Skip to Content

<

O Tesouro Romano Do Vale Fidalgo

A cache by OsNavalhenses Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/18/2019
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


O Tesouro Romano no Vale Fidalgo

Foi no meio de uma tempestade torrencial que os irmãos Eusebia e Tomás Roldán descobriram um caldeirão de cobre que pesava mais de 45 quilos: tinha oito mil moedas de ouro dentro dele e muitas mais espalhadas à volta. 
Enquanto percorriam um caminho antigo que liga as aldeias de Valsadornín e Gramedo, em Palência, no nordeste de Espanha, a 19 de Agosto de 1937, os irmãos descobriram o que a partir dali seria conhecido como o "tesouro de Valsadornín". 
Depois de 67 anos, o Museu Nacional de Arqueologia de Madrid terminou o restauro das moedas que vão ser devolvidas às autoridades de Palência em 2019. Ao El País, o director do Museu Palência, Francisco Pérez Rodríguez, disse que os milhares de moedas de prata e cobre correspondem aos numerários adquiridos por 18 reinados de imperadores romanos e imperatrizes e que estão prontos para serem exibidos permanentemente. 
O tesouro foi entregue ao Museu Arqueológico de Palência, diz o El País, mas não sem antes os irmãos Roldán o tentarem vender e sem entregaram 23 das moedas mais bem conservadas ao governador da pequena localidade. Em 1951, o caldeirão e as moedas foram enviados para Madrid para serem restauradas, mas passaram-se décadas e os bens permaneceram no Museu Arqueológico Nacional. “Nunca arranjaram tempo para os restaurar porque eram de Palência", disse Francisco Pérez Rodríguez.
Segundo o jornal espanhol, alguns especialistas chegaram à conclusão de que o proprietário do caldeirão o escondeu devido à instabilidade da península por volta de 270 d.C e que é possível que o tenha encoberto com a intenção de o recuperar mais tarde, mas nunca regressou ao local.
“O tesouro de Valsadornín traça um mapa do poder daquela época. Há peças com os nomes de 18 imperadores, imperatrizes e os seus herdeiros. Tudo isto demonstra a instabilidade política do império, com líderes efémeros e usurpadores que governavam em Roma, na Gália e no Oriente”, explica uma fonte do Museu Arqueológico Nacional de Madrid ao El País.
As moedas mais antigas datam de cerca de 240 d.C e a mais recente de 269 d.C. A maioria foi cunhada em Roma, mas existem moedas de Lyon, Antáquia e Milão. Quase todas elas foram cunhadas durante o reinado do imperador romano Galiano, que governou entre 253 e 263 d.C.
Entre 2016 e 2018, o Instituto Espanhol de Património Cultural encarregou-se de restaurar o caldeirão e as moedas, conservando o mais possível o seu aspecto original. As moedas são agora parte de uma exposição no Museu Nacional de Arqueologia espanhol chamado "Vitrina Cero". Uma vez terminada a mostra, o tesouro será permanentemente transferido de volta para o Museu de Palência.

 

MultiCache para conhecerem mais um cantinho de Portugal e desfrutar uma historia deliciosa no meio de uma vista sobre o vale que tem como fundo a Serra do Montejunto. 

Additional Hints (Decrypt)

Arz frzcer b K znepn b ybpny!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.