Skip to content

This cache is temporarily unavailable.

Avengers Team: Pedimos desculpa, mas vamos desactivar todas as nossas caches e não aceitaremos qualquer registo durante este período.

Sejam prudentes e respeitem todas as medidas de prevenção indicadas pelas entidades de saúde e governamentais.

Neste momento temos todos de colaborar para que esta situação não alastre e que fique totalmente fora de controlo.

Esperemos que tudo corra bem e que se resolva o mais depressa possível.

Saudações GeoAlentejanas!

More
<

Praça de Touros

A cache by Avengers Team Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/07/2014
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Praça de Touros José Varela Crujo

 

Ainda está por fazer a História da Tauromaquia em Beja. E quem se proponha a tal, encontrará tarefa simples As raízes da Festa na capital do Baixo Alentejo assentam, naturalmente, em tempos muito remotos, se não pré-romanos, ao menos dos primordios da velha Pax Júlia, a Beja romana. De facto, as numerosas cabeças de toiros desses tempos, esculpia em pedra, atestam que a cidade foi um centro priveligiado de culto e de admiração pelo toiro e, consequentemente, de festivais manifestações tauromáquicas. Ligado também à lenda, o toiro sempre figuras nas armas da cidade de Beja que, ainda hoje, incluem uma cabeça de toiro preto.

 

 

Certamente Beja e a sua região se enquadraram em todo o desenvolvimento que as artes de lidar toiros experimentarem ao longo da História da Cultura Portuguesa, quer na primitiva expressão de atividades venatórias e de adestramento bélico, quer na de espectáculo, cada vez mais depurado e artistico, sem esquecer as manifestações tauromáquicas de expressão popular, as quais ainda perduram.

            Para entrar no pormenor, as fontes escritas não abundam, as jazem ainda no silêncio dos arquivos. No entanto é possível levantar pontas do véu. Assim, como exemplo entre vários, Garcia de Resende alude ao facto de El Rei D.João II ter assistido, em Beja, a uma corrida em que alanceou toiros o melhor cavaleiro de então.

            Um acontecimento notável relaciona-se com a escolha de Beja, da parte de El Rei D.Sebastião, para reatar a tradição da Festa de Toiros que, poucos anos antes, com o fundamento de numerosos acidentes mortais ocorridos, fora proíbida pelo Papa, nos países que a cultivavam. No domingo, 4 de Janeiro de 1573, D.Sebastião presidiu à pomposa tourada por ele promovida em Beja.

            Reatava-se, assim, a tradição. O Rei ordenou, todavia, que se serrassem as pontas aos toiros, como desculpa perante as ordens do Papa.

            Em Beja cumpria-se a boa tradição portuguesa de celebrar festejos taurinos por ocasião dos grandes acontecimentos, como aconteceu, por exemplo, a seguir à Restauração, em 1640.

Additional Hints (Decrypt)

ab ohenpb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.