Skip to Content

This cache has been archived.

SUp3rFM: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx#maint :

[quote]
As the cache owner, you are also responsible for physically checking your cache periodically, and especially when someone reports a problem with the cache (missing, damaged, wet, etc.). You may temporarily disable your cache to let others know not to hunt for it until you have a chance to fix the problem. This feature is to allow you a reasonable time – [b]normally a few weeks[/b] – in which to arrange a visit to your cache. In the event that a cache is not being properly maintained, or [b]has been temporarily disabled for an extended period of time, we may archive the listing[/b].

It may be difficult to fulfill your maintenance obligations if you place a cache while traveling on vacation or otherwise outside of your normal caching area. These caches may not be published unless you are able to demonstrate an acceptable maintenance plan. It is not uncommon for caches to go missing, areas to be cleared, trails to be blocked or closed, objects used for multi-cache or puzzles to be moved or removed, etc. [b]Your maintenance plan must allow for a quick response to reported problems.[/b]
[/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=sup3rfm]e-mail[/url].

Lembro que o "desarquivamento" de uma cache, e a sua eventual consequente reactivação, passa pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Abraço e obrigado pela sua contribuição.

SUp3rFM
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

More
<

Cache do Tritão [Mafra]

A cache by Sofia Ricardo & Carlos Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/15/2007
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Esta multi-cache pretende dar a conhecer um bonito vale da zona de Mafra, atravessado pelo rio Lizandro. Ao longo deste passeio é possível desfrutar duma magnífica paisagem, assim como contactar com animais, plantas e rochas muito características da zona Oeste.


A CACHE

     Esta cache demora cerca de 1h30 a ser completada. Aconselhamos a que estacione o seu cachemobil em N 38º 56.463 W 009º 22.910 e faça o resto do percurso a pé ou de bicicleta. Não é possível fazer-se este percurso doutro modo.
     A seguir ao estacionamento, siga pela estrada principal e entre na rua “Entre-Serrado”. A partir daqui, siga para as coordenadas indicadas (N 38º 56.448 W 009º 23.275), onde encontrará a primeira micro-cache, com as coordenadas da segunda. Na segunda, encontrará finalmente as coordenadas da cache final.
     A cache final está perto duma fonte (e alguns tanques anexos), onde existem tritões, o simpático animal que deu o nome a esta cache. Na cache, não se esqueça de ver o “Passaporte do tritão”, com informação sobre o mesmo e um pequeno jogo!

A cache final é um tupperware de tamanho regular e que contém:
      - Logbook
      - Stashnote
      - Lápis
      - Afia
      - Passaporte do tritão (NÃO O RETIRE DA CACHE, SFF)
      - Alguns presentes para troca (o conteúdo inicial é: vários animais e o TB Thailand)

     Durante todo o percurso nunca necessitará de voltar para trás, pois o circuito é circular, voltando no final à zona do estacionamento. SIGA SEMPRE PELO CAMINHO, pois muitos terrenos são cultivados.
     Após encontrar a cache, para voltar ao estacionamento, é só subir pelo caminho principal, voltando à direita na primeira encruzilhada. O caminho desemboca num aldeia rural, o Urzal, que também é um local muito pitoresco para ser visitado.


O QUE VAI ENCONTRAR NESTE PASSEIO

Flora

      • Esteva
      • Urze (o facto de haver muita urze nesta zona deu o nome ao Urzal)
      • Murta (o facto de haver muita murta nesta zona deu o nome a outra aldeia: Murtais)
      • Zambujeiro/Oliveira brava (deu o nome ao Zambujal)

Fauna

      • Coelho
      • Perdiz
      • Vários pássaros: gaio, popa, melro, rouxinol, pintassilgo, verdilhão, etc
      • E claro, tritões

Geologia

      • Arenito arroxeado (com cimento de manganês), junto à zona da cache
      • Depósitos sedimentares formado por rochas areníticas, onde é visível a estratificação nos sedimentos, na estrada que sobe em direcção à cache final


O TRITÃO

     Como na cache é fornecida informação detalhada sobre o tritão, aqui é apenas referido o seu ciclo de vida. Os tritões vivem em média 6 anos, atingindo a maturidade sexual aos 3 anos. A época de reprodução começa após as primeiras chuvas e a formação de charcos temporários. Também pode ocorrer em pequenos lagos permanentes, tanques de água artificiais ou outros pontos de água parada. Os adultos migram nessa altura para os locais de reprodução. Os machos chegam primeiro ao charco e saem mais cedo do que as fêmeas.
     O ritual de acasalamento é bastante elaborado: a fêmea permanece relativamente apática, enquanto o macho realiza uma 'dança', em que abana a cauda. Depois, o macho deposita um espermatóforo em frente à fêmea, que depois terá de o introduzir na cloaca. Após a fecundação, as fêmeas depositam os ovos individualmente, envolvendo cada ovo com folhas de vegetação aquática na margem dos charcos. Cada fêmea pode depositar cerca de 300 ovos numa época de reprodução.
     Após 2 ou 3 semanas (dependendo da temperatura da água), os ovos eclodem e saiem os girinos. Nesta fase larvar, alimentam-se de plâncton, larvas de insectos, etc. Os girinos vão crescendo e parecendo-se cada vez mais com os adultos, mas ao contrário destes últimos, têm guelras externas de ambos os lados da cabeça. As patas da frente são as primeiras a desenvolver-se, seguidas das patas de trás. As guelras acabam por encolher e os tritões ganham a capacidade de sobreviver fora de água a partir das 10 semanas de vida.
     A maioria dos tritões hibernam durante o Inverno, voltando a estar activos na Primavera.

AVISO: Os tritões podem não estar sempre visíveis, devido ao facto de se encontrarem na fase de girino ou em hibernação. Não esquecer que os tritões não devem ser incomodados!



Esperamos que se divirtam e apreciem a paisagem!

Sofia & Carlos


Agradecimentos Pelo contributo como conselheiras científicas, queremos aqui agradecer à Paula (bióloga) e à Anabela (geóloga).

English For an english translation please send me an e-mail and I'll be glad to send it to you.

Bibliografia http://pt.wikipedia.org/wiki/Triturus



AS NOSSAS CACHES

Cache do Tritão [Mafra]
Cache dos moinhos [Torres Vedras]
Cuuuuco Cuuuuco!!![Torres Vedras]
Regresso às origens [Loulé]


Additional Hints (Decrypt)

1ª zvpeb pnpur – nb aíiry qbf byubf, cbe geáf qhzn crqen ebfnqn
2ª zvpeb pnpur – an onfr qn áeiber
Pnpur svany – znvf npvzn, cbe onvkb qhznf crqenf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

71 Logged Visits

Found it 55     Didn't find it 2     Write note 8     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 91 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.