Skip to content

<

Castle-Koppie Aguilhão [Beijames Selvagem]

A cache by J.Greg, ZéSampa, Falopes Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/08/2021
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
3.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Castle-Koppie Aguilhão [Beijames Selvagem]

Tor do Aguilhão

"Neste local observa-se um imponente tor granítico situado na confluência de duas linhas de água que geram a Ribeira de Beijames. Esta formação geológica encontra-se associada ao modelado granítico, tendo a sua génese associada à erosão e consecutiva remoção do material arenoso da degradação do granito, deixando os núcleos de rocha mais sã e dura, expostos à superfície. Os grandes blocos encontram-se dispostos geometricamente, respeitando o sistema de fraturas da rocha mãe que lhe deu origem, observando-se, em alguns segmentos do aguilhão, uma geometria quase perfeita de um castle koppie. A fase inicial de alteração profunda do granito deverá ter ocorrido há algumas dezenas de milhões de anos, sob um clima quente e húmido, seguindo-se uma fase em que predomina a erosão face à alteração, provavelmente iniciada com o levantamento da serra da Estrela."

Fonte: Geopark Estrela

 

A Tor is a residual relief which is produced by blooming of very hard materials such as granite. In the process of erosion, these materials have greater resistance than those around them, and thereby do not suffer so much erosion, forming generally a morphology hills. They are rock outcrops protruding above the surrounding hillsides, usually formed by metamorphic or igneous rocks. They may also be completely isolated from the substrate, but in any case not undergone transport processes. A Tor typically appears as a group of stone plates overlap or as a series of plates vertically, and are arranged according to the system of diaclases dominant in the local (horizontal or vertical).

Um Tor é um relevo residual que é produzido por afloramentos de materiais de grande dureza, como por exemplo o granito. No processo de erosão, estes materiais têm uma maior resistência do que aqueles que estão em seu redor, e deste modo, não sofrem tanto com a erosão, formando geralmente uma morfologia de colinas. São afloramentos rochosos que se projectam, acima das encostas envolventes, geralmente formadas por rochas metamórficas ou rochas ígneas. Podem também ser completamente isolados do substrato, mas em qualquer caso não passaram por processos de transporte. Um Tor aparece tipicamente como um grupo de placas de pedra sobrepostas ou como uma série de placas em posição vertical, sendo que estarão dispostos de acordo com o sistema de diaclases dominante no local (horizontal ou vertical).

Visto em: Tor Granítico (EC)

Visto em: Tor (EC)

Granite forms such as Tor are the result of the granite alteration process. Some granite minerals (plagioclases) are chemically altered by water (kaolinization) resulting in the change mantle. This change occurs preferentially throughout the fractures, resulting in that granite blocks not yet altered, are involved in the mantle of the alteration mantle. The wind and the rainwater eliminate the disaggregated material exposing the stack of blocks that constitute the Tor.

As formas granitícas como os Tor são resultado do processo de alteração dos granitos. Alguns minerais do granito (plagioclases) alteram-se químicamente por acção da água (caulinização) originando o manto de alteração. Essa alteração dá-se preferencialmente ao longo das fraturas, resultando que blocos de granito ainda não alterados, fiquem envolvidos no salibro do manto de alteração. O vento e a água das chuvas eliminam o material desagregado deixando a descoberto o empilhamento de blocos que constitui o Tor.


Adaptado de: Tors e Companhia (EC) e Kastle Koppie [Arouca] (EC)

 

How to reach GZ coordinates:/ Como chegar às coordenadas do GZ:

Esta EC localiza-se aos pés do Aguilhão. Quando em 2019, estive pela primeira vez neste "Vale Encantado da Estrela", sabia que haveria de voltar para explorar as veredas. Em maio 2021, com o ZéSampa e o Falopes, passámos um grande dia pela zona.

  • Além dos waypoints sugeridos na geocache Varanda do Aguilhão (desde Verdelhos e o vale do Beijames), que foi o percurso que percorremos, é ainda possível chegar ao GZ:
    • desde a Fraga Grande, por uma vereda pela cumeada, via Fraga da Lobeira;
    • desde a Fraga Grande, por uma vereda a meia encosta, via Vereda da Abitureira;
    • desde o Poço do Inferno, por uma vereda.

  • O GZ situa-se junto ao patamar inferior do Aguilhão. É aí que deves fazer a fotografia solicitada, e responder às questões. Não é necessário escalar nenhum bloco granítico (mas dá vontade! laugh)

Tasks/Questions:

1. Take a photo in GZ with the rock on the top of Aguilhão on the back without revealing any other answer with your GPSr, or a photo of you or with something that identifies you as geocacher (nickname written on paper), and upload it to your online log (To verify the log, it's necessary at least one photo for each online log.) / Tira uma fotografia no GZ com a rocha do topo do Aguilhão como fundo sem revelar nenhuma resposta) com o teu GPSr, ou uma foto tua, ou de algo que te identifique como geocacher (papel com o nickname, por exemplo) e carrega-a no teu registo online (Para o registo ser validado, é necessário pelo menos uma foto por cada registo online.)

2. Which is the most geometrical and vertical face of this tor, where castle-koppie geometry can be better observed? / Qual a face mais geométrica e vertical deste tor, onde a a geometria de um castle-koppie pode ser melhor observada?

a) North

b) South

c) West

 

3. Regarding the face of answer nº2, how many stages/floors can you count on this castle-koppie? / Tendo em conta a face considerada na resposta nº2, quantos patamares consegues contabilizar neste castle-koppie?

a) 4-5

b) 6-7

c) 8-9

 

4. Regarding the face of answer nº2, on the second stage (counting from the ground), how many vertical diaclases can you identify on the block that holds the highest rock? / Considerando a face da resposta nº2, no penúltimo patamar (contando desde o solo), quantas diaclases verticais consegues identificar no bloco que suporta a rocha mais alta?

 

Please, send me answers by email or message center, and feel free to log and upload some other photos than the required.

Thank you! wink

Envia-me as respostas por email ou message center, e fica à vontade para registares e carregares mais algumas fotos além da requerida.

Obrigado! wink

J.Greg, ZéSampa, Falopes

Additional Hints (Decrypt)

Cubgb Gnfx & Dhrfgvbaf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.