Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

Traditional Geocache

Aqueduto da Amoreira - Elvas

A cache by JorgeDraco & Anjo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 6/26/2007
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

free counters

Geocaching is not only Founds. Please, make interesting logs.


1

   Este imponente Monumento é o ex-libris da cidade de Elvas.
   A sua extensão, desde nascente até à Fonte da Misericórdia, é de 7.790 metros, a sua altura, no ponto mais, em que as arcadas se sobrepõem em quatro andares é de 31 metros.
    Em 1537 D. João III designou o arquitecto Francisco de Arruda, mestre das obras do Alentejo e autor do Aqueduto da Prata de Évora, para executar o projecto do novo aqueduto de Elvas. As obras iniciaram-se no mesmo ano, prosseguindo até 1542, data em que a extensão do canal chegava ao Convento de São Francisco. Seguiu-se então a execução da parte mais complexa do projecto, uma vez que depois dos seis quilómetros iniciais já edificados, os arcos do aqueduto iriam aumentar de dimensão. A obra tornava-se cada vez mais onerosa, embora os impostos cobrados aos habitantes da cidade destinados à edificação do aqueduto fossem sendo aumentados ao longo dos anos.
   Em 1547 as obras eram suspensas devido à falta de verbas, sendo retomadas somente em 1571. Esta segunda campanha de obras, que terá sido orientada pelo engenheiro Afonso Álvares, prosseguiu até 1580, quando a subida ao trono de Filipe I originou uma nova interrupção dos trabalhos. A fábrica de obras foi retomada no início do século XVII, e cerca de 1610 concluiu-se que era necessário alterar o projecto do aqueduto, dando-lhe mais altura, para que fosse possível levar a água até ao Largo da Misericórdia. Esta decisão atrasou ainda mais a conclusão dos trabalhos, devido não só às dificuldades práticas relacionadas com o trabalho de engenharia como também pelo aumento dos custos do projecto. Finalmente, em 1620 correram pelo aqueduto as primeiras águas dentro dos muros da cidade, que iam então desembocar numa fonte provisória construída junto à antiga Igreja da Madalena.

  A cache
 

   Esta cache pretende dar a conhecer este importante monumento e, homenagear todos aqueles que com o seu sacrifício permitiram que esta obra se realizasse. Foram gerações inteiras de Elvenses que, sabendo que não iriam beneficiar da obra, pagaram impostos em condições por vezes penosas, para que as futuras gerações tivessem melhores condições de vida.

2

  The cache

  This cache guide’s you to the Elvas aqueduct, that is an impressive monument built in the XVI-XVII centurys, with the taxes paid by the people of Elvas, in order to give to future generations a better way of life.

 

Additional Hints (Decrypt)

Fbh hz fre ivib, irwnz an zvaun onfr

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

1,079 Logged Visits

Found it 997     Didn't find it 28     Write note 23     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 5     Publish Listing 1     Needs Maintenance 8     Owner Maintenance 7     Update Coordinates 5     

View Logbook | View the Image Gallery of 192 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 6/16/2018 2:20:52 AM Pacific Daylight Time (9:20 AM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page