Skip to Content

<

Convento de Nossa Senhora da Orada

A cache by KER_CACHE'Team Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/09/2016
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Aviso: O registo online deverá sempre corresponder ao respectivo registo físico do mesmo nick. Assim sendo, não admitiremos registos de tours e/ou nicks fictícios nas nossas caches sem que os mesmos correspondam a contas oficiais de geocaching. Os registos online que não tenham a devida correspondente física serão apagados! Se por ventura for um grupo grande poderão contactar-nos e confirmaremos como aceitamos o registo.  Agradecemos a vossa atenção e devido cuidado!

MEGALITISMO
O concelho de Reguengos de Monsaraz testemunha bem o interesse milenar do Homem pela região que actualmente acolhe um dos maiores lagos artificiais de todo o continente europeu – o Grande Lago Alqueva.
Das antas aos cromeleques, sem esquecer os menires (isolados ou em grupo), o concelho é o herdeiro privilegiado de mais de 150 achados arqueológicos deixados pelos nossos antepassados pré-históricos, que aqui habitaram há mais de 6000 anos.
Este conjunto de monumentos e vestígios de povoações megalíticas é o reflexo da sedentarização do Homem na região, favorecida pelas vastas e férteis planícies alentejanas.
A gradual fixação do Homem à terra impôs a necessidade de erguer fabulosos blocos de granito esculpidos, cujos objectivos primordiais se prendiam com a demarcação do terreno e, sobretudo, com a prática do culto à fertilidade e ao desconhecido, que se traduzia nos fenómenos atmosféricos.
Toda esta estreita relação existente entre os menires, a paisagem e as primeiras demonstrações de fé e crença em algo superior por parte do Homem pré-histórico revela um enquadramento na época do Neolítico antigo/médio.
Estas terras, que já foram das mais densamente povoadas dos tempos pré-históricos, prometem uma experiência única aos amantes desta arte milenar.
Convento de Nossa Senhora da Orada
Apesar de pertencer à Ordem dos Agostinhos Descalços e de a sua fundação formal datar do ano de 1670, o convento só começou a ser construído em 1700 pelo Prior João Calvário. No entanto, devido às suas grandes dimensões só foi possível proceder à inauguração em 1741, sobretudo devido aos esforços dos priores da freguesia de Santiago e do Convento. A fachada representa o estilo barroco da época de D. João V, adaptada pelas ordens mendicantes. O alpendre é constituído por um arco e duas largas janelas laterais, correspondentes ao subcorpo que precede o corpo principal, protegido por pilastras de ardósia, contornando três janelas de cornijas. O interior do alpendre é composto por uma abóbada de aresta e três portadas, duas laterais de xisto e a principal de mármore branca, composta pelo coração do patriarca, o Santo Agostinho. A nave pavimentada com tijoleira regional apresenta uma arquitectura e ornamentação comum aos edifícios monásticos da época, sobretudo na falta de decoração interior. A capela-mor de vasta planta quadrada é antecedida por um elevado arco triunfal. De acordo com as tradições locais, a Orada de Monsaraz tem o seu nome associado ao condestável D. Nuno Álvares Pereira, que aqui rezava antes das batalhas contra Castela.
Curiosidade: Em 1587, um vaqueiro montesarense, de nome Manuel Gonçalves, entregou os seus animais a Nossa Senhora da Orada com o objectivo do seu produto ser empregue na constituição de dotes de casamento para as raparigas órfãs do termo de Monsaraz.
Em meados do século XX, a Câmara Municipal ainda inscrevia nos seus orçamentos uma verba destinada para os dotes de casamento das donzelas de Monsaraz. O dinheiro, esse, já não vinha da venda do gado como estipulara Manuel Gonçalves quatro século antes, mas do cofre municipal.

Tome Nota:

  • Considere os atributos indicados. Podem ser uma boa ajuda;
  • Seja discreto e tenha atenção aos Muggle’s que possam eventualmente estar a observá-lo. A manutenção desta cache para os próximos visitantes depende disso;
  • Preserve o Container, manuseando-o com cuidado e voltando a colocá-lo no exacto sítio onde o encontrou;
  • Esta Cache não contém material de escrita. Deve levar material de escrita consigo;
  • Respeite o espaço e as regras do Geocaching não danificando o local, nem deixando qualquer tipo de resíduos/lixo;
  • Divirta-se!

Sinta-se convidado a conhecer as nossas Geo-Aventuras: As que vivemos alegremente e as que propomos humildemente. Encontre-nos «aqui»!

Additional Hints (Decrypt)

Cynpn, crqen... sápvy...

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.