Multi-cache

Alenquer Vila Presépio

A cache by mtrevas Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 3/17/2007
In Lisboa, Portugal
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Nota importante: Atenção o tempo para realizar esta Multicache é de cerca de 3 horas! O grau de dificuldade desta Multicache vai aumentando ao longo das etapas!

ALENQUER VILA PRESÉPIO

 


O concelho de Alenquer está a vinte minutos de Lisboa, pela A1.
Com 302 Km2 e 16 freguesias é um espaço privilegiado entre a Região do Vale do Tejo e o Litoral Oeste de Portugal, onde abundam velhas quintas e solares, com campos verdes cobertos de vinhedos.
Aqui se produzem dos melhores vinhos do País.
O alcantilado das suas casas em anfiteatro, tornam Alenquer conhecida por Vila Presépio, sendo seus pontos naturais de referência a Serra de Montejunto e o Rio Tejo.

BREVE HISTÓRIA

Terra fértil e de grande valor estratégico, entre a Serra de Montejunto e a margem direita do Tejo, foi região de passagem e ocupação por parte dos inúmeros povos que habitaram a Península Ibérica. São em grande número os vestígios arqueológicos que atestam a presença de habitantes, desde o Paleolítico à “Idade dos Metais”, da ocupação Romana à Árabe.
Alenquer foi conquistada aos Mouros pelo Rei D. Afonso Henriques no dia de São João, em 1148, assinalando-se ainda nessa época (séc. XII – XIV), os primeiros forais de Vila Verde dos Francos, Aldeia Galega da Merceana e Alenquer, três municípios medievais de cuja fusão, em meados do século XIX resultou o actual Concelho de Alenquer.
No reinado de D. Sancho I, a vila de Alenquer foi doada à Infanta D. Sancha, passando desde então a ser considerada pertença da Casa das Rainhas, o que frequentemente associará a sua história a acontecimentos importantes e a personagens de destaque da vida nacional.
Durante a crise de 1383 / 1385, a Rainha D. Leonor Teles aqui se refugia após a morte do Conde de Andeio, facto que, segundo a crónica de Fernão Lopes, leva o futuro D. João I a intervir de modo bastante severo, destruindo os cunhais da torre de menagem do castelo.
No período áureo do séc. XV e XVI, nasceram ou viveram em Alenquer personagens ilustres, como o cronista Damião de Goes, o navegador Pêro de Alenquer, o vice-rei da Índia Afonso de Albuquerque, o poeta Luís de Camões e o aventureiro Salvador Ribeiro de Sousa, que foi rei de Pegú (actual Birmânia) e que está sepultado nos claustros do oratório de Santa Catarina em Alenquer. Também o Prior do Crato encontrou acolhimento na vila durante o seu efémero reinado, antes da ocupação de Portugal por parte dos Filipes de Espanha.

ALGUNS LOCAIS A VISITAR
 
Ruínas do Castelo Medieval
Foi importante Praça Moura. Da fortaleza, que teve na Idade Média grande valor estratégico, na linha de fortificações que defendiam Lisboa, restam apenas alguns fragmentos das muralhas, a Porta da Conceição e a curiosa Torre da Couraça.

Câmara Municipal
O edifício da Câmara Municipal foi começado a construir em 7 de Março de 1887 e inaugurado a 2 de Janeiro de 1890. No interior do edifício é digna de referência a Sala de Sessões. O tecto está ricamente decorado em ornamentos de estuque, nas paredes tem medalhões com quatro bustos: de D. Manuel I, Camões, Damião de Goês e Pêro de Alenquer, modelados a gesso. Completam a decoração desta sala os belos retratos do Visconde de Chanceleiros e de Guilherme João Carlos Henriques, autoria do pintor Ribeiro Cristino.
 
Museu Hipólito Cabaço
Em 1944 a Câmara Municipal de Alenquer adquire a colecção de Hipólito Cabaço, um Espólio de 15 mil objectos que serviriam de fundo à futura instalação de um museu na vila. As condições para a abertura do museu só foram reunidas em 1974, após a revolução do 25 de Abril. A inauguração aconteceu no dia 6 de Abril de 1975, com uma exposição permanente de cerca de 4 mil peças que remontam ao Paleolítico, Mesolítico, Idade do Bronze, Idade do Ferro, períodos Romano e Medieval.
 
Museu João Mário
Se é certo que com o princípio do século XX, a arte figurativa passou a ter de confrontar-se com a chamada arte moderna ou de vanguarda, não é menos verdade que ela nunca perdeu a preferência do público que a admira. É no empenho da divulgação desta arte que o Pintor João Mário lhe dedica este espaço, com o intuito de, dentro das suas possibilidades, contribuir para a valorizaçãoo da Vila de Alenquer. Neste museu podemos admirar uma vasta colecção de arte figurativa, pintura e escultura, referente ao final do século XIX e início do século XX.
 
