Skip to content

Capela de São Domingos Traditional Geocache

Hidden : 05/30/2022
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

Capela S. Domingos [Malcata]

A primitiva Capela de São Domingos foi edificada no século XVII e é referida em documentos do século XVIII como estando demolida. A tradição local dedica-lhe particular atenção no dia de Pentecostes, levando o povo de Malcata a deslocar-se aqui em romaria.

Esta manifestação religiosa tem a sua origem na romaria à Capela do Espírito Santo, em Quadrazais, onde em tempos, os Malcatenhos se deslocavam e faziam votos contra as guerras e as pragas dos gafanhotos.

Malcata

A aldeia, a Freguesia e uma grande parte da Serra de Malcata situam-se no concelho do Sabugal, distrito da Guarda. A aldeia de Malcata dista 9 quilómetros da sede de concelho e a Freguesia tem uma área total de 2.182 hectares.Tem como freguesias limítrofes Meimão, pertencente ao concelho de Penamacor, Quadrazais, Sabugal e Aldeia de Santo António, do concelho do Sabugal. Pensa-se que será uma freguesia muito antiga, uma vez que se diz que aí existiu uma muralha, embora não existam vestígios da mesma.

No ano de 1757, a freguesia era constituída apenas por 73 fogos, tendo já em 1946, 180 fogos. Em 1851 Malcata foi desanexada do concelho de Sortelha, passando a pertencer ao concelho de Sabugal, por extinção do primeiro. Em termos económicos, por volta dos anos sessenta, o negócio do carvão foi uma atividade que teve bastante importância na freguesia. Eram célebres os carvoeiros que exploravam a serra da Malcata e que se deslocavam de burro para comercializarem o seu produto nas freguesias vizinhas, e tinham como alvo preferencial os ferreiros. Até ao início do fenómeno migratório da década de 60, que afetou bastante a freguesia e toda a região, era frequente o contrabando de alguns produtos, como azeite, ferramentas, tecidos e outros, comprados em Espanha e vendidos em Malcata por habitantes da aldeia, geralmente com grandes dificuldades económicas.

O transporte dos produtos era feito a pé ou utilizando o burro. Além do caminho ser muito árduo, havia ainda o perigo de serem apanhados pela polícia aduaneira. A mercadoria apreendida aos contrabandistas era leiloada em praça pública.A maior parte dos habitantes de Malcata que emigraram para o estrangeiro, conseguiram melhorar o seu nível de vida, e muitos acabaram por ficar por lá. Em consequência disso, a economia da freguesia melhorou, devido às remessas enviadas regularmente por estes emigrantes, permitindo a construção de novas casas, ruas novas, e a dinamização de alguns sectores económicos.

A Serra da Malcata é famosa pelo seu lince ibérico, uma espécie protegida por estar em vias de extinção. Estão previstos alguns repovoamentos desta espécie que trarão de novo mais espécimes deste tipo à serra.

A barragem é outro ponto forte desta maravilhosa freguesia, a albufeira com a quota mais elevada do País. Local de eleição para o lazer em época balnear e para a prática de desportos náuticos.

Cache

Pequeno container apenas com espaço para logbook, encontra-se junto a uma arvore debaixo de pedras.

 

This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)