões mais rápidas
Linhas Orientação|Políticas Regionais - Portugal

More
<

#10 PT Ciclovia Rio Maior/Salinas

A cache by Batistiny Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/03/2013
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

HISTÓRIAS E O POÇO


Embora o documento mais antigo que se refere às salinas date de 1177, pensa-se que o aproveitamento deste sal-gema já seria feito desde a Pré-História. As salinas medievais situavam-se próximo da aldeia do Pé da Serra numa zona ainda hoje conhecida por marinhas velhas. Terá sido no decurso do Séc. XVIII que ocuparam a posição atual no vale tifónico. A Serra dos Candeeiros é, dada a sua natureza calcária, possuidora de inúmeras falhas na rocha o que faz com que as águas da chuva não fiquem à superfície, formando cursos de água subterrâneos. É esta água que atravessa uma extensa e profunda jazida de sal-gema que alimenta o poço que se encontra no centro das Salinas, e de onde se extrai água cerca de sete vezes mais salgada que a do mar. A jazida de sal-gema ocupa aproximadamente a área da Estremadura Portuguesa, entre Leiria e Torres Vedras, tendo-se formado há milhões de anos, depois do recuo do mar que outrora ocupou a região. Embora inicialmente a água fosse retirada do poço através de duas picotas, o que exigia um esforço enorme dos salineiros, hoje em dia é retirada através de uma moto-bomba e distribuída pelos “talhos” de produção.

O atual poço, construído no séc. XVIII, tem cerca de 9m de profundidade, 3.75 m de diâmetro e é a única fonte de água salgada para as nossas salinas. Em 1850, após o seu colapso, foi reconstruído e em meados do séc. XX foi aprofundado. Construído em alvenaria utilizando pedra local, a observação do seu aparelho construtivo permite ter uma ideia da diversidade de recurso geológico da área do anticlinal ou vale tifónico da Fonte da Bica. Associada à origem do poço e das salinas temos uma lenda que relata a história de uma pequena pastora, que, quando apascentava uns jumentos, sentindo alguma sede, dirigiu-se a uma nascente para beber água, tendo sido surpreendida pelo facto da mesma ser salgada. Correu para casa para contar a novidade e imediatamente o seu pai e alguns vizinhos dirigiram-se ao local onde viria a ser construído o poço..

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.