Skip to content

<

Tor de Fafião

A cache by Medieval_Team Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/13/2020
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
4.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Tor de Fafião

Como reclamar esta cache:

Este local leva-vos a um Tor com pias no seu topo. Para além destas características geológicas tão próprias, ainda se consegue vislumbrar uma panorâmica interessante sobre a envolvente.

Para reclamar esta cache como encontrada, deverá enviar-nos uma mensagem com as respostas correctas das seguintes perguntas:

1 - Na sua parte mais alta,por quantos blocos é composto o Tor?

2 - No topo do Tor existem duas pias, estime o diâmetro da maior.

3 - Como se chama a estrutura que une as duas pias maiores? A que se assemelha?

 

Do local tem uma panorâmica 360º , pelo que todas as fotos, desde que não revelem as respostas, são bem-vindas e opcionais.

 

 

 

A geomorfologia do PNPG

 A área do PNPG corresponde a uma região essencialmente montanhosa com cotas geralmente acima dos 700 m de altitude, atingindo os 1545 m em Nevosa (Serra do Gerês). A geomorfologia da Serra do Gerês é marcada pela existência de uma zona aplanada a SO, formando os planaltos de Campo do Gerês e de Covide, e por uma zona central dominada por relevos isolados, conhecidos regionalmente por penhas. Cita-se, por exemplo, Albas a 1390 m, Cidadelha a 1469 m e Compadre a 1238 m. Podem atingir as dimensões de autênticos pequenos maciços, cujos perfis geométricos se destacam no horizonte. Os cumes mais elevados, próximo das minas de Carris, têm formas menos pontiagudas, apesar das vertentes serem muito acentuadas. Para NE, na região de Tourém, a Serra tem um relevo menos acidentado, sendo as formas mais suaves. Estas diferenças de relevo estão intimamente relacionadas com o tipo de granito que aflora em cada uma das zonas.

 

Conceito de Tor

No âmbito da geografia e da geologia, o termo Tor (de origem celta) designa um bloco isolado de rocha muito diaclasada, habitualmente granito mas por vezes também xisto, arenito e outros, formando uma massa acastelada que se ergue proeminentemente acima da superfície geral de um planalto ou superfície. A sua formação ocorre a partir de afloramentos rochosos, os quais foram posteriormente sujeitos a intensa erosão mecânica e química, provocada por fenómenos geomorfológicos diversos e fortemente variáveis em tipo e duração e de acordo com as condicionantes climáticas de cada região.

 

Os Tors podem apresentar-se sob a forma de monolitos, mas também de pilhas de rochas muitas vezes dispostas em forma de avenida. Cada uma destas pilhas pode incluir vários níveis, os quais se podem separar e ficar equilibrados uns sobre os outros, apresentando formas muito características.

 

Pias

 

As pias são depressões escavadas no substrato rochoso. Em planta têm uma forma normalmente circular, oval ou elíptica. São formas onde há retenção temporal de água que habitualmente desaparece por evaporação.

A água é o principal responsável pela formação inicial e desenvolvimento das pias. Por vezes é visível a associação entre as pias e as fracturas ou fissuras na rocha, zonas onde a desagregação da rocha é naturalmente mais propícia. Outras vezes é difícil explicar porque razão as pias se encontram em determinado local. A frequente existência de heterogeneidades na rocha, por exemplo, a distribuição irregular ou concentração de minerais mais susceptíveis à alteração, como biotite e feldspatos no caso das rochas graníticas, leva à existência de zonas onde a meteorização é preferencial e onde se podem formar concavidades que evoluem posteriormente para pias.

This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.