Skip to content

Feldspato de S. Estevão EarthCache

Hidden : 08/17/2019
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:





                                                                

De forma a poder fazer o registo desta earthcache, deverá responder corretamente às seguintes questões e enviar, posteriormente, as respostas para o meu e-mail.

1) Do lado direito do Santo, na base e a sensivelmente 1.2 metros de altura, existe o maior fenocristal de feldspato visível dessa face. Estime o seu comprimento e largura. Houve maior desenvolvimento da malha cristalina na horizontal ou vertical?

2) Classifique esse cristal tendo em conta o limite da malha cristalina visível.

3) De frente para a estátua, ainda na base, existe a designação da mesma: "Santo Estevão". Há um fenocristal bem visível imediatamente por baixo de uma letra. Que letra é essa?

4) Ainda sobre o cristal da letra, que é bastante rico em sílica. Cristalizou a altas ou baixas temperaturas? Foi uma cristalização lenta ou rápida?

5) Inclua uma foto no seu registo. No caso de não ser selfie, basta ser uma foto da sua mão a segurar um papel com o nick. É considerada obviamente uma foto por geocacher/registo e registos sem foto não serão validados.

Obrigado pela visita.

In order to be able to register this earthcache, you must answer the following questions correctly and send the answers to my email later.

1) On the right side of the statue of the Saint, at the base and about 1.2 meters high, there is the largest visible feldspar phenocryst of that face. Estimate your length and width. Was there greater development of the horizontal or vertical crystal mesh?

2) Rate this crystal according to its faces.

3) Facing the statue, still at the base, there is the designation of it: "St. Stephen". There is a clearly visible phenocrystal immediately below a letter. What letter is this?

4) Still on the crystal of the letter, which is quite rich in silica. Did it crystallize at high or low temperatures? Was it a slow or fast crystallization?

5) Include a photo in your record. In case you are not selfie, just be a photo of your hand holding a paper with the nick. It is obviously considered a photo by geocacher / record and records without photo will not be validated.

Thanks for the visit.

 

 

O que é o Magma?

O magma é uma fusão silicatada (rico em sílica) e forma-se no interior da Terra, em locais onde as condições de pressão e de temperatura permitem a fusão das rochas. Normalmente o magma é menos denso do que as rochas encaixantes, envolventes, e por isso acaba por ascender, aproximando-se da superfície. Ao fazê-lo, arefece e entra em consolidação, formando as rochas magmáticas ou ígneas.

Diferenciação Magmática

Quando o magma começa a arrefecer com a diminuição da temperatura, dá-se início à cristalização, ou seja à formação dos minerais. Este é um processo lento, se for rápido, os minerais não têm "tempo" de se formar e originam vidros.

Os minerais não se formam todo ao mesmo tempo, primeiro cristalizam os de ponto de fusão mais elevado, que são aqui também os mais densos, seguindo-se-lhes, numa sequência, os sucessivamente de ponto de fusão mais baixo e menos densos. As temperaturas dependem da profundidade e variam entre os 500º aos 1500ºC. O mineral ao arrefecer pode ser decomposto e dar origem a novos minerais até à sua cristalização definitiva.

Quando se observa uma rocha magmática, como o granito, é frequente encontrar cristais maiores que se destacam dos outros, designam-se por fenocristais. A existência dos fenocristais indicam-nos que houve vários tempos de cristalização, um lento em que os cristais tiveram tempo de se desenvolver e outro, quando o magma ascende, os restantes minerais cristalizam, praticamente ao menos tempo, indicando-nos que a cristalização foi fracionada.

Série Reacional de Bowen

As séries de reacção de Bowen são duas sequências que descrevem a ordem de cristalização dos minerais do grupo dos silicatos à medida que os magmas arrefecem no interior da Terra.
Bowen observou que a cristalização dos minerais durante o arrefecimento de um magma segue, em termos gerais, uma sequência determinada, que se pode subdividir em dois grandes ramos: o denominado ramo descontínuo (minerais ferromagnesianos); e o ramo contínuo (plagioclases), que convergem num tronco comum que corresponde à cristalização de ortoclase, moscovite e finalmente quartzo, sempre os últimos minerais a cristalizar. As séries são as seguintes:

De uma forma geral, os minerais que estão mais acima da série são aqueles que cristalizam a altas temperaturas e que resistem menos quando meteorizados. Por outro lado, são também mais pobres em sílica.

 

Feldspato

Feldspato é uma importante família de minerais constituintes de rochas que formam cerca de 60% da crosta terrestre. Eles cristalizam do magma tanto em rochas intrusivas quanto extrusivas como minerais compactos. O perfeito entendimento das relações entre os feldspatos apenas é atingido com a caracterização química e estrutural, aspectos dependentes da temperatura e pressão de cristalização e da história termal e deformacional subsequente. Ele pode ser de classificado tendo em conta a sua temperatura de formação:

- Alta temperatura, quando preserva a estrutura cristalina na totalidade (forma bem definida);
- Baixa temperatura, quando a estrutura cristalina é parcial ou totalmente afetada;

 

 

Cristais

Um cristal é um sólido no qual os constituintes, sejam eles átomos, moléculas ou iões, estão organizados num padrão tridimensional bem definido, que se repete no espaço, formando uma estrutura com uma geometria específica - a rede cristalina ou sistema reticular. O sistema reticular é formado por três elementos:

 

 

Nós - correspondem a partículas elementares, são cada um dos vértices da malha
Fiadas - são alinhamentos de partículas em direções definidas por dois nós consecutivos e iguais
Planos reticulares - são planos definidos por duas fiadas não paralelas

 

 

Classificação de cristais segundo a sua forma aparente:

Cristais euédricos
Bem formados, com faces nítidas e facilmente reconhecíveis
Cristais subédricos
Com algum desenvolvimento de faces de cristais
Cristais anédricos
Sem faces definidas
 
 

 

Fontes Consultadas / Sources consulted

Terra, Universo de Vida - Geologia 10ºAno (Amparo Dias & Maria Ermelinda Santos)
Terra, Universo de Vida - Geologia 11ºAno (Amparo Dias & Maria Ermelinda Santos)

 

Additional Hints (No hints available.)