Skip to Content

<

Fraga do Diabinho

A cache by Pirat@ Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/30/2017
Difficulty:
5 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Fraga do Diabinho

Rio Ferreira

O vale do Rio Ferreira situa-se entre as serras de Pias e Santa Justa.

O Rio Ferreira apresenta, ainda hoje, um elevado valor paisagístico, com extremo potencial em termos de valorização ambiental, de estudo científico e de lazer. Salienta-se o trajecto que atravessa área classificada como Sítio Rede Natura 2000/Paisagem Protegida Local, pela relevância em termos geológicos e para a preservação de espécies de flora e fauna com particular interesse a nível nacional e comunitário. Verifica-se, no entanto, que apresenta um preocupante estado de degradação, nomeadamente no que respeita à qualidade da sua água.

Aldeia de Couce

Uma paisagem abundante e variada impõe-se a Couce, aldeia de Valongo localizada entre duas serras, de Santa Justa e Pias e banhada pelo rio Ferreira. Vale a pena percorrer calmamente os caminhos empedrados deste pequeno aglomerado típico e observar as marcas do passado aqui presentes, como as casas antigas, feitas com blocos de quartzite, proveniente da exploração mineira e de xisto. De notar a particular configuração das paredes, irregulares, por aproveitarem os materiais diretamente da natureza, sem tratamento prévio. Não deixe de passar pela ponte de Couce e de visitar a capela da aldeia.

Palheiros e eiras serviam de apoio às atividades agrícolas do local e eram, ao mesmo tempo, locais de convívio para as populações, enquanto, em gruo, debulhavam o milho. Inspire-se nesta alegria antiga, contorne a aldeia pelo seu lado mais verdejante e fresco, junto ao rio e saiba que em Couce terão habitado romanos e os seus escravos, muitos séculos antes das marcas ainda presentes no local, como as casas muito aglomeradas umas junto às outras, uma forma de defesa das ameaças exteriores, dado o isolamento da povoação.

Parque Peleozóico de Valongo

O Parque Paleozóico de Valongo, idealizado em 1995, surgiu de um projecto co-financiado pelo fundo Life da Comissão Europeia. Este projecto foi desenvolvido pela Câmara Municipal de Valongo e pelo Departamento de Geologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, contando ainda com a colaboração dos Departamentos de Zoologia e de Botânica da mesma Faculdade.

Surgiu da necessidade de preservar os fósseis de Trilobites e outros organismos da Era Paleozóica e de todo um conjunto de características geológicas naturais que fazem com que as Serras de Valongo se torne um laboratório vivo e disponível a todos os interessados em aprender mais sobre a História da Terra.

"O Parque Paleozóico de Valongo abrange uma área privilegiada do ponto de vista geológico, apresentando uma grande geodiversidade, da qual se destacam as importantes jazidas fossilíferas do Paleozóico, conhecidas internacionalmente, e as mineralizações de antimónio e ouro que foram exploradas desde os tempos da actividade mineira romana em Portugal.

Com base em trabalhos de investigação científica foi possível conhecer algumas particularidades da geologia desta região que desde há mais de 540 milhões de anos e até há cerca de 280 milhões de anos esteve coberta pelo mar. Foi possível saber, por ex., que há 470 milhões de anos um tsunami varreu a região de Valongo, acumulando uma grande espessura de conchas de lingulídeos ao longo da costa ou saber que nos mares de Valongo, há 440 milhões de anos atrás, existiam icebergs.

Entre os inúmeros invertebrados que habitavam os mares do Paleozóico de Valongo salientam-se as Trilobites e os Graptólitos. Estes animais dominaram temporariamente os mares do Paleozóico, tendo desaparecido do nosso planeta antes do aparecimento dos primeiros dinossauros.

A fraga

A fraga do Diabo situação no vale do rio Ferreira entre os concelhos de Gondomar e Valongo.

É uma fraga equipada para as actividades de rappel e escalada.

Aqui já se escalava nos anos 40 e é um dos locais de eleição para fromação neste tipo de atividades.

A cache

A cache encontra-se escondida na Fraga do Diabo. Para chegarem ao conteiner será necessário usar técnicas de escalada e/ou rappel.

Material necessário: Capacete, arnês, corda, mosquetões, oito ou Grigri, expressos, cintas de amarração.

Aviso: Todos os que tentarem fazer esta cache estão por sua conta e risco sendo da sua responsabilidade qualquer acidente.

Se achares que é arriscado é melhor não tentar, afinal é apenas mais uma cache.


This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

36 Logged Visits

Found it 35     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 61 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.