Skip to Content

<

Lusitani: Açores

A cache by Mr. & Mrs. taCkcalB Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 8/16/2014
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Lusitani: Açores

O código presente nesta versão da Lusitani Açores é o mesmo das duas versões anteriores. Basta ter descoberto uma dessas três para poder procurar a Lusitani Final.




Arquipélago

 

DESCOBERTA E POVOAMENTO

De acordo com mapas genoveses do séc. XIV, os Açores terão sido descobertos entre 1317 e 1339, mas segundo o historiador Damião Peres, terá sido Diogo de Silves a descobrir o arquipélago em 1427. Por volta de 1439 teve início em São Miguel e Santa Maria o povoamento do arquipélago.
Na sua história, os Açores tiveram uma importante participação na conquista e defesa de praças portuguesas no Norte de África. Nestas ilhas, faziam escala as naus vindas da Índia e a partir delas também foi dado apoio às expedições para exploração da América. Os Açores foram um bastião da resistência durante o domínio espanhol de 1580 a 1640. Durante as duas grandes guerras o arquipélago prestou um auxilio vital aos aliados, através dos seus portos e aeroportos, e foi um importante centro de apoio às comunicações. Depois da revolução nacional de 25 de Abril de 1974, a constituição portuguesa em 1976 concedeu aos Açores o estatuto de Região Autónoma, com Assembleia e Governo próprios.

 

SITUAÇÃO GEOGRÁFICA E CLIMA

No Oceano Atlântico, a 760 milhas marítimas (1408 Km) de Lisboa e 2110 (3910 Km) de Nova Iorque, nove ilhas de origem vulcânica constituem o arquipélago dos Açores (nome de ave de rapina, pressupostamente existente no arquipélago, aquando da sua descoberta). Segundo alguns investigadores, trata-se de vestígios da lendária Atlântida.
As ilhas de São Miguel e Santa Maria constituem o grupo Oriental, sendo o grupo Central formado pelas ilhas Terceira, Graciosa, São Jorge, Pico e Faial e o grupo Ocidental pelas ilhas Flores e Corvo, ocupando no seu conjunto uma área de 2335 Km2. O clima temperado marítimo é suave devido à influência da corrente do Golfo. Sem grandes variações das temperaturas do ar os seus valores médios são de 23º C (73º F) no verão e de 13º C (55º F) no inverno. A temperatura da água do mar oscila entre os 24º C (75º F) e 17 º C (24º F).


O QUE TEMOS E O QUE SOMOS

Diversos miradouros sobre o oceano, de onde se pode observar os recortes da costa, as angras e baías, existentes, vistas deslumbrantes de paisagens inesquecíveis, de lagoas ou crateras de vulcões já extintos, fumarolas e nascentes de água, campos cultivados num ambiente de verdadeira tranquilidade e ausente de poluição. A fertilidade da terra proporciona a existência de exuberante vegetação e de uma grande variedade de árvores, algumas da flora endémica como o cedro do mato e o vinhático. De salientar a existência de uma enorme diversidade de flores de onde destacamos as hortências, as azáleas e as conteiras. Esta vegetação associada às pastagens, às culturas do tabaco e do chá permite uma diversidade vegetal que cativa o visitante pelos tons que a natureza adquire. Aos amantes da fotografia oferece condições excepcionais para a sua prática.

Na fauna açoreana, tem predominância o coelho e uma grande variedade de aves, como o milhafre, o pombo torcaz e da rocha, o príolo, o canário e diversas aves marinhas das quais se destaca a grande variedade de gaivotas, o garajau e o cagarro.
O mar dos Açores, rico em diversas espécies de peixe, tem condições óptimas para a prática da pesca desportiva. Também é possível a observação de golfinhos, cachalotes, baleias e outros cetáceos, existindo para o efeito empresas especializadas nestas áreas. Diversas reservas naturais têm sido construídas pelo governo regional, de forma a preservar a natureza, a sua paisagem, flora e fauna. Casas típicas, moinhos de origem flamenga, igrejas, ermidas e verdadeiros tesouros de arte, são um testemunho vivo do passado dos Açores.

A gastronomia açoreana é muito diversificada, acordo com os produtos e hábitos alimentares de cada ilha. Os vinhos atingem bons níveis de qualidade.
Devido ao isolamento a que estiveram sujeitos ao longo de muitos anos, os açoreanos, desenvolveram técnicas de trabalho artesanal muito próprios, que se manifestam em muito do seu artesanato, destacando-se os trabalhos efectuados em osso e dente de baleia, escamas de peixe, madeira, barro, pedra basaltica, folha de milho ou miolo de figueira.

As tradições populares açoreanas manifestam-se através dos seus cantares e danças, das touradas à corda (na ilha Terceira), dos trajes típicos, das procissões, que manifestam os sentimentos religiosos deste povo afável, simples e hospitaleiro.

Fonte: http://www.pt.azoresguide.net/ilhas/geral.php


A cache está na maior ilha do arquipélago, São Miguel.

     


Dentro da cache, além dos objectos habituais, vai encontrar uma folha especial com um número. Por favor anote este número e o nome da cache. Juntando todos os códigos das 30 caches parciais, conseguirá obter as coordenadas da localização da cache final Lusitani, que está escondida algures em Portugal.



Para dúvidas ou esclarecimentos relativos ao projecto global das caches Lusitani, pode contactar os responsáveis pelo projecto:GeoDuplaP&F

Additional Hints (Decrypt)

Fcbvyre

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

106 Logged Visits

Found it 100     Didn't find it 1     Write note 4     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 79 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.