Skip to content

Pedras com História [Rossas - Arouca] Multi-cache

This cache has been archived.

daraopedal: Reciclada...

More
Hidden : 03/22/2009
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Pedras com História
[Rossas - Arouca]

Esta cache pode ser considerada uma cache de 2ª categoria, pois o local não é particularmente belo. Na verdade até está mal cuidado, utilizado como depósito para madeiras, já foi utilizado com local para despejo de lixo e o acesso não é grande coisa. Então qual a razão de lá ter uma cache?
A razão é que apesar de tudo isso, o local é importante a nível da história do local e assim o objectivo desta cache é dar a conhecer pequenos monumentos que podem ser consideradas testemunhos da história da freguesia de Rossas [Arouca] (pronuncia-se Rôssas).

Um é a “Pedra Boa” (não confundir com a Pedra Broa - GC1KGR1), e corresponde às mais antigas “alminhas” da freguesia. Não se conhece bem a razão do nome Pedra Boa, mas este surge por oposição ao monte que se encontra do outro lado do vale do rio Arda, que é conhecido como “Pedra Má”, talvez pelo facto de ser uma zona de terreno rochoso, impróprio para cultivo.  A Pedra Boa é uma rocha onde foi escavado um pequeno altar que provavelmente abrigava alguma figura religiosa, e onde foi gravada a seguinte inscrição “Aqui se chama A PEDRA BOA ????”. Testemunhem com os vossos próprios olhos e imaginem como seria este local em pleno Séc. XVI, um vale estreito por onde confluía todo o tráfego de bens e pessoas de e para Arouca. 

O outro é um dos marcos da freguesias de Rossas: uma pequena pedra com o símbolo da cruz de malta. Desde muito cedo Rossas pertenceu à Ordem de Malta. Já na 1ª metade do século XIII, esta ordem ai possuía bens. Os actuais limites da freguesia de Rossas correspondem aos da antiga comenda da Ordem de Malta, extinta no século XIX e cujos bens reverteram para a Fazenda Nacional. Esses limites foram fixados em 1630, com uma trintena (alguns entretanto desapareceram) de marcos de granito que ostentam uma data gravada na pedra.

Curiosamente, poucas pessoas em Arouca ouviram falar da Pedra Boa e alguns dos que já ouviram, desconhecem a sua localização. Já em relação aos marcos da freguesia, não é conhecida a localização de sua maioria. Muitos desapareceram com o passar dos tempos. Com esta cache, dou-vos a conhecer mais um pouco da "intimidade histórica" de Arouca.

Para encontrar a localização final da cache terão de deslocar-se às coordenadas iniciais (as da Pedra Boa) e tomar nota da data gravada. Em seguida, desloquem-se até ao marco da freguesia e façam o mesmo. Depois devem fazer a subtracção da data maior com a data menor.
  • Se a diferença for 24, a coordenada final é: N 40º 55.155 W008º18.203
  • Se a diferença for 34, a coordenada final é: N 40º 55.166 W008º18.185
  • Se a diferença for 44, a coordenada final é: N 40º 55.157 W008º18.167

ATENÇÃO - VOLTE A COLOCAR A CACHE BEM "ACONCHEGADA" COMO ESTAVA E NÃO REVELE AS PARTICULARIDADES DO CONTAINER PARA NÃO ESTRAGAR A PIADA DESTA CACHE.
Rossas, diz-se, provém do latim ruptas – terras desbravadas e arroteadas para se tornarem férteis. Cercada por montanhas, Rossas é também atravessada, no seu vale mais populoso, pelos rios Arda e Urtigosa.  Conhecida inicialmente por Santa Maria de Congusta passou a designar-se nos séculos XII e XIII Santa Maria de Rôssas e, mais tarde, Nossa Senhora da Conceição de Rôssas. A freguesia de Rossas designava-se antigamente de Congusta (Congusto) ou Santa Maria de Congusta. No século. XIII passou a chamar-se Rossas. Foi sede e cabeça de comenda, embora tenha andado unida às comendas de Frossos e Rio Meão.
Com a extinção das ordens religiosas em 1834, deixou de ser comenda. A julgar pela sua toponímia, esta freguesia teve uma ocupação humana bastante recuada. O topónimo principal da freguesia Rossas” provém do termo latino “rupta”, através de “rótea”, aludindo certamente a terrenos silvestres nas vertentes da serra da freita, remontando a aplicação do topónimo a tempos muito anteriores à nacionalidade.

Com cerca de 16 quilómetros quadrados de superfície e situada a seis quilómetros de Arouca, a cujo Concelho pertence e do qual é uma das vinte freguesias, Rossas situa-se numa encruzilhada de rios e caminhos. Aqui se encontram as estradas nacionais 326 e 224 e o rio Arda recebe o Urtigosa, cujas águas, assim juntas, se dirigem ao rio Douro e ao mar.

Fonte  (adaptado)
http://rossas.aroucanet.com/v2/historia.php 
POR FAVOR, NÃO PUBLIQUE QUALQUER FOTO
QUE POSSA DENUNCIAR A CACHE.
APRECIE O LOCAL, OS MONUMENTOS E AS
VISTAS E FAÇA C.I.T.O. SE POSSÍVEL. OBRIGADO

Additional Hints (No hints available.)