Skip to content

Casa da Cuqueira Traditional Cache

Hidden : 06/10/2019
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Casa da Cuqueira


A Casa da Cuqueira é uma casa nobre do século XIX. A família proprietária da Casa da Cuqueira pertence à mesma família que foi outrora proprietária da Casa de Lamas (ver cache "Casa de Lamas") em Vieira do Minho e da Casa de Dentro (ou casa do Capitão-Mor) em Ruivães.

Em 1890 foi mandado construir este portal, por ordem de Severino José de Miranda Magalhães e Meneses, juiz e fidalgo da Casa Real, que entretanto havia passado a residir nesta casa com a sua família.

 

Casa da Cuqueira is a noble house from the 19th century. The family that currently owns Casa da Cuqueira belongs to the same family who in the past also owned Casa de Lamas (check "Casa de Lamas" cache) in Vieira do Minho and Casa de Dentro in Ruivães. The portal was built in 1890 by order of Severino Jose de Miranda Magalhães and Meneses, judge and nobleman of the Royal House, that in the meanwhile had happened to reside in this house with his family.

foto1
[Casa da Cuqueira] Dr. Álvaro de Magalhães com os seus netos
Maria, Alexandre, Maria Francisca (actual proprietária) e Maria de Lurdes

 

Os solares ou casas senhoriais rurais são uma das mais expressivas modalidades arquitectónicas do Minho setecentista. Vinculadas a domínios agrários mais ou menos extensos, a sua edificação foi possível graças ao aumento da riqueza dos seus proprietários, proporcionada tanto pelo maior rendimento do milho maís ou milho grosso, que conheceu então uma larga aceitação e difusão, como pelos proventos do ouro e dos diamantes do Brasil, que a nobreza rural soube aproveitar para acrescentar as suas propriedades e influência. Sem grandes variações na tipologia das edificações, que se caracterizam basicamente pela disposição de corpos rectangulares em torno de um pátio central,desenhando plantas em “U” ou em “L”, tal qual as grandes casas de lavoura, os solares são construções de grande sobriedade
arquitectónica, limitando-se as expressões artísticas, de sabor barroquizante, à decoração arquitectónica dos vãos de portas e de janelas, às empenas, às capelas anexas e, principalmente, aos portais de aparato, onde quase sempre foi mandada colocar a pedra de armas da família proprietária. Assim foi também no território do actual município de Vieira do Minho, onde se registam dez solares (Casa de Lamas, Casa da Laje e Casa da Cuqueira, em Vieira do Minho; Casa da Pena, em Mosteiro; Casa de Dentro, em Ruivães; Casa de Cibrão, em Caniçada; Casa do Vale e Casa de Senrela, em Parada de Bouro; Casa do Bairral e Casa do Lodeirô, em Rossas), uns ainda propriedade das famílias originais, outros já não, alguns bem conservados e habitados, outros encerrados ou já abandonados e raros em estado de franco abandono e ruína.
Com excepção da Casa de Lamas, propriedade do Município de Vieira do Minho, todos os outros são propriedade privada, de acesso reservado. 

in "Património Arqueológico e Arquitectónico de Vieira do Minho" - Luis Fontes e Ana Roriz

Additional Hints (Decrypt)

ph-ph, ph-ph / Phxbb-phxbb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)