Skip to content

<

The Phantom Train of Doom

A cache by almeidara Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 01/18/2009
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

Esta cache nasceu de um gosto pessoal por percorrer caminhos de ferro abandonados, aliado à aventura de partir pelo desconhecido, mais o bichinho da arqueologia e de encontrar estruturas antigas e, por fim, de fazer o percurso de uma cache mítica. A cache tenta aliar a linha de ferro abandonada com a actividade de BTT.

 

Toda esta zona esteve ligada à extração mineira, de que resta hoje a toponímia. Monfurado (Monte Furado) terá origem nas inúmeras covas aí existentes - cavidades resultantes da exploração mineira que recua à época romana. Escoural parece soar como escorial - terreno onde existem escórias de metais. Ferrarias, e outras localidades devem o seu nome a esta actividade.

Há cem anos a paisagem física e social na serra  do Monfurado diferenciava-se dos traços de ruralidade até aí dominantes: dez unidades de extração mineira em funcionamento, cortas a céu aberto, galerias, vagões para o transporte do minério, rede ferroviária de acesso, centenas de pessoas, novos profissionais ligados à exploração mineira e caminhos-de-ferro, habitações para os operários...

A maior parte das minas de Monfurado, à semelhança de outras do Alentejo, foi explorada por companhias inglesas. Em 1867 era concessionada a primeira exploração de minério - a mina dos Monges. Seguiram-se as minas da Defesa, da Sala e da Nogueirinha em 1873. Ao contrário da mina dos Monges, servida por um ramal de via reduzida, que entroncava na linha do sul ao km 81, a mina da Nogueirinha foi servida por um ramal  de via larga, ligando-se à mesma linha do sul no km 91, na estação de Casa Branca. Eram as próprias locomotivas do Sul que rebocavam os vagões até à mina. O minério tinha como destino o cais do Barreiro, onde embarcava para fora do país, em especial para Inglaterra.

 

 

A cache começa junto à estação de Casa Branca, onde podem chegar por comboio . Nas coordenadas publicadas quantos pares de apoios de bicicleta encontram (A)?

A = 05    vá a    N 38° 31.290 W 008° 08.204
A = 10    vá a    N 38° 30.378 W 008° 08.434
A = 15    vá a    N 38° 29.792 W 008° 08.222

Sigam até N 38° 29.884 W 008° 09.215 onde podem encontrar a reutilização de duas tábuas da linha. A linha seguia para nordeste, mas hoje em dia o melhor é seguir pelo caminho rural / ciclopista mais a sul. Todo o percurso está sinalizado e os pontos anteriores encontram-se por ele. Ao lado podem ver um mapa com o traçado original da linha de comboio a vermelho e a ciclovia rural a azul.

No segundo ponto (indicado pelo valor de A) encontrarão mais reutilizações de material ferroviário, desta vez das próprias linhas de ferro. Quantas encontram (B)?

B = 2    vá a    N 38° 31.721 W 008° 07.551
B = 4    vá a    N 38° 31.696 W 008° 07.386
B = 6    vá a    N 38° 31.738 W 008° 07.658

De passagem não deixem de visitar a Anta-capela de Nª. Sra. do Livramento em N 38° 31.479 W 008° 07.778, transformada no séc. XVII. Do monumento original é possível identificar cinco esteiros e laje de cobertura.

No ponto indicado por B deverão encontrar uma micro com as coordenadas e a dica para encontrarem a cache final.

Durante todo o percurso tenham o cuidado de deixar as vedações, que tiverem de passar (passei por 4), conforme as encontraram. Cuidado com gado de grande porte dentro das propriedades, caso eles não se afastem, desviem-se vocês e contornem-os . Nos últimos 150m da cache final o terreno encontra-se com bastante vegetação o que requer roupa resistente. TENHAM MUITO CUIDADO COM BURACOS VERTICAIS NO CHÃO ESCONDIDOS POR VEGETAÇÃO!

As minas têm como principal mineralização a Magnetite e Pirite. A Magnetite, cuja composição é FeO.Fe2O3 e pode conter Mg, Mn, Zn, Al e Ti, ocorre em cristais octaédricos e em massas granulares e compactas. É um material de dureza 5.5 - 6,5, quebradiço, fortemente magnético, de cor preta, de brilho metálico. A magnetite é o mineral mais magnético de todos existentes na Terra, e a existência desta propriedade foi utilizada para a fabricação de bússolas. Pode ser de origem magmática, pneumatolítica e metamórfica. Ao lado esquerdo podem ver a demarcação das minas da Nogueirinha no ano de 1952.

 


1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Mina_da_Nogueirinha
2. http://e-geo.ineti.pt/bds/ocorrencias/default.aspx?Type=&ID=621
3. http://www.mnarqueologia-ipmuseus.pt/pgs/cc_estacoes.asp?detail=1&id=560
4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Magnetita

 

Additional Hints (Decrypt)

nwhqn cnen n pnpur svany, an hygvzn zvpeb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)