Skip to Content

<

Capela Românica Espírito Santo [Moreira do Lima]

A cache by Lenan2do (adopted by pmsfranco) Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/11/2008
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A cache dá-nos a conhecer uma interessante obra de arte românica.


Capela Românica do Espírito Santo [Moreira do Lima][Ponte de Lima]


Enquadramento
Rural, isolado, implantação harmónica. Ergue-se na base da Serra de Antelas, num adro murado e sobranceiro à estrada, ao nível da qual fica fontanário do séc. XVIII, de 3 bicas e coroado por 3 bolas sobre plintos. Nas proximidades existem várias casas.

Descrição
Planta longitudinal, composta, de nave única, capela-mor quandragular mais baixa e sacristia adossada no lado esquerdo. Volumes articulados com cobertura diferenciada em telhados de 2 e 4 águas (na sacristia). Frontespício orientado, terminado em empena, pórtico de arco apontado formado por 3 arquivoltas, sendo a exterior bosantada, sobre impostas lisas, e 2 colunelos adossados nas reintrâncias com capitéis decorados com motivos florais e um outro com 2 caras e uma serpente. É encimado por 4 modilhões e uma fresta larga. Fachadas laterais com portais, de arco pleno, janela no lado S. da capela-mor e fresta de 2 lumes na sua parede testeira. Cornijas sobre modilhões historiados e, a N., um capitel. Sobre o telhado da fachada S uma pequena sineira. Interior simples com 2 altares laterais postos de ângulo, banqueta de pedra e retábulos de talha. Tecto de madeira. Arco triunfal sobre pilastras e capela-mor com retábulo, também de talha, representando "Descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos" e "Coroação da Virgem" na parte superior. Cobertura de madeira em masseira.

Época Construção
Séc. 13 / 17 (conjectural)

Cronologia
Séc. 12 - Ali existia um vasto complexo arquitectónico que servia de sede aos frades templários; séc. 13, finais - provável construção da actual igreja; 1678 - data de inscrição descoberta durante as obras de restauro; 1688 - data do retábulo da capela-mor.

Tipologia
Arquitectura religiosa, românica. Capela rural da 2ª fase do românico português onde é evidente uma certa apropriação das formas e temas tradicionais, nomeadamente na adopção da capela-mor quadrangular, de tradição hispânica e na diminuição dos capitéis com decoração de inspiração vegetal. Tipologicamente integra-se na 2ª fase do foco românico do Alto Minho, onde é já nítida uma certa tendência para o gótico, aqui notado especialmente no pórtico axial, com arco apontado e sem tímpano. A fresta da parede testeira da capela-mor tem já uma modinatura gótica. Modificações interiores do séc. 17 em estilo maneirista sendo os retábulos de talha do tipo de "retábulos de edículas". O frontal do altar da capela-mor é de madeira pintada imitando tecidos com motivos florais.

Características Particulares
Os modilhões, todos eles esculpidos, são muito curiosos e, segundo Manuel Aguiar Barreiros, na sua simbólica está bem patente as alusões morais e satíricas; por exemplo na figura de olhos esbogalhados que deita fora a língua desmedida - a maledicência; a que aperta com força os dedos aos lábios - o segredo; a que junta as mãos suplicantes ao céu - a oração; a que com ar glutão espalma as mãos sobre o estômago - a gula, etc.

Dados Técnicos
Paredes autoportantes de cantaria em aparelho "vittatum".

Materiais
Granito, betão, talha e madeira. Pavimento de lajedo e cobertura de telha.


A capela tem o orago do Espírito Santo. O portal axial foi aberto na espessura da caixa murária que, pela estereometria da pedra, parece ter sido um pouco engrossada na zona quadrangular que o envolve, a qual coincide sensivelmente com os 4 modilhões que encimam o pórtico e que serviam de apoio a um alpendre. A serpente, que surge entre 2 caras num capitel, é um dos animais mais frequentemente representados no nosso românico.


Cache: O contentor é uma pequena caixa com:
  • logbook/stashnote,
 Por favor, voltem a colocar a cache como estava, e bem escondida. Necessitam de ter algo para escrever.

Esperemos que se divirtam nesta cachada e que gostem do local. Podem tirar fotografias e beber água da fonte. Obrigado pela visita.

Como sei que é complicado aceder à capela sem indicações deixo um caminho alternativo, que permite também, com um desvio, fazer uma outra cache que se encontra relativamente perto:
. para quem segue pela A27 sair na saída para Ponte de Lima. A seguir à rotunda do lado Sul da A27 ficar atento à indicação para Santo Ovídio; para quem vem de Ponte de Lima seguir para a A27 e procurar a mesma indicação
. seguindo para Santo Ovídio desviar à direita em 41° 47.057'N, 8° 36.507'W
. seguir pela estrada de alcatrão à direita em 41° 47.124'N, 8° 36.798'W até encontrarem a capela

Additional Hints (Decrypt)

ab zheb, cregb qn zrfn qr crqen. aãb é arprffáevb zbire crqenf tenaqrf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

347 Logged Visits

Found it 323     Didn't find it 9     Write note 4     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 5     Owner Maintenance 2     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 113 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.