Igreja de S. Francisco
Pertenceu esta igreja ao primeiro Convento Franciscano fundado em Portugal e 1222, por D. Sancha, filha do rei Sancho I, no local onde existia o antigo Paço Real da Vila.
Verificando-se a estreiteza da casa e da Cerca e devido ao crescimento da comunidade foi necessário aumentar o convento. É então que D. Beatriz, donatária da vila, manda, em 1280, construir nova igreja.
O seu interior está decorado com algumas peças de arte, quer em pintura, quer em imagens de vulto, das quais se destaca a “Virgem do Capitulo”. Sobre a Sala do Capitulo, localiza-se uma das dependências mais conhecidas e famosas do convento: a Capela de Santa Sancha. O Claustro é digno de demora visita.

OUTROS LOCAIS A VISITAR

    * Real Celleiro Público
    * Fonte Gótica (Aldeia Gavinha)
    * Basílica S. Quitéria de Meca
    * Serra do Montejunto

  PERCURSOS

    * Rota da Vinha e do Vinho do Oeste
    * Quintas de Alenquer
    * Rota das Igrejas
    * Rota dos Moinhos

  FESTAS, FEIRAS E ROMARIAS

    * Feira de Ascensão (Maio)
    * Romaria em honra de Stª Quitéria de Meca (Maio)
    * Feira do Vinho e do Cavalo (Setembro)

CACHE
“ALENQUER VILA PRESÉPIO”

O grau de dificuldade desta Multicache vai aumentando ao longo das etapas
Boa “cacheada”!

1ª ETAPA

Em N39º 03.260  W009º 00.261 lente de aumentar deves usar para o próximo ponto encontrar.


2ª ETAPA – Convento

    * Sobe as escadas à direita da porta da igreja e diz-me quantos livros estão visíveis no painel de azulejos (visíveis na totalidade e parcialmente), esse número será a;
    * Em que ano Damião de Goes ofereceu o relógio de Sol? Esse número será b.

Ás coordenadas do Convento realiza as seguintes operações:
Latitude (Norte) + (a x 3) - 52; Longitude (Oeste) – (b/9) - 8


3ª ETAPA – Presépio

Vamos em frente!
Realiza o puzzle e obterás as coordenadas da próxima etapa.
Se tiveres tempo podes aproveitar e visitar este magnífico museu!


4ª ETAPA – Real Celleiro Público

Pois é, aqui terás de ter muita atenção à informação solicitada.

    * Qual a data da “Carta Régia”? Simbolicamente essa data será c;
    * Ano em que o Real Celleiro Público passa a ser designado por “Montepio Agrário”? Esse número será d;
    * O edifício é convertido em escola em que ano? Esse número será e.

Para aceder à próxima etapa, à actual coordenada, realiza as operções:
Latitude (Norte) + (dia x mês da carta régia) – 36 – d + ano carta régia;
Longitude (Oeste) + 99 – (d/6) + (e -  b)


5ª ETAPA – Kod Feci

“Domingo, 24 de Maio de 1863, voltou o Dr. Lidenbrock apressadamente para a sua casinha (…)
(…) Não era menos hábil Mineralogista que talentoso Geólogo. (…)
(…) Desejo fazer conhecidos estes sinais, porque levaram o Dr. Lidenbrock e este seu sobrinho a empreenderem a viagem mais ousada do século XIX. (…)
(…) Sim, a chave!... O acaso! (…)
(…) Dizia assim:
In sneffels yoculis craterem kem delibat
Umbra scartaris Julli calendas descende,
Audas viator, et terrestre centrum attinges.
Kod Feci.
(…)”

Terás de empreender a viagem do Dr. Lidenbrock e encontar a inscrição “TARUCHO”, perto encontrarás o almejado objectivo!
Ah…! Como o Dr. Lidenbrock teve de descobrir uma chave, não te esqueças de realizar a seguinte operação:
(e - d) x a – b – 1000 + (a x 3) – 8
Para abrir, terás de ter o resultado!

Espero que te divirtas com esta Multicache…boa “cacheada”!
Não coloques fotografias que identifiquem o local final da cache... Obrigado!

Contentor inicial:
Log boock + lápis + caneta + afia
Stashnote Portugês / Inglês
Postal com mensagem para quem fizer FTF
Lanterna
Xacto
4 blocos quadriculados
Relógio c/ temperatura (embrulhado)
Porta Moedas Camisola de Portugal (oferta Signa Team)
Fita Porta-chaves (oferta Signa Team)
Porta Chaves (embrulhado)
TB Flash Cruzer
Geocoin

Additional Hints (Decrypt)

Cbe sbezn n cbqrerf pbasvezne fr b aúzreb qr yviebf rfgá pbeerpgb an frthaqn rgncn, qrireáf bofreine n pbvapvqêapvn rkvfgragr “rz cnegr” abf erfhygnqbf àf 2 crethagnf qrffn zrfzn rgncn r cnen nvaqn snpvyvgne qvtb-gr dhr rffr aúzreb rfgá rager 55 r 60. An 3ª rgncn cebphen an cnegr qr qrageb qb zheb. Znvf à seragr ab crephefb yhm invf arprffvgne.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

137 Logged Visits

Found it 102     Didn't find it 8     Write note 18     Post Reviewer Note 1     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Owner Maintenance 4     

View Logbook | View the Image Gallery of 83 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 5/6/2017 3:34:03 PM Pacific Daylight Time (10:34 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum