Mystery Cache

Monte de Santa Luzia

A cache by GeoDragon 5.5; Geckologik Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 4/18/2008
In Viseu, Portugal
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


A cache não está nas coordenadas indicadas!

 

Breve História de Santa Luzia

Santa Lúcia de Siracusa (+-283 - 304), também conhecida por Santa Luzia, foi uma jovem siciliana, venerada pelos católicos como virgem e mártir, que morreu por volta de 304 durante as perseguições de Diocleciano em Siracusa.

Luzia era uma jovem, filha de uma mãe de boas condições financeiras. Quando se tornou mais velha, foi prometida em casamento a um jovem rico da sua cidade. Luzia não aceitou a ideia, pois pretendia seguir a carreira religiosa, mas a sua mãe não aprovava as intenções da filha.

Quando a mãe de Luzia adoeceu gravemente, a jovem pôs-se a rezar por ela e levou ao seu leito as relíquias de Santa Águeda. A mãe de Luzia curou-se da doença e aceitou a vontade da sua filha seguir a carreira religiosa.

O rapaz com que Luzia se iria casar não gostou da ideia e acusou-a de professar falsa fé cristã. O rapaz fez com que Luzia fosse julgada pela Igreja, tendo o tribunal decidido que a jovem teria de ser levada a um prostíbulo para se contaminar. Segundo a história, quando os guardas vieram buscar Luzia, o seu corpo tornou-se tão pesado que nem muitos homens a conseguiam tirar do lugar.

Luzia foi então vítima de várias torturas, sendo que uma delas foi arrancar os seus olhos, que foram colocados numa bandeja e entregues ao seu ex-pretendente. Mesmo assim, no dia seguinte os olhos de Luzia apareceram no seu rosto, intactos.

Luzia continuou a ser torturada, até que no dia 13 de Dezembro um golpe de espada cortou a sua cabeça.

Anos depois Luzia foi canonizada, tornando-se santa e mártir da Igreja Católica. No dia 13 de Dezembro, nos países católicos, é comemorado o Dia de Santa Luzia. É considerada a santa protectora dos olhos.

São encontradas várias lendas do martírio da santa. Uma delas diz que Luzia nasceu na Sicília, Itália, no século III, tempo de muitas perseguições cristãs. Os seus pais eram cristãos, de origem nobre e ricos. Com a morte do pai, a sua mãe quis que Luzia se casasse com um moço de estirpe nobre, mas pagão. Como havia feito voto de virgindade a Cristo, não aceitou o casamento. Sentindo-se rejeitado, o noivo, denunciou-a ao governador Pascácio, um homem perverso que, em tribunal intimou-a a sacrificar a sua vida aos deuses pagãos.

A insistência de Pascácio para que Luzia, a todo custo, se casasse com o fidalgo, levou-a a perguntar-lhe: "Afinal, o que este rapaz viu em mim, sendo ele tão rico e poderoso?". A resposta do governador foi taxativa: "São os seus belos olhos que o encantam!". Luzia, então, pediu-lhe um pratinho e arrancou, de súbito, os seus olhos e ofereceu ao noivo que a denunciou. Pascácio, irado, ordenou que Luzia fosse decapitada.

O Monte de Santa Luzia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Monte de Santa Luzia onde se situa o Castro, foi até ao século XIX conhecido como Monte de São Gens, um santo a quem era devotada a capela que hoje tem a evocação de Santa Luzia. Ali ter-se-ia implementado o povoamento inicial da área de Viseu, provavelmente já entre os séculos X e VIII a.C.. Foi um povoamento amuralhado e ainda hoje apresenta vestígios da muralha. No entanto, o povoado parece ter sido abandonado, talvez por volta do século I d.C., quando os romanos optaram por organizar um novo Centro político-administrativo e religioso que deu origem à urbe romana de Viseu. Uma das características deste povoado pré-histórico é a sua especialização artesanal do fabrico de objectos de bronze e provavelmente de ferro, como parece demonstrar a abundância de pequenos objectos encontrados entre os quais dois fragmentos de cadinhos de fundição.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O património geológico é o património mais antigo da Terra, merecendo ser olhado com redobrada atenção e interesse. Com a proposta de desenvolver o conceito de geo-monumento e dar atenção e importância a esse património foi lançado o projecto do Museu do Quartzo.

O futuro Museu do Quartzo ficará instalado no Monte de Santa Luzia e irá dispor de duas valências: uma vertente de investigação científica e outra de investigação mineralógica. O conjunto ficará integrado na rede de Exomuseus da Natureza do Museu Nacional de História Natural. O edifício do Museu do Quartzo, o único no mundo dedicado a este mineral, em construção no Monte de Santa Luzia, aproveita uma antiga jazida aí existente. A sua abertura está prevista para 2009.

As outras vertentes do Monte de Santa Luzia serão ainda um campo aberto a explorar: o seu interesse botânico, arqueológico, geográfico e antropológico.

 

A cache

Para encontrar a cache terá de fechar bem os olhos e resolver o seguinte enigma:

Additional Hints (Decrypt)

Yrirz pbz dhr rfperire

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)

 

Find...

343 Logged Visits

Found it 277     Didn't find it 20     Write note 12     Temporarily Disable Listing 4     Enable Listing 3     Publish Listing 1     Needs Maintenance 17     Owner Maintenance 9     

View Logbook | View the Image Gallery of 78 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 3/23/2017 10:10:58 AM Pacific Daylight Time (5:10 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum