Skip to content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx#cachemaintenance :

[quote]
Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. [/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77][i][b]Work with the reviewer, not against him.[/b][/i][/url]

More
<

Apaga fogos

A cache by Mike o pirata Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 04/12/2014
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


APAGA FOGOS

O quartel dos Bombeiros Municipais de Tomar foi inaugurado a 3 de Outubro de 1971, quase cinco décadas depois da corporação ter sido oficialmente criada em Tomar. Dificuldades, sobretudo de ordem financeira, inviabilizaram a concretização dos projetos iniciais da câmara municipal. A espera foi longa, mas a população e os defensores da causa foram persistentes. A boa vontade de todos, a generosidade de muitos e a coragem de todos, conseguiu erguer a obra que hoje é uma referência na cidade e no concelho.

Depois de várias atribuições, muitas dificuldades e teimosas incertezas, possuímos um dos melhores quartéis de Bombeiros de Portugal, senão o melhor, segundo a autorizada afirmação dum ilustre membro do Governo.

Situado numa das mais belas zonas da cidade, precisamente onde começa a urbe nova, valorizou um dos principais e mais atraentes centros de Tomar.

A dois passos do edénico rio Nabão, no local mais buliçoso, animado e concorrido devido à vizinhança do Mercado Municipal, fica enfileirado com a igreja de Santa Maria dos Olivais, proporcionando um interessante confronto e harmonioso contraste entre a arquitectura moderna de linhas rectas e o rendilhado, pormenorizado e meticuloso estilo gótico, testemunho da ataviada arte dos antepassados de há muitos séculos.

Começado em 14 de Setembro do ano de 1969, a sua construção durou pouco mais de ano e meio. Feita a remoção de 1500 metros cúbicos de terra, cresceu rapidamente um soberbo edifício onde se aplicaram 400 toneladas de cimento, se meteram 40 toneladas de ferro e onde se empregaram 8100 dias de trabalho.

Os dois corpos do edifício estão separados por uma ampla e explêndida parada, de 855 metros quadrados, em cujo topo norte se encontra a casa-escola com 13 metros de altura.

O corpo de rectaguarda é formado pelo parque de lavagem e lubrificação de automóveis com a área de 330 metros quadrados e pela casa do guarda. Esta, ao gosto da mais franca simplicidade, é airosa e bastante confortável com as suas duas salas assoalhadas, cozinha e quarto de banho. As rasgadas janelas enchem-na de ar, banham-na de luz e proporcionam-lhe a maior higiene e salubridade.

O corpo da frente, esbelto magnífico, é que identifica o quartel dos Bombeiros, dando-lhe classe e imponência. Nele se encontra, no primeiro piso, o parque de viaturas com 308 metros quadrados, cujo gracioso pavimento de mosaico cerâmico com pitões é perfeitamente adequado ao fim a que se destina Para ambos os lados se escancara em largos portões de fácil manejo, permitindo o escoamento instantâneo do maior número de socorros, logo que seja dado o primeiro alarme.

Contíguas a este parque de viaturas estão a central telefónica e duas arrecadações. Uma, de 54 metros quadrados, para o material pronto a actuar e outra, de 20 metros, para pequenos utensílios.

No seguimento deste piso, com ligações fáceis para o parque de viaturas, para a rua e parada, existe um complexo de instalações necessárias e indispensáveis ao exercício da vida quotidiana da Corporação de Bombeiros, compreendendo um posto clínico com sala de observações e pequenas intervenções cirúrgicas e a sala de espera; o dormitório para o pessoal de serviço; balneários com numerosos chuveiros e instalações sanitárias; uma sala de convívio com 100 metros quadrados e dois gabinetes com ligação interior, respectivamente para o 1º e 2º comandantes. Todas as dependências são revestidas com materiais adequados às funções normais e aplicações próprias.

Ao centro deste corpo destaca-se, com majestade, a entrada principal, a condizer com a elegância do estilo. Um espaçoso peristilo anuncia a grandiosidade sóbria do edifício e dá acesso ao primeiro andar por intermédio duma soberba escadaria de mármore. Ao pisarmos o último degrau, encontramo-nos num átrio de 100 metros quadrados, banhado de claridade. A luz jorra através da vítrea e translúcida divisória que o separa da varanda. Esta, num jeito envolvente, corre ao longo de quase toda a frente e do topo sul do corpo principal do quartel dos Bombeiros. Debruçando-se com intimidade sobre o Nabão e beijando a preciosa relíquia da parte antiga da cidade, oferece-nos o deslumbrante panorama formado por um anfiteatro gigantesco, extraordinário em beleza, coberto de espesso arvoredo, salpicado de santuários e coroado pelo arrogante Castelo dos Templários.

Por esta varanda sobe-se para a torre que, com os seus 17 metros de altura, imprime garbo e com superioridade ao edifício tornando-o característico.

Regressando ao átrio vemos, à nossa direita, o salão nobre com 200 metros quadrados, para sessões solenes, festas e outras reuniões de carácter selecto e grave; à nossa esquerda, abre-se um corredor que nos conduz à Secretaria, ao bar e aos lavados cujas instalações sanitárias foram escolhidas entre as mais modernas. À nossa frente, alarga-se um convidativo terraço com 270 metros quadrados que domina a vasta parada central.

É este o quartel dos Bombeiros em Tomar.

 

CACHE

Esta cache dá-nos a conhecer O QUARTEL DOS BOMBEIROS.

Não coloquem fotos da cache.

A cache só tem folha de registo.

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.