Skip to Content

This cache has been archived.

SmirMan: Arquivada.

Obrigado a todos que a visitaram.

More
<

"DOIS VINTE CINCO" [MACEIRA]

A cache by SmirMan Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/01/2008
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


"DOIS VINTE CINCO" [MACEIRA]

 

A CACHE NÃO SE ENCONTRA NAS COORDENADAS INDICADAS, SÃO AS DO ESTACIONAMENTO.

 


Escadórioda Paróquia de Maceira

Em 1879, "porque sempre se conservara acanhada, e sem obra alguma que a recomendasse aos olhos do observador, se demoliu e se lhe deu as dimensões que hoje tem", como diz, em 1900, o Cónego José Pereira da Costa, pároco da freguesia.
Em carta de 14 de Junho de 1887 ao Bispo de Coimbra, a que pertencia, então, a freguesia de Maceira, o mesmo pároco escrevia: "A uns 100 metros da igreja matriz e pertencente à administração da Junta de Paróquia, há uma capela com a invocação de Santo Amaro, onde se faz uma importante romaria no dia próprio do Santo”.
 Nos anos de 1896 e 1897, foi construído o grandioso escadório que dá acesso à capela, a cargo Junta de Paróquia, então presidida pelo Cónego Prior José Pereira da Costa, e as obras ficaram concluídas, em 1899, com o levantamento de uma estátua de Santo Amaro.
Mas as obras da capela foram continuando até ao ano da proclamação da República.  A "mata de Santo Amaro" foi posta em hasta pública, no dia 21 de Agosto de mil novecentos e dezanove, e adquirida por um paticular,ficando, depois da sua morte, para as suas herdeiras. A capela continuou na posse do Estado, apenas cedida para o culto, e só foi entregue à Fábrica da Igreja Paroquial de Maceira, a 23 de Novembro de mil novecentos e quarenta e cinco, em conformidade com a Concordata entre a Santa Sé e o Estado Português, de mil novecentos e quarenta.
Informação retirada de
www.minhaterra.com.pt

 

Santo Amaro ou Mauro

Nasceu em Roma no ano de quinhentos e treze, Amaro foi entregue aos cuidados de S. Bento aos 12 anos. Correspondeu tão bem à afeição e solicitude do mestre, que foi em breve proposto como modelo aos outros religiosos. S Gregório exaltou-o por se ter distinguido no amor da oração e do silêncio, e conta que, a exemplo de S. Pedro, foi recompensado da sua obediência caminhando sobre as águas.
Foi o caso de um jovem chamado Plácido cair no açude de Subiaco. S. Bento soube-o por revelação e chamando Amaro disse-lhe: “Irmão Amaro, vai depressa procurar Plácido que está prestes a afogar-se”. Munido com a bênção do mestre, o discípulo correu sobre a água a socorrer Plácido, a quem agarrou pelos cabelos e trouxe para a margem, não se apercebendo sequer de ter saído de terra firme. Quando deu pelo milagre, atribuiu-o aos méritos de S. Bento.
O curso de toda a sua vida religiosa não desmentiu as promessas. Amaro cumpria tão bem o ideal monástico que todos passaram a considerar nele o perfeito herdeiro espiritual de S. Bento, o eventual sucessor dele. Segundo uma tradição, foi Amaro quem ficou a substituir S. Bento quando este se transferiu para o Monte Cassino. E é-lhe atribuída ainda a implantação do instituto beneditino nas Gálias. Amaro veio depois a falecer no ano de quinhentos e oitenta e cinco.

Informação gentilmente cedida pelo Padre Fernando, pároco da freguesia de Maceira.

 

 

 

A “mata de Santo Amaro” é um dos locais escolhidos pelos escuteiros para as suas actividades, nomeadamente a caça ao tesouro e para orientação.
As portas da Capela de Santo Amaro, como é chamada, abrem no dia do Santo Amaro, dia 15 de Janeiro para a celebração de uma missa, e no dia dos festejos em honra de Santo Amaro que se realizam no domingo mais próximo do dia do santo. É tradição nestas festas a venda de pinhões e outros frutos secos e dos “bolos de poceira”. É também tradição, na véspera destes festejos, fazer-se uma grande fogueira no largo e assarem-se chouriças.

 

Para encontrar as coordenadas da cache terão que decifrar o enigma escondido.

A cache
Contem a Stashnote, lápis, logbook, Travel Bug Dog Tag  Freedom Baby, Travel Bug Dog Tag  Evil Evi e prendas para troca.

 

Por favor sejam discretos e tentem recolocar a cache da mesma maneira que a encontraram.

 

You can check your answers for this puzzle on Geochecker.com.


Additional Hints (Decrypt)

"Cnffn hz zryeb"

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

325 Logged Visits

Found it 308     Didn't find it 2     Write note 10     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 74 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.