Skip to Content

This cache has been archived.

MightyREV: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas.
Relembro a secção das Guidelines sobre a manutenção http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

A região onde um geocacher é considerado capaz de manter geocaches responsavelmente irá variar de pessoa para pessoa. Um geocacher que anteriormente fez registo de geocaches numa área alargada a partir da sua residência pode ser considerado habilitado a manter uma geocache a 200 milhas (322 Km) de distância. Contudo, alguém cujas actividades de geocaches têm sobretudo estado dentro da distância de 25 milhas (40km) de sua casa não deverá estar preparado para manter uma geocache tão distante de casa. O critério usado nesta situação fica a cargo do revisor da geocache ou pela Groundspeak.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. Alternativamente poderá treinar uma pessoa local para fazer manutenção à geocache. Documente o seu plano de manutenção numa Nota ao Revisor ou na sua página de geocache. Isto deverá incluir a informação contacto da pessoa que irá efectuar a manutenção. A nota irá ser apagada automaticamente aquando da publicação.[/quote]

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me através do mail indicado no meu perfil e refira o GC Code da cache.
Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se de uma nova cache se tratasse, com todas as implicações das Guidelines actuais.

Obrigado

[b] MightyREV [/b]
Geocaching.com Volunteer Geocache Reviewer
Revisor Voluntário em Geocaching.com

[url=http://support.groundspeak.com/index.php]Centro de Ajuda Groundspeak[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=340]Trabalhar com o Revisor[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77]Como ter uma cache publicada (mais) rapidamente[/url]
[url=http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx]As Guidelines são regras[/url]

More
<

06 # PR23SMI – Pico da Vara

A cache by Team Ribeiro & Friends Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/05/2013
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


AQUI COLOCA O NOME DA FOTO

Este percurso inicia-se na Povoação e termina no Pico da Vara ,ponto mais alto da Ilha de São Miguel , 1103m. Após chegar ao cume, pode-se optar por descer para a Algarvia (PR-7-SMI), Lomba da Fazenda (PR-8-SMI) ou ainda por descer pelo mesmo trilho. Todos estes trilhos eram utilizados no passado para aceder ao mato, trazer lenha para o gado, produzir carvão e também como ligação às outras freguesias.

Este trilho começa na Algarvia e termina no Pico da Vara (ponto mais alto da Ilha de São Miguel: 1.103m). Após alcançar o cume pode-se descer pelo mesmo caminho ou optar pelo percurso PR-8-SMI que termina na Lomba da Fazenda, sendo a duração do percurso de aproximadamente 5h, independentemente da opção escolhida. Estes trilhos eram utilizados pelos antigos para aceder ao mato onde faziam produção de carvão e maneio de gado.

O percurso inicia-se num caminho que se localiza dentro de uma mata de criptomérias. Em dias de muita humidade é aconselhável seguir à direita junto às criptomérias pois o piso pode tornar-se muito escorregadio na zona central do caminho. Depois de cerca de 1 km sempre a subir, a mata de criptomérias termina dando lugar a uma paisagem de vegetação rasteira, maioritariamente constituída por gramíneas que dão o nome ao planalto: Graminhais. Continuando o percurso chega-se a uma bifurcação onde se deve voltar à esquerda para o Pico da Vara. A partir deste ponto começa-se a observar a costa Sul de São Miguel. Após cerca de 500m encontrará uma marca que indica o local onde caiu um avião Francês em 1949. A partir desse ponto ficam a faltar 1 500m para chegar ao Pico da Vara. Já perto do seu destino encontrará um primeiro desvio à esquerda que indica Santo António, mas não siga por esse caminho pois ele não apresenta condições de segurança. Mais è frente encontrará então um segundo desvio também à esquerda que desce para a Lomba da Fazenda. Visite primeiro o Pico da Vara, onde se encontra um marco geodésico, e depois prossiga então a sua descida para o destino que lhe for mais conveniente.

Este percurso passa numa Zona de protecção especial onde se pode, com alguma sorte, observar o priolo, Phyrrula murina, (ave em risco de extinção). É responsabilidade de todos(as) nós contribuirmos para a sua protecção, bem como assegurar a sua biodiversidade através da conservação deste habitat natural.

Informações do Trilho

Dificuldade: Dificil.

Extensão: 3.5 Km.

Tempo: 5h 00m.

AQUI COLOCA O NOME DA FOTO

Conservação da Turfeira no Planalto dos Graminhais

A turfeira é um habitat prioritário que, para além da sua riqueza biológica, é fundamental para garantir a manutenção dos recursos hídricos da região.

A área de turfeira existente no Planalto dos Graminhais ocupa cerca de 100 ha e encontra-se atualmente ameaçada pela presença de espécies exóticas invasoras, nomeadamente, o Gigante (Gunnera tinctoria), Cletra (Clethra arborea) e o Feto-arbóreo (Sphaeropteris cooperi).

Para os concelhos de Nordeste e Povoação, a conservação deste habitat é vital para a qualidade de vida da população, uma vez que garante a disponibilidade de água de boa qualidade e em quantidade durante as estações mais secas. Por este motivo, a eliminação das espécies invasoras está a ser realizada, igualmente, nestas áreas, com vista a melhorar a qualidade deste habitat e garantir o bom funcionamento ecológico do mesmo.

Additional Hints (Decrypt)

An onfr qb neohfgb gncnqb pbz crqenf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

85 Logged Visits

Found it 70     Didn't find it 8     Write note 1     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 7 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.