Skip to content

Em busca do vale encantado I [Senhora da Carvalha] Traditional Geocache

Hidden : 09/02/2007
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

Em busca do vale encantado I [Senhora da Carvalha]

 

Automatic ENGLISH TRANSLATION here.
 

 

“Chego a uma terra, portuguesa ou estrangeira, e a primeira coisa que faço é visitar os monumentos religiosos... mas o espírito, para mim, está menos na divindade que mora nesses santuários visitados, do que na arquitectura, na escultura e na pintura que neles possa admirar. O sopro da eternidade vem-me do temporal.”

Miguel Torga, Diário, Foz Côa, 31 de Outubro de 1959

 

Esta cache vai leva-los a ver mais um magnifico recanto de Portugal… A Capela de Nossa Senhora da Carvalha, do século XVII, transformada em Ermida e Padroeira da freguesia. Este santuário está situado na freguesia de Freixo de Numão.

 

Freixo de Numão é a entrada para quem vem do coração do Douro, pela Régua, Pinhão e S. João da Pesqueira (N222) ou subiu de Viseu até Penedono (pelas N 229 e N 331, em direcção à Meda) é uma vila única na paisagem regional, pois o conjunto do seu património está a ser cuidadosamente estudado, conservado e musealizado, com a participação das populações. Ela oferece, na leitura da paisagem, todas as páginas da história e da arqueologia, a terra de xisto e de granito, o branco rosa das amendoeiras, verdes olivais e os vinhedos da Terra Quente, lonjuras a perder de vista.

 

A ocupação deste território remonta à Idade do Ferro, primeiro milénio antes de Cristo, e onde as marcas indeléveis continuam por esse tempo fora. Mas foram os romanos que mais vincaram e testemunharam a importância da localidade. Os testemunhos edificados nos sítios do Prazo e do Rumansil assim o atestam. Mas foi em 1372 que Freixo de Numão obtém a categoria de vila. Em inícios do séc. XVI Freixo de Numão era a terra mais populosa da região. A fixação de famílias judaicas vindas da Espanha recém-unificada, pela acção dos Reis Católicos (Fernando e Isabel), para isso contribuiu consolidando, deste modo, um território cada vez mais importante do ponto de vista estratégico. O florescimento de Freixo de Numão acentua-se entre os séculos XVII e XVIII tendo-se construído casas apalaçadas, a casa da Câmara e o Pelourinho. Contudo, em 1835 o concelho é extinto e integrado no de Vila Nova de Foz Côa.

Do património edificado destaca-se a Casa Grande (palácio barroco de meados do século XVIII com uma capela estilo rocócó), a ex-Domuz Municipalis (um edifício Barroco da segunda metade do século XVIII que até 1854 serviu de Casa da Câmara), a Igreja Matriz (fundada sobre ruínas de um templo pagão) e que mantém o busto de S. Pedro em pedra com um interior onde pontificam altares de talha barroca. As ruínas do Prazo, castelo velho e estrada romana são os mais importantes, estando no entanto salpicada de vários locais arqueológicos a não perder.

 

 

(Conteúdo original: Pin mcdonalds, mola roupa com estrela, berlinde, selo, borracha e balão)

 

 

Additional Hints (Decrypt)

Ahz crdhrab ohenpb qr hz nzbagbnqb qr ebpunf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)