Skip to Content

<

Rio Paiva - Ponte de Alvarenga

A cache by rifkindsss Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 4/2/2007
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Rio Paiva - Ponte de Alvarenga

O Rio Paiva é um rio português que nasce na Serra da Nave em Moimenta da Beira e desagua no Douro em Castelo de Paiva. Tem 111.5 Km de comprimento e a área da sua bacia é de 77 Km quadrados. O rio Frades, o rio Paivô, a ribeira dos Cubos e a ribeira da Lamosa são seus afluentes. O rio Paiva foi considerado ainda não há muitos anos o rio menos poluído da Europa, e ainda é hoje é local de desova da truta.

Para os que querem passar um dia inesquecível, cheio de emoções fortes e ter histórias para contar por muito tempo, Arouca e o seu rio Paiva são, hoje destino obrigatório. O Festival Internacional de Águas Bravas (rafting e caiaques) representa uma oportunidade única para os mais arrojados provarem que não se renderam à preguiça e não se intimidam com diabruras daquele que é considerado um dos rios mais "nervosos" do país.

O rio Paiva está rodeado, em significativa parte do seu percurso, por uma frondosa e luxuriante galeria vegetal, que alberga ecossistemas diversificados e de grande importância. A uma rica comunidade piscícola e de insectos aquáticos vem juntar-se um grande número de aves ripícolas e espécies tão esquivas como a lontra, que só com muita sorte e paciência poderemos avistar. A faceta selvagem e agitada que tornou o Paiva conhecido, por vezes dá lugar a uma completa transfiguração do seu carácter, quando o rio atravessa zonas de mosaico agrícola. Surgem aqui as pequenas aldeias ribeirinhas, criadas em estrita sintonia com o rio.

A ponte de Alvarenga terá começado a ser construída por volta do ano de 1770, ficando concluída em 1791. A actual obra foi mandada construir por alvará de D. Maria I, de 15 de Fevereiro de 1791 e os custos importaram em 3.300 reis. Foi determinante na execução desta obra, o facto de um prelado Lamecense, D. Manuel de Vasconcelos Pereira, ter estado em risco de morrer afogado quando tentava atravessar nesse mesmo local do rio numa barca e esta se virou devido as condições do caudal do rio que estava em cheia, no local onde viria a ser edificada a actual construção. A ponte apresenta uma altura de cerca de 20,80m e é em cantaria, tem 2 arcos de volta inteira, sendo o maior destinado ás aguas do rio e o outro para os pescadores. A extensão do vão do primeiro é de 16,40m e do segundo 2,50m. O comprimento total da ponte é de 42 metros e a largura da plataforma da faixa de rodagem 4,33m. Estabelece a ligação entre as freguesias de Canelas, que se situa na sua margem esquerda, e a de Alvarenga que está na direita.

The River Paiva is a portuguese river born at the Serra da Nave, Moimenta Da Beira. It flows into the Douro river at Castelo de Paiva. River Paiva is 111.5 km long. Rivers Frades, Paivô, Cubos and Lamosa flow into it. Not too many years ago, it was believed to be one of the less polluted rivers in all Europe.

The Paiva offers amazing conditions for those in search of strong emotions. The White Water International Festival offers an unique opportunity to try its waters.

A frame of luxury green follows the river throughout its course, sheltering a great number of ecosystems. Along the Paiva, the landscape often shifts from the wild waters to the peaceful farm fields, where small villages settled.

The Alvarenga bridge was probably built between 1770 and 1791. The near death of D. Manuel de Vasconcelos Pereira when he tried to cross the wild, flooded river may have hurried the bridge construction. The bridge is 20,80m high, using 2 arches with full turn (roman style). Under the larger (16,40m wide) arch, flows the river, while the smaller (2.5m wide) is used by fishermen. It's 42 meters long and 4,33m wide. The Alvarenga bridge connects Canelas, on the left margin to Alvarenga on the right.


A cache:A cache está localizada um pouco afastada da ponte, junto a um carreiro pouco frequentado, mas bastante acessível. CUIDADO com o acesso à cache, que exige muita atenção. NÃO é recomendado que as crianças saiam do carreiro!

The cache:The cache is located some distance from the bridge, near a little used, but rather accessible path. BE CAREFUL when reaching the cache location, that requires a lot of attention. DON'T LET your children wander away from the path!

Additional Hints (Decrypt)

[PT]Cbe geáf qr nythznf crqenf, ahzn sraqn cbe onvkb qn ebpun. Graunz zhvgb phvqnqb nb qrfpre nf crqenf. Aãb é cerpvfb qrfpre zhvgb. Irwnz n sbgb Fcbvyre.
[EN]Oruvaq fbzr ebpxf, va n penpx orybj gur ovt ebpx.Or irel pnershy jura pyvzovat qbja. Lbh qba'g arrq gb tb qbja gbb zhpu. Frr gur Fcbvyre cubgb!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

466 Logged Visits

Found it 408     Didn't find it 28     Write note 15     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 5     Owner Maintenance 5     

View Logbook | View the Image Gallery of 184 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.