Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

Traditional Geocache

SÃO SALVADOR DO MUNDO

A cache by Saltacachinhas [adopted by ZéSampa] Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 4/14/2007
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

Lugar sagrado e mítico situado a poucos quilómetros de São João da Pesqueira, singular elevação orográfica, situa-se no extremo norte do concelho.

São Salvador do Mundo é destino de romaria e peregrinação, sobretudo de mulheres. As raparigas que querem casar com um homem de jeito, diz a tradição, têm de dar nós às giestas que vão encontrando na berma do caminho que dá para a capela.

De lá, avista-se meio Douro. No fundo do abismo, contorcido por escarpas rochosas, corre o rio, agora amansado pela Barragem da Valeira e liberto do famoso cachão que, até aos finais do século XVIII, constituiu um obstáculo intransponível à navegação. O lugar era de tal modo perigoso que os marinheiros, chegados ali, encomendavam a alma ao criador, entre súplicas a S. Salvador. Dos náufragos da Valeira, o barão de Forrester foi o mais famoso.

 


A história e a lenda conferem ambiência de mistério à solidão envolvente do Ermo, talvez em tempos remotos santuário votivo pagão, substituído pelo catolicismo, desde quando o povo romano abraçou a religião de Cristo.
A romanização do local encontra-se, aliás, documentada no cipo ou pedra funerária epigrafada, visível na frontaria da capela maior, e ainda escórias que testemunham exploração de metais na região.Primitiva comunidade cristã ao redor da primeira capela de invocação a S. João Baptista (Sanhoane) terá estado na origem do povoamento (ou fundação da localidade) e criação (mais tarde) da primeira paróquia, conhecida pelo nome do santo a que se aliou «da Pescaria» (Piscaria), depois Pesqueira.

 
Capela do Ermo

A Capela de S. Salvador do Mundo faz parte dum conjunto de  nove pequenas ermidas distribuídas pelo monte, construídas a partir de finais do séc. XVI, que se dispõem desde a base até ao cume do Ermo, e são espécie de estações da via-dolorosa, evocando passos de Jesus em Jerusalém a caminho do Calvário. Este conjunto culmina no monte da Fraga (711 metros de altitude), sendo impressionante o panorama que se avista do alto do monte sobre o Cachão da Valeira. Do miradouro, mesmo lá no cimo, observa-se panorama espectacular sobre o Douro estrangulado entre ravinas e altaneiras penedias, terras históricas (e arqueológicas) de Linhares e Carrazeda de Ansiães, na margem oposta.
As capelas têm no interior esculturas policromadas (quase ao tamanho natural), representativas ou figurantes de cenas da Paixão, e a que o povo chama judeus.

No dia do Corpo de Deus realiza-se a tradicional e concorrida romaria a São Salvador , das maiores da região.

 

 

História e Monumentos


São João da Pesqueira é uma região fértil em vestígios pré-históricos, o que comprova a antiguidade do povoamento deste território.
Nos séculos IX e X, estas terras foram repovoadas por D. Afonso III das Astúrias, posteriormente, no século XI, foram repovoadas por Fernando de Leão e Castela e, em 1110, foram repovoadas pelo conde D. Henrique.
Foi-lhe outorgado um dos mais antigos forais por Fernando Magno, rei de Leão e Castela.
A 6 de Abril de 1198, D. Sancho I confirma o foral anteriormente outorgado, por D. Afonso Henriques, e a 1 de Junho de 1510 D. Manuel I reformou o foral.
Entre 1256 e 1759, o senhorio destas terras pertenceria à família dos Távoras, até ao atentado a D. José, em que se desconfiou do envolvimento desta família no mesmo, não sendo, contudo, comprovada esta suspeita, mas sendo-lhes retirado, mesmo assim, o senhorio.
O topónimo de São João da Pesqueira existe desde há muitos séculos, talvez devido à abundância de peixe (barbos, lampreias, sável...) no rio.
A nível do património histórico e arquitectónico, destaca-se a Igreja de Santa Marinha, Matriz de Trevões, que é um templo românico, onde se evidencia a cachorrada da capela-mor. A torre sineira foi mandada edificar no século XVIII.

 

O local é propicio a passeios com toda a família. No entanto, a cache está num local onde é necessário ter cuidado com os mais pequenos.

Recomendo deixar o carro no parque, junto a primeira capela. Percorrer todo o caminho até ao cume, e apreciar a beleza da paisagem sobre os vários ângulos. A visita da barragem da Valeira, assim como, aos muitos e bonitos monumentos de S. João Da Pesqueira é quase obrigatória.

 

Conteúdo inicial da cache:

  • Boneco extra-terrestre

  • Ursinho

  • Boneco doutor

  • Rodízio

  • Iman

  • Bloco de notas para os logs

  • Esferográfica

 

 


 

Additional Hints (Decrypt)

Ab cvpb qb zbagr rager nf ebpunf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

216 Logged Visits

Found it 192     Didn't find it 12     Write note 8     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 157 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 6/14/2018 11:09:36 AM Pacific Daylight Time (6:09 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page